Gisnei

Gisnei

Entre 5 de outubro e 15 de novembro, o Sicredi fará o cadastramento de associados para uso do Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil, que começa a funcionar dia 16 de novembro e promete revolucionar as transações financeiras no país. Os associados interessados em usar a solução podem cadastrar as “Chaves Pix”, que podem ser CPF ou CNPJ e, para aqueles que já indicaram estes na fase de pré-cadastro, dados como e-mail e números de telefones celulares. Essas chaves servirão como identificação dos usuários no momento da operação financeira.

O Pix não é um novo aplicativo e sim uma solução que estará disponível dentro do aplicativo Sicredi e no app Woop Sicredi, conta 100% digital. Cidmar Stoffel, diretor executivo de Produtos e Negócios do Banco Cooperativo Sicredi, explica que a solução marca uma evolução importante do Sistema Financeiro Nacional (SFN). “A alternativa traz mais segurança e praticidade aos consumidores e está totalmente em linha com a nossa estratégia no Sicredi, de buscar cada vez mais experiências digitais econômicas para os nossos mais de 4,5 milhões de associados”.

O Pix será uma alternativa à TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou ao DOC (Documento de Ordem de Crédito). Com um simples clique, os consumidores poderão transferir, pagar ou receber imediatamente a qualquer horário ou dia. As movimentações financeiras poderão ser feitas por pessoas físicas e jurídicas utilizando as “Chaves Pix” cadastradas, via QR Code ou ainda usando os dados bancários, como já é feito atualmente.

Mesmo com a nova forma de pagamento, no Sicredi as opções de TED e DOC continuarão disponíveis. Para ter acesso à novidade, bastará atualizar o aplicativo Sicredi ou Woop Sicredi disponíveis para os sistemas operacionais Android e IOS.

O Banco Central determinou horários para realização do cadastro e o Sicredi disponibilizou as informações na página www.sicredi.com.br/pix.,

 

Cooperativa Sicredi Pampa Gaúcho

A Semana da Alimentação, que está sendo organizada pelo Sistema Fecomércio-RS/Sesc vai trazer alternativas para o desafio que muitas famílias estão enfrentando na crise do coronavírus: reduzir os gastos com a alimentação e manter a saúde. A programação do Mesa Brasil Sesc na Semana da Alimentação 2020 será on-line, de 12 a 16 de outubro.

Entre as atividades propostas, estão lives sobre o desafio de alimentar as crianças de forma saudável, bate-papo sobre como promover a segurança alimentar no contexto da pós-pandemia e duelos culinários em que as nutricionistas do Mesa Brasil Sesc apresentarão receitas que estimulam o aproveitamento integral dos alimentos. A proposta é promover um grande encontro virtual, em que todos possam aprender, contribuir e adotar novos hábitos para se alimentar melhor e reduzir o desperdício. 

A programação é comemorativa ao Dia Mundial da Alimentação, celebrado em 16 de outubro. Acessando o site www.sesc-rs.com.br/semanadaalimentacao é possível se inscrever para receber os alertas dos eventos. E, em breve, será divulgado Edital em que o público poderá participar de uma seleção, que resultará em um e-book com receitas e relatos de experiências sobre o tema Segurança Alimentar

O Mesa Brasil é uma rede de solidariedade que atua em vários estados brasileiros e está no Rio Grande do Sul desde novembro de 2003, contribuindo para evitar o desperdício de alimentos e diminuir as carências nutricionais da população. O programa é realizado pelo Sistema Fecomércio-RS nas cidades de Porto Alegre e Região Metropolitana, Cachoeira do Sul, Ijuí, Erechim, Rio Grande e Vales do Taquari, Rio Pardo e Serra Gaúcha. Outras informações podem ser obtidas no site www.sesc-rs.com.br/mesabrasil.

Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac segue atendendo as recomendações de evitar aglomerações e com cuidado redobrado com a saúde das equipes e clientes. Por isso, a recomendação é que o público siga cumprindo as orientações dos órgãos de saúde. A programação on-line e gratuita segue sendo atualizada nas redes sociais e no site www.pertodevc.com.br.

 

Programação Mesa Brasil Sesc na Semana da Alimentação 2020

Quando: 12 a 16 de outubro

 

12/10 (Segunda-feira)

Live Assunto de criança: o desafio da alimentação saudável em tempos de pandemia

Sinopse: A nutricionista do programa Mesa Brasil Sesc Santa Maria, Aline Braido, irá conduzir uma oficina culinária com as crianças gêmeas Celis e Estevam. 

Horário: 16h

Como acompanhar: no Facebook do Sesc/RS (www.facebook.com/sescrs)

 

14/10 (Quarta-feira)

Bate-papo As OSC’s e os desafios da segurança alimentar no pós pandemia

Sinopse: Uma conversa com a técnica da Coordenação Nacional do Programa Mesa Brasil Sesc, Cláudia Roseno; Equipe do Mesa Brasil Sesc RS; Entidades sociais e Doadores

Horário: 16h

Como acompanhar: Basta se inscrever gratuitamente pelo site www.sesc-rs.com.br/semanadaalimentacao (Os inscritos receberão o link de acesso no dia do evento)

 

16/10 (Sexta-feira)

Três lives com duelos culinários

Sinopse: Duelos culinários com as nutricionistas do Programa Mesa Brasil Sesc, que farão receitas nutritivas, fáceis e que utilizam o alimento de forma integral

Horários: 9h, 15h e 19h

Como acompanhar: no Youtube do Sesc/RS (www.youtube.com/SescRS)

A Gurias Gremistas conquistaram três pontos importantes na luta pela classificação às quartas de final do Campeonato Brasileiro Feminino A1. A dois jogos do término da primeira fase, elas foram ao Estádio Moisés Lucarelli para o duelo com a Ponte Preta, já rebaixada e venceram por 3 a 1. Todos os gols foram marcados no segundo tempo, e, pelo Grêmio, a meia Pri Back, a zagueira Andressa Pereira e a atacante Eudimilla balançaram as redes.  

Com a equipe um pouco modificada em relação à última rodada, quando o Grêmio empatou em 0 a 0 com o Palmeiras, a equipe da técnica Patrícia Gusmão dominou a partida, mas só conseguiu abrir o placar no segundo tempo. Antes da bola rolar, a lateral Isa sentiu um desconforto no joelho e não iniciou a partida, conforme escalação prévia. Marta foi quem a substituiu, com Sinara atuando pelo lado. 

O jogo

Com uma postura diferente, finalizações e posse de bola, as Gurias Gremistas dominaram o jogo. Antes dos 10, Grêmio chegou duas vezes. Primeiro, Marta recebeu na intermediária, chutou de esquerda, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Após, ela cruzou para Karol Lins que cabeceou na marca penal, mas a goleira pegou.

Pelos 20, Sinara cruzou pra Marta finalizar, mas mais uma fez sem muito perigo. Oito minutos depois, Lins conseguiu o passe entre as zagueiras para Marta, que entrou de carrinho para finalizar, mas a goleira Vi pegou. Aos 33, Marta recebeu em condições na direita e sozinha, concluiu a gol, mas a goleira defendeu novamente.

Na reta final, aos 42, somando mais uma chance, depois de boa troca de passes, a bola chegou em Lins dentro da área, no segundo poste, pela esquerda. A centroavante finalizou, mas carimbou a zagueira Lê.

A vitória

Aos 14 minutos, Gisseli Mariano ingressou na área, se livrou da marcação, mas sofreu uma chegada forte da zagueira, com um carrinho. Pênalti assinalado e Pri Back cobrou de forma perfeita e abriu o marcador. A meio-campista chutou de perna direita, no alto do lado direito da goleira da Ponte Preta e iniciou o trunfo do Grêmio.

Oito minutos depois, aos 22, a defesa do Tricolor fez pênalti minutos. Cá converteu, chutando do canto direito da goleira Raíssa, que achou o lado, mas não conseguiu alcançar.

O Grêmio se colocou novamente à frente, aos 27, em falta cobrada por Pri Back. Foi a vez da zagueira Andressa Pereira aparecer fora da marcação e encobriu a goleira da Ponte Preta. Um golaço que encaminhou a vitória.

O terceiro gol foi marcado aos 39, após troca de passes, Eudimilla passou pela goleira e empurrou para o fundo das redes. Grêmio 3 x 1 Ponte Preta.

Fotos: Morgana Schuh / Grêmio FBPA

cenoura é um vegetal importante e essencial para a saúde no nosso corpo. Rica em vitamina A, E, B e C, essenciais para a saúde dos fios, essas propriedades podem ajudar no crescimento saudável do cabelo, além de prevenir o envelhecimento capilar. 

Segundo Joana D'arc Diniz, médica e diretora científica da Sociedade Brasileira de Medicina Estética (RJ) e da Sociedade Brasileira do Cabelo, o resultado das propriedades da cenoura no cabelo são fios com mais brilho, força e resistência.

"A hidratação com o mel de cenoura atua como uma alternativa para quebra acentuada do fio, assim como fios desidratados, ajudando a nutrir e remover as impurezas da fibra capilar", explica a médica.

Além disso, a hidratação com mel de cenoura também protege os fios da ação de agentes externos, como o sol, vento e poluição.

No entanto, a médica esclarece que isso não quer dizer que o mel de cenoura seja uma fórmula que pode acelerar o crescimento das madeixas.

Benefícios do mel de cenoura

A cenoura é capaz de repor a água e os nutrientes perdidos diariamente por causa da ação negativa de poluentes e danos externos.

E ainda, devido às suas propriedades antioxidantes e ao betacaroteno em abundância na sua composição, a cenoura também irá atuar no combate ao envelhecimento do fio, além de ajudar a nutrir a fibra capilar.

Já o açúcar é um poderoso umectante, que fornece brilho para o cabelo e pode contribuir para o alinhamento dos fios, selando cutículas e diminuindo o frizz.

A consequência dessas ações é justamente a saúde dos fios de dentro para fora, o que propiciará o crescimento do cabelo, conforme explica Joana:

"É preciso a ação em conjunto com os benefícios da cenoura. Um bulbo capilar bem nutrido tem como resultado o crescimento do cabelo."

Como fazer mel de cenoura?

Para a receita, será necessário:

  • 1 cenoura inteira
  • Açúcar (o suficiente para cobrir a cenoura no recipiente)

O preparo do mel de cenoura é bem simples: Corte a cenoura em rodelas e, em um recipiente, alterne uma camada de cenoura e outra de açúcar, até finalizar todas as rodelas de cenoura. Deixe o conteúdo descansar por 24 horas e depois coe a cenoura, deixando só o "mel".

Hidratação com mel de cenoura

O mel de cenoura deve ser misturado a uma máscara de hidratação capilar e aplicado na extensão dos fios, de preferência limpos e ainda umedecidos, evitando contato com o couro cabeludo.

Siga o tempo de ação da máscara de hidratação conforme indicado na embalagem do produto. Em seguida, enxague o cabelo e finalize como o habitual.

A hidratação com mel de cenoura pode ser inserida nas etapas do seu cronograma capilar.

Para que tipo de cabelo o mel de cenoura é indicado?

A hidratação com o mel de cenoura pode ser feita em todos os tipos de cabelo, sem contraindicações.

Contudo, conforme orienta Joana D'arc Diniz, o mel de cenoura é particularmente mais recomendado para fios mistos ou desidratados. Fios quebrados também se beneficiam deste tipo de hidratação.

Como fazer o cabelo crescer

"Para a saúde dos fios é necessário repor aminoácidos para garantir o crescimento de cabelos fortes. Além de vitaminas, minerais, macro e micronutrientes, que são fundamentais para manutenção de um fio com qualidade em espessura e crescimento", aponta Joana.

Dentre outros tratamentos médicos destacam-se ainda o laser capilar, a mesoterapia capilar e o microagulhamento.

Uma dieta equilibrada, associada ao tratamento tópico e injetável, pode ser prescrita pelo médico.

Também é possível se beneficiar de ativos reconstrutores, como:

  • queratina
  • cisteína
  • arginina
  • creatina
  • colágeno
  • proteínas
  • aminoácidos do trigo, milho, arroz, aveia, seda e soja

Dicas para um cabelo saudável

A médica Joana D'arc Diniz lembra que antes de tudo uma melhor nutrição dos fios é proveniente de uma boa alimentação.

"Os cabelos possuem em sua composição uma série de oligoelementos, vitaminas e aminoácidos que devemos adquirir dos alimentos e só assim, com o estoque sanguíneo repleto, poderá ofertar aos cabelos estes nutrientes", instrui a profissional.

Ela ainda ressalta que dietas restritivas e produtos químicos são os principais responsáveis pelo dano aos cabelos, além de ingestão de pouca água.

Para casos graves de quedas de cabelo ou até mesmo muita resistência no crescimento dos fios, é considerável procurar ajuda médica e especializada.

"A Tricologia é a ciência médica que estuda profundamente os fios e o couro cabeludo. São solicitados exames clínicos e laboratoriais para diagnóstico de doenças que levam as patologias capilares", explica a médica.

É através de um check-up minucioso e exames direcionados que é possível chegar a diagnósticos mais precisos e indicar tratamentos mais efetivos para os problemas capilares.

Escrito por Thaynara Moreira
Redação Minha Vida
Fonte: https://www.minhavida.com.br/

 

 

Pela primeira vez em formato virtual, a Expointer Digital 2020 foi encerrada neste domingo (4/10) com a presença do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e do governador Eduardo Leite. Com transmissão integral pela internet, negociações e leilões virtuais e drive-thru da agricultura familiar, a feira começou no dia 26 de setembro.

“Tivemos um belo resultado dadas as condições em que foi realizada. Era uma feira importante de ser feita, comemorando os 50 anos do parque, em um ano que começamos com dificuldades no agronegócio, em função da estiagem e, depois, de um ciclone bomba", disse Leite. "2020 não foi um ano fácil, mas o que fica, além do resultado econômico, é o efeito de demonstração de resiliência, resistência e posicionamento do agronegócio aos olhos do próprio povo gaúcho e também do Brasil e do mundo. Tivemos de inovar, e como não pudemos trazer as pessoas ao parque, levamos o parque às pessoas.”

Mourão chegou ao Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, por volta das 12h, e foi recepcionado pelo governador e pelo secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho. Os três assistiram à premiação da Morfologia do Cavalo Crioulo e, em seguida, participaram do almoço de encerramento da feira, promovido pela Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac). Por último, acompanharam o descerramento da placa em alusão aos 50 anos do parque, inaugurado em 29 de agosto de 1970.

"Vivendo esse momento difícil de pandemia, a equipe da Expointer, que representa as forças produtivas do Estado, junto com os entes do governo, produziram essa edição que ficará na história. O homem e a mulher de negócios são fortes. Meus cumprimentos a todos que fizeram essa feira acontecer e esperamos, para 2021, uma Expointer mais forte ainda", destacou Mourão.

Leite chegou à feira por volta das 11h e se dirigiu à Central de Imprensa, onde conheceu a Plataforma Expointer 2020, quatro canais que transmitiram conteúdos durante os nove dias de programação. Em seguida, fez uma visita ao Pavilhão da Agricultura Familiar, cujo comércio de produtos ocorreu por modalidade de drive-thru, para limitar a presença de público e obedecer aos protocolos sanitários impostos pela pandemia de Covid-19. Encerrando a agenda na feira, Leite e Covatti assistiram ao descerramento de placa comemorativa da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

ESTEIO, RS, BRASIL, 04.10.2020 - Expointer Digital 2020. Fotos: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini
Leite (E), Covatti (D) e Francisco Fleck, presidente da ABCCC, participaram do descerramento de placa comemorativa à entidade - Foto: Gustavo Mansur/Palácio piratini

"Sempre falamos em façanhas, e essas façanhas do dia a dia são as que servem de exemplo. Nosso povo gaúcho alcança novas façanhas a partir da capacidade de trabalho, e aqui está uma, a capacidade de fazer uma Expointer em meio a essa pandemia, e a presença do nosso vice-presidente da República certifica o tamanho e a importância da nossa feira", reforçou Leite.

Para Covatti, a Expointer foi um ato de superação de todo o governo do Estado. “Construímos muito, em conjunto com as entidades copromotoras, todo esse sistema de protocolos, monitorado pela Secretaria da Saúde de Esteio e pela Secretaria Estadual da Saúde. Além da parte presencial, criamos o ambiente virtual para transmitir todas as provas técnicas, importantíssimas para o encerramento dos ciclos das cadeias que estiveram aqui, para trazer grandes produtores e para valorizar a genética produzida no Rio Grande do Sul. Também criamos um ambiente de comercialização, com o drive-thru, que está sendo um sucesso. Foi uma Expointer muito inovadora, e esse ambiente virtual deve ser mantido em 2021”, destacou.

Até este sábado (3/10), o Pavilhão da Agricultura Familiar havia recebido 1,8 mil carros, com expectativa de que, até o final deste domingo, o número chegue a 2 mil. A plataforma digital contabilizou mais de 187 mil acessos, com tempo médio de permanência de 27 minutos. No parque, houve 1.019 animais de 18 raças diferentes.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Vitor Necchi/Secom

Pressionado pelos resultados, com apenas uma vitória em oito jogos, o Cruzeiro entrou uniformizado todo de branco, no Mineirão, nesta quarta (30), para espantar a má fase diante da Ponte Preta. Superstições à parte, o Cabuloso venceu por 3 a 0 e saiu do Z-4, ocupando neste momento o 15º lugar da classificação com 11 pontos. Apesar do respiro, o calvário do time Celeste na Segundona ainda está longe de acabar. A equipe do treinador Ney Franco volta a campo contra o líder Cuiabá, no próximo sábado (3), às 22h (horário de Brasília), na Arena Pantanal.

Logo aos 13 minutos, cobrando falta, Machado abriu o marcador para os mineiros. Ainda no primeiro tempo, aos 30, Arthur Caíke ampliou para os anfitriões. No segundo tempo, o Cruzeiro ainda faria o terceiro com o zagueiro Manoel, de cabeça, aos 32. O time de Campinas não conseguiu reagir, e graças à trave e ao excelente goleiro Ivan não saiu goleado da partida. Apesar da derrota, a Macaca segue em terceiro lugar no torneio com 21 pontos e recebe o Juventude, no Moisés Lucarelli, no próximo sábado (3) às 19h.

Empate em Aracaju

Mais cedo, na arena Batistão, em Aracaju, Confiança e Brasil de Pelotas empataram em 1 a 1 pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida marcou o sexto empate de cada equipe na competição. Com o resultado, os sergipanos ocupam o 14º lugar da tabela com 12 pontos, enquanto os gaúchos estão na 11ª posição com 15 pontos.

Os donos da casa começaram se impondo, mas uma falha da zaga acabou por propiciar a chance de os Xavantes largarem na frente do marcador. Aos 31 minutos, Matheus Oliveira aproveitou para os visitantes. Na segunda etapa, o Dragão voltou mais organizado e Bruno Paraíba, aos 36, empatou de cabeça.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado (3). O Confiança vai até Recife enfrentar o Náutico, às 16h, no estádio dos Aflitos. Já o Brasil de Pelotas recebe a Chapecoense, às 16h30, no estádio Bento de Freitas.

Veja a classificação atualizada da Série B do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

A Câmara dos Deputados aprovou as mudanças do Código de Trânsito Brasileiro sugeridas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Entre as medidas do Projeto de Lei 3267/19, estão o aumento da validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o maior número de pontos necessários para que o motorista perca temporariamente o direito de dirigir.

Validade da CNH

A proposta também amplia a validade da CNH de cinco para dez anos para condutores com até 50 anos de idade. Já a renovação de cinco anos continua  para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos. Entretanto, a renovação a cada três anos, exigida até então para aqueles com 65 anos ou mais, passa a valer para os motoristas com mais de 70 anos.

As mudanças de validade levaram em conta as condições gerais de saúde da população.  Para a doutora em transporte da Universidade de Brasília Adriana Modesto, a tolerância pode gerar insegurança no trânsito. “Em tese, a partir da quarta década, nós começamos a sofrer uma série de alterações de saúde que podem impactar na condução veicular e que podem reverberar na segurança viária”, explicou.

Novo código de Trânsito deve ser votado na Câmara na segunda-feira (21)

Projeto que torna código de trânsito mais brando é analisado na Câmara dos Deputados

Suspensão da CNH

Atualmente, a carteira é suspensa com 20 pontos, independentemente do tipo de violação. Com a nova regra, o condutor será suspenso com 20 pontos se tiver cometido duas ou mais infrações gravíssimas, 30 pontos para uma violação gravíssima e 40 pontos para quem cometeu infração leve ou média e não seja reincidente em 12 meses.

Para o professor universitário e doutor em transporte Artur Morais, a flexibilização da pontuação pode acabar aumentando os comportamentos de risco. “Isso mostra que a pessoa pode cometer a mesma infração em um limite muito maior, mesmo estando com milhares de mortes todo ano e dezenas de inválidos devido a acidentes de trânsito”, pontuou.  

Cadeirinha

Um consenso entre os especialistas em trânsito foi a obrigatoriedade do uso da cadeirinha. Para crianças menores de dez anos, a exigência é a de permanecer no banco traseiro. “Todos nós sabemos o risco que envolvem uma criança solta dentro de um veículo, tanto para própria criança como para os demais ocupantes na ocorrência de algum acidente”, destacou Adriana.

Outra ponderação para crianças com dez anos é sobre a altura. As que tiverem 1,45 metro devem continuar no banco de trás com assento de elevação ou uma cadeira especial presa ao assento.

Uso de corredores

Também passa a ser regulado o uso dos corredores de motociclistas, que é o espaço em que as motos passam nas faixas entre os carros. De acordo com a regra, quando o trânsito estiver parado ou lento, os veículos deverão estar em velocidade compatível à segurança dos pedestres e demais veículos.

Para Michelle Andrade, professora na Universidade de Brasília no curso de graduação em Engenharia Civil e no Programa de Pós-Graduação em Transportes, mesmo que as mudanças sejam para fluidez do trânsito em cidades grandes, a medida não vai melhorar a situação. “As medidas que nós deveríamos fomentar para promover a fluidez, ela nãobestá associada à infraestrutura, tampouco a dispositivos legais. Ela estánassociada a investimentos de transporte públicos”, frisou.

Segundo Michelle, seria necessário ter uma fiscalização do cumprimento dessa condição de motos nos corredores com trânsito lento ou parado. “É muito difícil ser efetivo, principalmente nas cidades com número elevado de motocicletas que estejam circulando em conjunto”, destacou.

Exame toxicológico

O PL também continua com a exigência de condutores com carteiras das categorias C, D e E fazerem exame toxicológico na aquisição ou renovação da carteira a cada dois anos e meio. O professor Artur ressaltou que a providência foi positiva. “Motoristas profissionais querem ganhar tempo e ter maior rendimento no preço do frete. Com isso, faz uso de substâncias para poder ficar acordado, e isso é muito perigoso”, destacou.

Além disso, o delito passa a ser infração gravíssima e o motorista perderá o direito de dirigir por três meses. Será necessário apresentar exame com resultado negativo para acabar com a suspensão.

Caso o infrator seja pego conduzindo veículo das categorias C, D ou E, e não comprovar a realização do exame toxicológico periódico quando renovar a CNH, será aplicada uma multa.

Faróis

A lei também flexibiliza a obrigatoriedade de se usar o farol baixo em rodovias. De acordo com a proposta, a medida só vai ser necessária em rodovias de pista simples. Além disso, os novos veículos precisam vir, de fábrica, com luzes de rodagem diurna. O projeto aguarda sanção do presidente Jair Bolsonaro. Após publicação no Diário Oficial da União, as novas regras passam a vigorar no prazo de 180 dias.



Fonte: Brasil 61

Termina nesta quinta-feira (1º), o prazo para solicitação de Transferência Temporária de Eleitor (TTE). Nas eleições municipais, alguns eleitores tem a opção de alterar temporariamente a sua seção eleitoral, desde que ela esteja localizada no mesmo município de origem.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), têm direito à transferência membros das Forças Armadas, das polícias federal, rodoviária federal, ferroviária federal, civis,  militares e alguns agentes de segurança; eleitores com deficiência e com mobilidade reduzida; mesários e juízes eleitorais, os servidores da Justiça Eleitoral e os promotores eleitorais. 

Propaganda eleitoral na internet e redes sociais já está liberada

ELEIÇÕES 2020: Mídia e redes sociais podem causar impacto nas urnas

Para requerer o pedido, o eleitor deve acessar o site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado onde vota. 



Fonte: Brasil 61

Entre os dias 05, 06 e 07 de outubro ocorrerá, em formato virtual, o 1º Fórum Educacional do Pampa com os professores das escolas que participam do programa A União Faz a Vida da Fundação Sicredi. O evento tem como objetivo proporcionar para os professores do Pampa momentos de falas que transmitam conhecimento, capacitação e acolhimento com o professor sob a coordenação das Assessorias Pedagógicas da Sicredi Pampa Gaúcho.

Zeca Menezes, presidente da Sicredi Pampa Gaúcho, salienta o propósito da Cooperativa dentro das comunidades “acreditamos no poder que o professor tem de transformar a sociedade e os cidadãos, por isso, caminhar lado a lado com a educação dos municípios do Pampa Gaúcho é também uma forma de seguirmos o nosso propósito enquanto cooperativa de crédito da nossa região”.

Serão 3 dias de evento com a estimativa de 200 professores, segundo uma das Assessoras Pedagógicas dos Programas Sociais da Sicredi Pampa Gaúcho, Dra. em Educação Ana Paula Parise Malavolta “Esperamos que o 1º Fórum Educacional do Pampa possa se efetuar como um acontecimento em Educação, mobilizando trocas, conexões e aprendizagens coletivas, onde a cooperação possa instaurar como viver comum, enquanto partilha de experiências e vínculos”, conclui.

Além dos professores do Programa A União Faz A Vida, demais professores que se interessarem pela programação, poderão se inscrever através do link: https://forms.gle/mS2ACagbwtVhdVNz8

 

Confira a programação completa do evento:

 

05 de outubro:

8:30 - Abertura e Webinario: Ensino Híbrido - Leandro Holanda

14:00 - Webinário: Documentação pedagógica: repertórios e possibilidades com Jussara Ceron

 

06 de outubro:

9:00 - Webinário: Alfabetização: como compor trajetórias de aprendizagem em meio a pandemia - Jussara Ceron

14:00 - Webinário: A docência complexa nos anos finais do Ensino Fundamental: interligando saberes, horizontes e possibilidades - Fernanda Rigue

 

07 de outubro

9:00 - Webinário: Singularidade da Educação Infantil e suas travessias - Raquel Karpinski

14:00 - Webinário: A transversalidade da educação especial - Ana Rosimeri Araujo da Cunha

15:00 - Aos Heróis da Educação, com carinho: Acolhida e encerramento - Assessoria Pedagógica

 

 

Sobre o Programa A União Faz A Vida

O Programa A União Faz A Vida é uma iniciativa da Fundação Sicredi que visa construir e vivenciar atitudes e valores de cooperação e cidadania, por meio da educação escolar. O PUFV possui uma atuação nacional e, na Sicredi Pampa Gaúcho, está presente nos municípios de Cacequi, Manoel Viana, Uruguaiana, Rosário do Sul e São Gabriel através da parceria realizada com a Secretaria Municipal de Educação de cada município. Atualmente são mais de 320 professores que fazem parte e mais de 3.700 alunos. (https://www.sicredi.com.br/coop/pampagaucho/uniao-faz-vida/

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) recebeu, na tarde desta terça-feira (29/9), novos equipamentos de proteção e seis veículos (cinco caminhões-tanque e um encarroçamento de caminhão-tanque). A entrega ocorreu no Complexo do Comando-Geral da corporação, com respeito aos protocolos sanitários devido à pandemia de coronavírus. O ato contou com a presença do governador Eduardo Leite, do vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e do comandante-geral do CBMRS, coronel César Eduardo Bonfanti.

 

novos veículos bombeiros 2
Bonfanti (E) apresenta os novos equipamentos para Leite e Ranolfo - Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

 

“Esse reforço dá mais segurança aos nossos bombeiros militares e garante a estrutura necessária para proteger a vida dos gaúchos no combate a incêndios”, disse o governador. “Nossos agentes do Corpo de Bombeiros também têm importante atuação na prevenção e, recentemente, lançamos o Sistema Online de Licenciamento, uma forma de desburocratizar a liberação de alvarás, sempre resguardando a segurança e a proteção à vida de todos os gaúchos.”

No total, o investimento é de R$ 6.762.000, traduzidos em seis veículos, 150 equipamentos de proteção respiratória (EPRs) e 500 conjuntos de equipamentos de proteção individual (EPIs), compostos por jaqueta e calça de combate a incêndio.

“É um momento importante para a segurança pública, um momento em que o Corpo de Bombeiros Militar do Estado apresenta à sociedade gaúcha um investimento de cerca de R$ 7 milhões. Essas viaturas e equipamentos darão mais segurança aos nossos operadores desta área tão importante. É mais um grande investimento do Estado na área de segurança pública”, destacou o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior.

As vestimentas integram o material permanente da instituição para uso nas ações de primeira resposta às ocorrências de combate a incêndio. As viaturas e os equipamentos serão distribuídos em todo o território gaúcho.

“Destaco o respeito à Consulta Popular do biênio 2018/2019. A população, que elegeu nossas demandas, reconheceu a importância fundamental de nossos serviços e nossa credibilidade. Também destaco a entrega de 650 equipamentos de proteção distribuídos a 25 municípios que, historicamente, têm dificuldades na aquisição de material dessa natureza. São recursos que se traduzem em segurança para os militares e melhoria na capacidade de atendimento da população”, explicou o coronel César Eduardo Bonfanti.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 29.09.2020 - Governador participa de entrega de viaturas e equipamentos para o Corpo de Bombeiros Militar. Foto: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini
Governador comentou que viaturas e equipamentos darão mais segurança aos bombeiros militares - Foto: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini

Investimento de R$ 3.502.000 em veículos

• 4 auto bomba tanques para Porto Alegre, no valor de R$ 2.534.000, com recursos da empresa Fraport.

• 1 auto bomba tanque para São Pedro do Sul, no valor de R$ 633.500, com recursos da Consulta Popular de 2018 e 2019

• 1 encarroçamento de auto bomba tanque para Taquara, no valor de R$ 334.500, com recursos da Consulta Popular de 2018 e 2019

Investimento de R$ 3.260.000 em 650 equipamentos de proteção

• 100 equipamentos de proteção respiratória autônoma, no valor de R$ 600 mil, com recursos da Fraport

• 50 equipamentos de proteção respiratória autônoma, no valor de R$ 300 mil, com recursos do Fundo Estadual da Segurança Pública, da Secretaria da Segurança Pública

• 500 conjuntos de EPIs (calças e jaquetas de combate a incêndio), no valor de R$ 2,36 milhões, com recursos do governo do Estado

Investimento total: R$ 6.762.000

Texto: Suzy Scarton
Edição: Secom

Página 4 de 454
Topo