Carolina, Velha Guarda e Vitéllio garantem vagas na grande final do CFL

O campeonato Citadino de Futsal começou na noite desta terça-feira as primeiras equipes finalistas das competições do segundo semestre. A pouco mais de uma semana da grande final, dia 17, Carolina, na categoria Sub 15, Velha Guarda, na master e Vitéllio, na Série Ouro, garantiram suas presenças na decisão.
Na prorrogação
A primeira decisão da noite envolveu a categoria Sub 15. Com bom público no ginásio, Carolina e RC Livamento, que venceu a primeira partida voltaram a se enfrentar. O carolina teve a bola no inicio mais teve dificuldades para encontrar os caminhos do gol. O RC, bem postado, marcada e ainda ameaçava no contra-ataque.Mas a insistência acabou premiando a equipe do Carolina. A 6min do final do primeiro tempo,o bajeense Luan, recebeu na esquerda, venceu a marcação e bateu de perna esquerda para abrir o placar para o Carolina. O RC, que também tinha criado algumas chances, reagiu rápido e colocou seu time no ataque. A 2min do final Samuel apareceu na quadra adversária para finalizar e jogada e empatar a decisão. O RC retornou do vestiário com o placar a seu favor, mas na primeira chance o Carolina fez o 2 x 1 com Mateus. O Carolina seguiu melhor e marcou o terceiro gol com Luan. O RC mudou peças e tentou o empate, mas faltou capricho na finalização. No final do jogo o Carolina ainda ampliou com Ícaro e fechou o jogo em 4 x 1, levando a decisão para o tempo extra.
Prorrogação
Nos primeiros 5min da prorrogação o Carolina seguiu melhor e abriu o placar com Luan. O RC equilibrou as ações, mas parou no goleiro Gabriel. Na etapa final o RC adiantou o time, mas no contra ataque Matheus ampliou para 2 x 0 e garantiu o Carolina novamente na final do Sub 15.
Master
Velha Guarda e Escolinha Master voltaram a quadra para o segundo jogo da semifinal na categoria. Vencedor do primeiro jogo a Velha Guarda não quis administrar vantagem de num dos primeiros ataques Paulo fez 1 x 0. A escolinha Master, até aumentou o ritmo, mas não se jogou para cima do adversário temendo um novo revez como ocorreu no primeiro jogo. Já a Velha Guarda sentiu-se a vontade para fazer o 2 x 0, com Serginho. Na bola parada Renato descontou cobrando falta. Depois disso a escolinha Master até pressionou e perdeu duas chances de empate com Tiongo. No segundo tempo a Velha Guarda aumentou o ritmo e teve um pênalti a seu favor. Evandro cobrou e ampliou para 3 x 1. A Velha Guarda ainda marcou o quarto gol com Flávio. Na indefinição da defesa, Tiongo se aproveitou para descontar para a Escolinha. Mal deu tempo para comemorar, pois na saída da bola Paulo fez o 6 x 2, Velha Guarda Numa blitz na área do goleiro Picasso a Escolinha recuperou a bola e Tiongo voltou a marcar o 6 x 3. Helinho marcou mais um para a Velha Guarda. Na cobrança rápida de lateral Tiongo descontou para 7 x 4 mas Gerson Xereca ampliou para 8 x 4. O goleiro Sérgio Bastos se arriscou no ataque e acertou um belo chute para fazer o quinto gol da Escolinha. O panorama do jogo, porém não mudou e a Velha Guarda comemorou a vaga na grande final.
Ouro
Fechando a rodada aconteceu a partida mais aguardada, Depois do empate no primeiro jogo, Vitéllio e ASSAF voltaram a grande para decidir a primeira vaga na final da Série Ouro. A decisão começou com o Vitéllio tendo a bola e a ASSAF apostando no contra ataque. Foram da Associação Santanense as primeiras chances, m as o goleiro Diego fez duas grandes defesas. O Vitéllio teve paciência e soube esperar a chance. Ela apareceu na bola parada. Mincho rolou para Rafinha bater rasteiro e abriu o placar. A ASSAF reagiu com força e teve três chances em sequência com Adriano e Hilton.. Mas novamente apareceu a figura do goleiro do Vitéllio para salvar. Já o Vitélllio passou a ter espaço para jogar e após troca de passes, Duka encontrou Guilherme livre na área e ele fez o 2 x 0 Vitéllio. O Goleiro Diego segurou a vantagem até o final do primeiro tempo. Na etapa final a ASSAF tentou logo o empate, mas Hilton parou mais uma vez em Diego. As chances da ASSAF aumentaram com a expulsão de Nairo, após falta em Hilton. Apesar da vantagem a ASSAF não conseguiu vencer a marcação do Vitéllio. Quando os times ficaram em condição de igualdade a ASSAF recuperou a bola na quadra defensiva e Adriano avançou para enfim marcar o gol da equipe. A ASSAF aumentou o ritmo e mais uma vez o goleiro Diego saltou frente a frente com Fernando Lima. Mas na sequência da jogada o passe de Diouzer entrou entre os marcadores do Vitéllio. Fernando Lima recebeu e de calcanhar empatou a partida. O Vitéllio seguiu pressionado, mas acabou encaixando o esperado contra-ataque. Duka roubou a bola, avançou e assistiu Etóo, que marcou o 3 x 2, Vitéllio. A ASSAF manteve a pressão, ma o Vitéllio aproveitou o espaço. Etóo roubou a bola no meio e assistiu Duka, que acertou o ângulo de Cristian e ampliou para 4 x 2, Vitéllio. O jogo entrou no minuto final e parecia decidido. Mas Diouzer cobrou falta da sua área e encobriu Diego fazendo o 4 x 3, ASSAF. A equipe ainda comemorava, quando o Ruben deu uma passe perfeito para Duka ampliar para 5 x 3, o Vitéllio. O jogo recomeçou e Adriano recebeu na área e deu um leve toque para fazer o 5 x 4. Os 10seg finais foram de pressão da ASSAF, mas o Vitéllio resistiu e com o placar de 5 x 4, garantiu sua volta a uma decisão da Série Ouro. Diego, goleiro do Vitéllio foi eleito o craque da rodada. Na quinta-feira serão conhecidos os outros três finalistas. O CFL 2019 é patrocinado por; Movilcor, CFC Santanense, Gato & Sapatos e Zapatodos, CHS-Centro Hospitalar Santanense, Unimed Fronteira, Uniagro/Erva Mate Charme, Provedo

Fonte: http://futebol.grupoarena.org/

Rate this item
(0 votes)
Login to post comments
Topo