Gisnei

Gisnei

O governador Eduardo Leite assinou, na manhã desta sexta-feira (11/12), decreto que regulamenta a Lei 15.366, de autoria da deputada estadual Luciana Genro. Sancionada em novembro do ano passado, a lei proíbe a queima e a soltura de fogos de estampidos e de artifícios, assim como artefatos pirotécnicos festivos de efeito sonoro ruidoso, que ultrapassem os cem decibéis a uma distância de cem metros.

“Fizemos questão de fazer esse registro, afinal, sabemos que há uma parcela da população que se mobiliza em torno disso devido aos transtornos que esses fogos causam, e é importante dar o devido crédito a quem tomou a iniciativa. Agora, damos sequência ao regulamentar a lei”, disse o governador.

De acordo com a autora, a poluição sonora gerada por esse tipo de artefato causa graves perturbações, tanto para pessoas como para animais. São afetados bebês, crianças e idosos, especialmente crianças autistas e idosos com Alzheimer.

“Essa regulamentação é um primeiro passo, que talvez não seja suficiente, mas é importante para que a lei seja cumprida e para que as pessoas tenham a quem recorrer quando houver o descumprimento”, afirmou a deputada Luciana.

O decreto estabelece que a fiscalização ficará sob responsabilidade da Polícia Civil. Em caso de desobediência, poderá ser aplicada multa que varia de R$ 2 mil a R$ 10 mil (102 a 512 unidades de padrão fiscal), conforme a quantidade de fogos utilizados. Em caso de reincidência em um período inferior a 30 dias, o valor da multa será dobrado.

O chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, e o deputado estadual Frederico Antunes também acompanharam a reunião.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Marcelo Flach/Secom

Após oito meses de Distanciamento Controlado, pela primeira vez, duas regiões ficaram com o nível de restrição máximo previsto no sistema de enfrentamento à pandemia no Rio Grande do Sul. O governo do Estado divulgou nesta segunda-feira (14/12) que as regiões de Bagé e de Pelotas estão oficialmente em bandeira preta (risco epidemiológico altíssimo) a partir da 0h desta terça (15).

Isso porque o Gabinete de Crise indeferiu todos os pedidos de reconsideração feitos por associações regionais e municípios principalmente devido à constante redução de leitos de UTI livres. No caso de Pelotas, a solicitação havia sido enviada pela associação regional, enquanto em Bagé foi pelo município.

Assim, o mapa definitivo da 32ª semana do Distanciamento Controlado permanece com 18 regiões em bandeira vermelha (risco alto) e uma em laranja (médio), que é a região de Cruz Alta, conforme a classificação preliminar. A vigência das novas bandeiras segue até as 23h59 da próxima segunda-feira (21/12).

Veja o mapa definitivo da 32ª rodada: https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

Embora seja o nível mais alto, a bandeira preta não é o mesmo que lockdown, implantado em outros países e em alguns Estados brasileiros. Representando o risco epidemiológico altíssimo, a cor preta significa que tanto a capacidade hospitalar como o contágio por coronavírus alcançaram níveis críticos nas regiões. Por isso, indica a necessidade de cuidados mais rígidos do que os já adotados na bandeira vermelha.

Cogestão regional

A partir da 0h desta terça-feira (15/12), volta a valer o sistema de cogestão regional, no qual as associações regionais podem adotar protocolos próprios. A suspensão estava prevista no Decreto 55.609 como alternativa para o aumento de internações por Covid-19 no RS.

Incluindo algumas mudanças nos protocolos das bandeiras, as novas regras serão divulgadas em decreto, a ser publicado nas próximas horas.
Até agora, 18 das 21 regiões Covid já adotaram protocolos próprios. Apenas as regiões de Bagé, Guaíba e Uruguaiana não aderiram à cogestão.

Regra 0-0

Na 32ª rodada, 456 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 10,1 milhões de habitantes, o que corresponde a 89,3% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes).

Desses, 162 municípios (726,2 mil habitantes, 6,4% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

O novo decreto também vai permitir que municípios em bandeira preta que se encaixam na Regra 0-0 adotem protocolos de bandeira vermelha. Antes, a prerrogativa só era permitida a municípios em bandeira vermelha para que adotassem regras da bandeira laranja.

Dos 28 municípios (1,05 milhão de habitantes, 9,3% da população) localizados em região de bandeira preta, oito (65,1 mil habitantes, 0,6% do RS) não registraram óbitos ou hospitalizações nos últimos 14 dias.

• Clique aqui e acesse a lista de municípios que se encaixam na Regra 0-0

RESUMO DA 32ª RODADA

BANDEIRA PRETA (2)
Bagé
Pelotas

BANDEIRA VERMELHA (18)
Cachoeira do Sul
Canoas
Capão da Canoa
Caxias do Sul
Erechim
Guaíba
Ijuí
Lajeado
Novo Hamburgo
Palmeira das Missões
Passo Fundo
Porto Alegre
Santa Cruz do Sul
Santa Maria
Santa Rosa
Santo Ângelo
Taquara
Uruguaiana

BANDEIRA LARANJA (1)
Cruz Alta

• Clique aqui e acesse o levantamento completo da 32ª rodada do Distanciamento Controlado

Texto: Suzy Scarton e Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom

O Inter voltou a vencer no Brasileirão! Disputado a partir das 19h deste sábado (12/12) no Beira-Rio, o confronto entre Colorado e Botafogo, integrante da 25ª rodada do Nacional, foi encerrado com triunfo por 2 a 1 do Clube do Povo, de virada. Patrick e Yuri Alberto marcaram os gols alvirrubros e garantiram três pontos importantes, que levam os comandados de Abel Braga aos 41 no torneio.

O Colorado volta a campo no próximo final de semana, também no Beira-Rio. Às 21h de sábado (19/12), o Clube do Povo recebe o Palmeiras, atual quarto colocado com o mesmo número de pontos que o time de Abel. Vamos, Inter!

Disposto no esquema 4-2-3-1, o Clube do Povo começou a partida com Patrick aberto pela esquerda, Marcos Guilherme na direita e, centralizado nas costas do atacante Yuri Alberto, Thiago Galhardo. A disposição, que ainda contava com Lindoso e Edenilson em frente à zaga, esbarrou nas duas linhas de quatro alvinegras, que tinham José Welison posicionado entre defensores e meio-campistas. Como consequência aos espaços reduzidos, os passes errados ocorreram em abundância – e dos dois lados.

Como pelo centro o jogo não fluía, os times decidiram apostar nos lados. Foi desta forma que, aos 27, Pedro Raul recebeu cruzamento de José Welison para abrir o placar. Dois minutos depois, Moisés foi ao fundo pela esquerda, a bola resvalou em Yuri e, do outro lado da área, Edenilson mandou na trave. Aos 35, quem disparou foi Rodinei. Rasteira, a assistência do lateral-direito encontro o esquerdo do Clube do Povo, que mandou uma bomba no poste. No rebote, porém, Patrick não perdoou. Um gol para cada lado, e intervalo iniciado.

Vitória no faro artilheiro

O Inter seguiu apostando nos cruzamentos a partir do reinício do confronto. Dono de ânimo renovado a partir das entradas de Heitor e Caio, o corredor direito passou a oferecer importantes oportunidades para o Colorado, como comprovaram os 17 minutos, insatnte em que Heitor serviu e Yuri, por detalhe, não virou a partida. Ligado no jogo, o camisa 11 não perdoou a segunda chance que teve.

Aos 21 minutos, Kevin tentou cobrar falta rápida, mas seus companheiros de zaga não entenderam. Em meio à hesitação botafoguense, Yuri brilhou, recuperando a posse e, de frente para Cavalieri, finalizou tranquilo. Após cinco minutos de ansiedade, que contaram com consulta à cabine do VAR, o árbitro Caio Max Vieira validou o tento e oficializou a virada, mantida até o último instante do duelo. Três pontos na conta, e reencontro com as vitórias garantido!

Fonte: https://internacional.com.br/

SINOPSE E DETALHES

Mulher-Maravilha 1984 acompanha Diana Prince/Mulher-Maravilha (Gal Gadot) em 1984, durante a Guerra Fria, entrando em conflito com dois grande inimigos - o empresário de mídia Maxwell Lord (Pedro Pascal) e a amiga que virou inimiga Barbara Minerva/Cheetah (Kristen Wiig) - enquanto se reúne com seu interesse amoroso Steve Trevor (Chris Pine).

Confira a classificação indicativa no Portal Online da Cultura Digital.
Título original 

Wonder Woman 1984

Direção: Patty Jenkins
Nacionalidade: EUA
Distribuidor: WARNER BROS.
Ano de produção: 2020
Tipo de filme: longa-metragem

Tinha uma cadeira vazia no fundo da minha sala, mas agora um garoto chamado Ahmet está se sentando nela.
Ele tem nove anos de idade (assim como eu), mas é muito estranho. Ele nunca fala, nunca sorri e não gosta de doce - nem mesmo bala de limão, que é minha favorita!
Mas aí eu descobri a verdade: Ahmet não é tão estranho. Ele é um refugiado que escapou da guerra. Uma guerra de verdade. Com bombas, fogo e pessoas más que machucam os outros. E, quanto mais eu descubro sobre ele, mais quero ajudar.
É quando meus melhores amigos Josie, Michael e Tom entram na história. Porque, olha só, a gente fez um plano...

Aventura / Drama / Infantojuvenil / Literatura Estrangeira

Ano: 2021 / Páginas: 184
Idioma: português
Editora: The Gift Box Editora

 

Fonte: https://www.skoob.com.br/

A receita desta semana é de um parceiro que só tem delicias para nos oferecer!

As batatas Bem Brasil e todos os outros produtos da linha são deliciosos, práticos e fáceis de preparar e inventar receitas diferentes! Como este Bauru de Batatas Bem Brasil.

Olha só esta releitura do bauru que eles fizeram com batata frita, está de dar água na boca! É uma receita “vou fazer com certeza” para quem está procurando receitas fáceis, práticas e que não exige muitas habilidades e conhecimento na cozinha.

O bauru é um sanduíche de origem paulista criado em 1937 e é um sucesso, assim como a nossa batata 9×18, que todo mundo ama e por que não juntar os dois em uma releitura IRRESISTÍVEL? Aperte o play para assistir ao modo de preparo da receita e confira essa e outras 9 receitas Bem Brasileiras no nosso e-book, para baixar, é só acessar: https://bit.ly/2GTkLMT

Ingredientes:

  • 1 pacote de batata 9×18 Bem Brasil
  • 1 colher de manteiga
  • 250g de presunto
  • 250g de mussarela
  • 200g de requeijão cremoso
  • 150g de tomate cereja
  • 6 ramos de cebolinha
  • 6 ramos de salsinha
  • Sal

Modo de Preparo:

Comece a receita fritando as batatas. Se você tiver uma panela air fryer coloque 20 minutos na temperatura de 200ºC. Se não tiver, frite as batatas de forma convencional em óleo e deixe escorrer bem a gordura em papel toalha, antes de começar a montagem.

Batatas prontas, tempere com sal a gosto e está na hora de montar o bauru! O legal desta receita é que por exemplo, você pode deixar as batatas já prontas para adiantar na hora que for realmente preparar, ou você pode guardar as batatas que sobram da hora do almoço e depois fazer o bauru no jantar, e não ter desperdício!

Escolha uma forma que possa ir ao forno e comece a montar! Primeiro passo é untar a forma com manteiga, depois disponha as batatas no fundo de maneira que elas não se sobreponham. Depois disso faça uma camada de presunto e outra de queijo. Coloque outra camada de batatas, desta vez elas podem se sobrepor um pouco. Coloque o requeijão cremoso, se não tiver comprado os que já vem em bisnagas, coloque o requeijão em um saquinho e corte o bico para fazer este zig zag com o requeijão por cima das batatas. (Se ficou com dúvida assista ao vídeo para ver como é o zig zag)

Depois disso pique os tomatinhos cereja ao meio, tempere com sal a gosto e coloque por cima do requeijão. Leve ao forno médio até o queijo derreter.

Tire do forno e coloque a salsinha e cebolinha por cima e está pronto para sevir!

Fonte: https://comsaborperfeito.com/

De acordo com agrônomo Renato Seraphim, as startups com foco no agronegócio, também chamadas de Agtechs, estão se tornando cada vez mais numerosas, sendo que pesquisas recentes mostram que em um universo de 12.000 startups no Brasil são quase 1100 focadas no agronegócio, refletindo o grande peso do Agronegócio na economia brasileira. O especialista afirmou que, nos últimos anos, melhorar a infraestrutura no Brasil, como conectividade, penetração móvel, imagens de satélite, alfabetização digital, tem sido fundamental para o desenvolvimento desse ecossistema Agtech. 

Em um texto publicado no portal chinês AgroPages, ele listou uma série de startups brasileiras do agronegócio que podem ser influentes. São elas: 

Agristamp: 

Sediada em São Paulo, a Agristamp é uma plataforma simples e rápida para contratação de seguros agrícolas. O mercado de seguros agrícolas no Brasil era, em um passado não muito distante, burocrático e muito caro. Entendendo essas necessidades dos agricultores, a Agristamp criou uma plataforma com produtos de seguros que são simples, acessíveis e eficazes na redução dos riscos climáticos.  

Atomic Agro: 

 A Atomic é uma empresa de Uberlândia / MG, que começou com o objetivo de criar uma estrutura de banco de dados, que, por meio de entrevistas, visava catalisar informações como tamanho da propriedade, variedades plantadas, custo de produção, desempenho de colheita, preço dos insumos e muito mais.   

Bart Digital: 

 A Bart digital tem sede em Londrina / PR e foi criada para solucionar problemas nos processos de financiamento, todos nós sabemos o quanto o Brasil é burocrático, e a solução da Bart principalmente nas questões de recebíveis e garantias trouxe confiabilidade e agilidade ao sistema.  

Digifarmz: 

DigiFarmz é uma plataforma digital criada por um dos maiores fitopatologistas do Brasil, Ricardo Balardin, que já usou mais de 18 fatores bióticos e abióticos para apoiar o agricultor na tomada de decisões. 

A lista ainda inclui Flex Interativa, Go-Flux, Grão Direto, INOVAFARM, Safetrace, Seedz, Solubio, Terra Magna e TrAIve.

Fonte: https://www.agrolink.com.br/

Por: AGROLINK -Leonardo Gottems

Imagem: Pixabay

 

Quando o assunto são hábitos alimentares, o ganho de peso gera muitas dúvidas em quem está na busca de uma vida mais saudável. Na hora de definir os itens que irão compor a dieta, as pessoas que precisam aumentar o peso acabam procurando por vitaminas para engordar

Porém, de acordo com especialistas, vitaminas não engordam, pois não contêm calorias. O que elas fazem é auxiliar no ganho de massa muscular. Essas substâncias atuam em vários processos fisiológicos, que metabolizam e estimulam a síntese dos carboidratos em glicose.

Há diferentes tipos de suplementos nutricionais que ajudam no ganho de peso, e a maioria possui vitaminas. "Os suplementos à base de macronutrientes (carboidrato, proteína e gordura) e micronutrientes (vitaminas e minerais) são a melhor opção", orienta a nutricionista Gabrielle Carassini Costa.

Essas vitaminas são: ACDEK e as do complexo B.

Para quem essas vitaminas são indicadas?

Esse tipo de vitamina é indicado, geralmente, para pacientes desnutridos, com padrão alimentar restrito ou com baixa massa muscular. Mas é preciso ter cuidado na hora de consumir.

"Os suplementos nutricionais não devem ser indicados para os pacientes que já atingem suas necessidades nutricionais através da alimentação via oral", adverte a nutricionista.

Caso as vitaminas sejam consumidas em grande quantidade e sem orientações profissionais, existe a probabilidade da pessoa desenvolver hipervitaminose - excesso de vitaminas no corpo.

Esse quadro tem efeitos colaterais, como:

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Diarreia leve
  • Gosto estranho ou desagradável na boca.
 

Por isso, é extremamente importante que a incorporação das vitaminas à dieta seja recomendada por um médico nutrólogo ou nutricionista. Caso contrário, o consumo não é indicado.

 

Alimentos que ajudam no ganho de massa muscular

As vitaminas indicadas podem ser consumidas em pó (solúveis em água) ou em determinados alimentos. Entre eles, estão:

  • Verduras e legumes
  • Leguminosas, como feijão, lentilha e ervilha
  • Frutas e cereais
  • Ovos
  • Carnes, como o fígado
  • Óleos e azeite
  • Castanhas
  • Leite e derivados
  • Arroz e macarrão
  • Pães.

Para alcançar melhores resultados no ganho de peso utilizando os alimentos citados, Gabrielle Carassini Costa ainda indica sete macetes que podem aumentar o valor calórico das refeições de forma saudável:

  • Adicione azeite nas preparações de alimentos
  • Consuma um copo de suco natural durante as principais refeições
  • Utilize mel ou açúcar mascavo para adoçar sucos, leites, iogurtes ou outros alimentos
  • Coloque ovos nas sopas
  • Adicione suplementos nutricionais em pó aos líquidos e/ou preparações de alimentos
  • Aumente o número de refeições por dia
  • Consuma suplementos nutricionais completos (macronutrientes e micronutrientes).

Vale ressaltar que essas práticas só devem ser adotadas com validação médica, a fim de evitar hipervitaminose ou outras complicações por ganho irregular de peso.

Receitas caseiras para ganho de peso

A nutricionista Nathy Loyola também recomenda três receitas caseiras infalíveis que ajudam a aumentar o peso corporal. Veja:

Vitamina de banana e cacau: vitamina hipercalórica e rica em gorduras necessárias para ganho de peso.

Ingredientes

  • 2 bananas picadas
  • 2 colheres de cacau em pó
  • 4 colheres de leite em pó
  • 300ml de água

Modo de preparo 

Junte todos os ingredientes e bata no liquidificador. Tome duas vezes ao dia, acompanhado de um mix de castanhas.

Abacate com gérmen de trigo: mistura rica em vitamina B e gorduras.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de gérmen de trigo
  • 1 iogurte integral de 300ml
  • ½ abacate
  • 100 ml de água
  • Gelo

Modo de preparo

Reúna todos os ingredientes no liquidificador. Bata até ficar com uma textura consistente. Pronto, é só consumir! A dica é tomar no café da manhã.

Bebida de frutas com aveia: receita com vitaminas solúveis e insolúveis.

Ingredientes

  • 1 maçã
  • 3 morangos picados
  • 1 banana picada
  • ½ maracujá
  • 1 colher de sopa de mel
  • 1 colher de sopa de aveia
  • 300ml de leite vegetal

Modo de preparo

Adicione todos os ingredientes no liquidificador. Bata até ficar homogêneo. Depois é só consumir nos lanches da tarde.

Escrito por Hellen Cerqueira
Redação Minha Vida
Fonte:  https://www.minhavida.com.br/

 

O projeto de lei que transforma em política pública permanente o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) foi aprovado pelo Senado, nesta quinta-feira (10). Anteriormente, o programa tinha sido criado como sistema de crédito emergencial para a pandemia da Covid-19, agora o PL 4.139/2020 segue para a Câmara dos Deputados.

Especial: equipe de transição é importante para governo manter benefícios à população

Projeto sobre renegociação de dívidas para pequenas empresas será analisado na Câmara dos Deputados

De acordo com o relatório, o Pronampe vai ser dividido em duas etapas: a primeira, vinculada diretamente aos efeitos da pandemia, mantém as regras atuais e permanece em vigor enquanto perdurar o decreto legislativo que estabelece o estado de calamidade pública – ou seja, até dia 31 de dezembro deste ano. A segunda etapa tem início depois do encerramento do estado de calamidade e manterá vigentes os incentivos que vêm sendo fornecidos para as micro e pequenas empresas.

Assim, o Pronampe seguirá regras que serão definidas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e será financiado por dotações orçamentárias, emendas parlamentares e doações privadas. Além disso, a primeira etapa do Pronampe vai receber o aporte de todos os recursos destinados a outros programas emergenciais de crédito que não forem utilizados até o dia 31 de dezembro, caso o estado de calamidade seja prorrogado.



Fonte: Brasil 61

A Policia Civil realizou na última sexta-feira dia 11/12 pela manhã a Operação Carne Legal com apoio da Vigilância Sanitária e Serviço de Inspeção Municipal.

Realizou a fiscalização em 11 açougues em diversos bairros da cidade, gerando a apreensão total de 240kg de carne imprópria para o consumo.

Foram encaminhados à DPPA 05 proprietários, pois autuados por crime contra relação de consumo, os quais responderão ao procedimento em liberdade.

A apreensão foi realizada por agentes da Policia Civil de Santana do Livramento, Quaraí e Cacequi.

Fonte: Policia Civil

Página 8 de 471
Topo