Apendicite e cirurgias bariátricas são destaques na próxima edição da Caravana AMRIGS

Doenças com dores abdominais agudas representam de 5 a 10% dos atendimentos de emergência e 18 a 42% de urgência. A mais comum, principalmente entre os jovens, é a apendicite, enquanto a colecistite e diverticulite se manifestam predominantemente em idosos. O tratamento, para todos estes casos é um só: cirurgia.

No entanto, não são somente estas patologias que chegam aos atendimentos de emergência dos hospitais. Complicações após cirurgias bariátricas também estão entre as demandas. Com o objetivo de aprofundar a questão, a Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), promove na sexta-feira (26/10), mais uma edição da sua Caravana, em Santana do Livramento.

- Além de expor sobre diagnósticos e tratamentos, também pretendo destacar os avanços que tivemos nesta área, principalmente o manejo destes casos com vídeo cirurgia, um recurso menos invasivo – conta o cirurgião do aparelho digestivo e cirurgião bariátrico, Gerson Junqueira, responsável por ministrar a palestra.

O médico também chama atenção para a prevalência de cirurgias bariátricas, colocando o Brasil no segundo lugar do ranking mundial desse tipo de procedimento.

- Só em 2017 foram feitas 105,6 mil cirurgias bariátricas no país, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica. Geralmente, os pacientes são operados em grandes centros, mas moram em cidades pequenas e, ao retornar para casa, podem ter problemas abdominais relacionados à cirurgia ou não, como a apendicite, que exige um manejo diferenciado. É importante o médico ter um conhecimento específico para saber o que pode acontecer com esses pacientes – complementa Junqueira.

Esta edição da Caravana AMRIGS conta, ainda, com a apresentação do Grupo Médicos & Música, composto por Arnaldo Costa Filho, Bernadete Medeiros Boff e Régis Nunes Coelho.

A palestra tem início às 19h30min, na Unimed Região da Fronteira (Avenida Vinte e Quatro de Maio, 1016). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (55) 3342 9800.

Redação: Francine Malessa
Coordenação: Marcelo Matusiak

Rate this item
(0 votes)
Login to post comments
Topo