Noite de vitórias do Nacional, Atlético F.C e Terasaki no CFL 2019

Na presença de mais um bom publico transcorreu a 12ª rodada da primeira fase do Citadino de Futsal 2019 com três jogos em três categorias diferentes. O Nacional entrou em quadra duas vezes, vencendo com a equipes Sub 13, mas perdendo com um placar apertado na Sub 18. Na força livre a 2ª Bateria vendeu caro a derrota ao Terasaki depois de só se entregou após três expulsões.
Sub 13
O Nacional, fez sua segunda partida na competição enfrentando a ASM/Centauro. O jogo até iniciou equilibrado. Mas na primeira troca obrigatória o Nacional se aproveitou a fragilidade da ASM/Centauro na marcação de fez 2 x 0, com Maxi e Miakel. A ASM/Centauro voltou logo com seu time principal para a quadra para tentar a reação. Mas no contra ataque o Nacional aproveitou os espaços para fazer mais três gols com Rafael, Lucas e Maxi e fechou o primeiro tempo com 5 x 0. Na segunda etapa o Nacional seguiu dominando as ações e chegou aos 8 x 0, com Maikel, Gaston e Rafael. A ASM/Centauro descontou com Luis Wagner, Mikael e Felipinho. O Nacional logo recuperou o controle e fechou a goleada com Mateus Fernandes, Maikel e Tomas e fechou o jogo em 11 x 3.
Sub 18
O Nacional seguiu em campo, mas com sua equipe Sub 18, que encarou o Atlético F.C. O jogo começou marcado e com pouco espaço para o toque de bola. O Nacional, porém, foi preciso e na primeira chance clara fez 1 x 0 com Pablo. O Atlético tentou reagir, mas exposto, tocou o segundo novamente com Pablo. O Atlético, enfim conseguiu trocar passes e descontou com Alexandre. Num jogo de muito contato o Nacional excedeu o número de cinco faltas, e deu a chance do Atlético no tiro livre. Foi assim de Bernardo empatou o jogo. O Nacional retomou o ataque e saltou a frente no chute desviado do goleiro Felipe. No minuto final do primeiro tempo, Alessandro foi lançado na esquerda e acertou um belo chute, empatando o jogo novamente para o Atlético.
Na etapa final o jogo foi mais cadenciado, mas não menos intenso. Enzo virou o jogo para o Atlético em passe de Alexandre. O Nacional, porém, tinha o artilheiro Pablo e ele empatou o jogo para o Nacional. O garoto Wellington foi para a quadra e na primeira chance avançou e bateu para fazer 5 x 4, Atlético.No contra ataque Gabriel ainda fez o sexto gol. O Nacional, porém marcou o quinto gol com Federico e colocou fogo na partida. Os segundos finais foram de pressão do Nacional, mas o Atlético F.C. resistiu e venceu por 6 x 5.
Prata
A 2ª Bateria entrou em quadra para fazer um jogo chave na sua luta por classificação. A parada, porém era complicada, o Tesaraki, num dos melhores times da primeira fase.. Com a estreia de Francis Etóo, a 2ª Bateria começou o jogo propondo as ações e em bela jogada de Etóo, Correia completou e fez 1 x 0. O Terasaki tentou reação, mas novamente pegou no espaço para Etóo. Ele fez uma jogada espetacular deixando o marcador no chão e assistiu novamente Correia, que ampliou. O Terasaki teve a chance de diminuir num pênalti, mas Fernando Lima acertou a trave. O jogo era bem jogada, mas também faltoso e logo os dois times excederam o número de cinco faltas. As chances no tiro livre, logo apareceram, mas os dois times desperdiçaram. Sidclei, porém, em cobrança de falta fez 3 x 0. O Terasaki iniciou a reação com Antony. O segundo gol também foi dele, driblando a marcação. Fernando Lima perdeu mais um tiro livre, mas com a bola rolando ele fez um golaço, driblando dois marcadores e tocando de letra. 2ª Bateria voltou a ter a chance no tiro livre e Felipe Neves fez o 4 x 3. Num jogo muito bem disputado o Terasaki voltou a empatar com Jeferson. Nos segundos finais o goleiro Nikolas saiu errado e Fernando Lima virou para 5 x 4. No segundo tempo o jogo perdeu intensidade e aos poucos os cartões amarelos foram tirando o pode de fogo da 2ª Bateria. Antes Alex ampliou para 6 x 4. Primeiro foi Etóo, que já tinha cartão e puxou Lima pela camisa. O Terasaki aproveitou e marcou o sétimo gol. Pouco depois foi a vez de Sidclei, que num lance com Fernando Lima, foi acusado de deixar o braço para atingir o adversário. Com dois jogadores a menos a 2ª Bateria levou mais um Antony. Na sequencia o goleiro Nikolas interceptou a bola no meio da quadra e a arbitragem intendeu que ele colocou a mão na bola e o expulsou. Luan ainda descontou para a 2ª Bateria, mas Alex fechou o placar em 8 x 5 e garantiu a vitória no jogo.
O CFL 2019 é patrocinado por, Movilcor, CFC Santanense, Gato e Sapato e Zapatodos, CHS – Centro Hospitalar Santanense, Unimed Fronteira, Posto Larratea, Uniagro / Erva Mate Charme, Provedor A Plateia, Transportes Thomaz, Casa dos Troféus e apoiado por, Óptica Foco, ML 3 Football e Comdica-Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

Rate this item
(0 votes)
Login to post comments
Topo