Grêmio goleia o Ceará por 4 a 2 e se aproxima do G6 do Brasileirão

O Grêmio entrou em campo na noite deste sábado, diante do Ceará, para disputar a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Embalado na competição, o Tricolor teve uma atuação de luxo e conseguiu manter sua invencibilidade, vencendo os visitantes de goleada, pelo placar de 4 a 2. Os gols foram assinalados por Jean Pyerre, Pepê, Diego Souza e Churín. 

Os instantes iniciais foram equilibrados e de estudo de ambas equipes, mas a partir dos dez minutos, os gremistas passaram a pressionar e impor mais o seu ritmo na partida. Aos 19’, em uma magnífica cobrança de falta, Jean Pyerre abriu o marcador na Arena. E aos 32’, depois de uma boa trama, Pepê ampliou. O Ceará conseguiu descontar aos 36 minutos, com Kelvin. Mas aos 39 minutos, Luiz Fernando protagonizou um lindo lance e acionou Diego Souza, que só teve o trabalho de completar para o fundo das redes. 

O Tricolor seguiu superior no segundo tempo, mantendo o controle do jogo e criando as melhores oportunidades nos 45 minutos finais. Na sua primeira participação na partida depois de substituir Pepê, Diego Churín assinalou de cabeça o quarto gol do Tricolor, aos 24’. Na reta final, aos 45', após uma cobrança de escanteio, Tiago conseguiu descontar para os adversários.  

Com o resultado, o Grêmio chega a 33 pontos e ocupa a 7ª posição na tabela da competição. 

 

Primeiro Tempo 

A primeira tentativa do Tricolor no ataque saiu com uma jogada de Jean Pyerre, que acionou Pepê na esquerda, avançou em direção a área e finalizou, mas a defesa adversária conseguiu cortar o lance, aos 4’. No minuto seguinte, foi a vez de Diego Souza cruzar da meia direita, na medida para o camisa 10, que chutou de primeira, mas por sobre a meta. 

Com 9 minutos de bola rolando, passando do círculo central, Jean Pyerre serviu Pepê, que acionou Diego Souza na área. O centroavante tentou a finalização, mas a bola explodiu na marcação. 

Outra boa chance tricolor saiu aos 16’, após uma troca de passes rápida fora da área. O camisa 10 recebeu o último passe e finalizou de longa distância, obrigando Fernando Prass a fazer uma grande defesa. Em seguida, teve uma falta perigosa a seu favor, pelo meio, na entrada da área. Em uma linda cobrança, Jean Pyerre foi efetivo e colocou no canto direito do gol, estufando as redes e assinalando o primeiro gol gremista, aos 19 minutos. 

Dominando a maior parte do jogo, o Grêmio criou uma série de oportunidades. Em uma delas, Diego Souza acionou Victor Ferraz na direita, que cortou a marcação e chutou forte, para outra grande defesa do goleiro cearense, com 25’ jogados. 

Mas a resposta dos visitantes chegou na sequência e com perigo. Em um lance de contra-ataque, Fabinho recebeu na direita, invadiu a área e bateu forte - a bola explodiu na rede, pelo lado de fora. 

A busca pelo segundo gol seguiu e aos 28’, o Tricolor chegou com Diego Souza, que recebeu na marca penal entre a marcação e tentou a finalização de voleio, para mais uma defesa de Prass. Três minutos depois, Jean serviu Luiz Fernando no meio e chutou, mas após desvio na defesa, a bola se perdeu pela linha de fundo. 

Não demorou e a intensidade no ataque resultou no segundo gol gremista. Jean Pyerre abriu na direita para Luiz Fernando, que fez um cruzamento rasteiro na medida para Pepê. O atacante chegou e mandou de primeira,  ampliando o placar sobre o time cearense, com 32’ jogados. 

O Ceará conseguiu descontar aos 36 minutos, com Kelvin, que arriscou de fora da área, houve o desvio em David Braz, enganando Vanderlei, que não conseguiu fazer a defesa. 

Mas aos 39’, Luiz Fernando protagonizou um lindo lance, aplicando um chapéu na marcação e acionando Diego Souza, que só teve o trabalho de completar para o fundo das redes. 

Na reta fina, o Ceará teve uma chance em escanteio. A bola foi colocada no centro da área, Tiago subiu mais que a zaga gremista e desviou de cabeça, mas direto pela linha de fundo. 

 

Segundo Tempo 

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação na etapa complementar. Logo aos 5’, o Tricolor chegou bem, com um passe de calcanhar de Diogo Barbosa acionando Pepê. A bola terminou com Jean Pyerre, que optou por arriscar um chute colocado, mas a bola subiu demais e saiu por cima da meta. 

Os gremistas seguiram pressionando no campo de ataque e desta vez, foi Luiz Fernando quem recebeu um passe e chutou de primeira, mas o atacante acabou isolando, perdendo a chance de ampliar. 

Aos 15’, Diogo Barbosa recebia um passe na área, mas acabou flagrado em posição irregular e a chance tricolor foi anulada pela arbitragem. 

Os cearenses tentaram responder minutos depois, com um cruzamento de Samuel buscando Cléber, mas o atacante não passou pela zaga gremista. 

Quase na metade da etapa complementar, o técnico Renato Portaluppi providenciou duas alterações. Diego Churín e Éverton ocuparam os lugares de Diego Souza e Pepê. 

Na sua primeira participação no jogo, após uma cobrança de escanteio de Jean Pyerre, dentro da pequena área, Churín mandou de cabeça para o fundo das redes, marcando o quarto gol do Tricolor, aos 24’. 

Passados 30 minutos, os adversários chegaram com Cléber, que recebeu dentro da área, mas chutou mal e a bola se perdeu pela linha de fundo. 

O comandante gremista providenciou mais duas modificações na equipe. Darlan e Matheus Henrique saíram para dar lugar a Lucas Silva e Thaciano. 

Aos 38’, o Tricolor teve uma nova oportunidade em cobrança de falta, frontal, mas de longa distância. David Braz foi para a cobrança, mandou direto e a bola carimbou a trave – por pouco não entrou.  

Nos minutos finais, o Ceará teve uma falta da intermediária, em que Samuel chutou rasteiro, mandando pela linha de fundo, sem perigo para a meta Tricolor. Mas após uma cobrança de escanteio, Tiago conseguiu se antecipar a zaga e desviou de cabeça, descontando para os adversários. 

Final de jogo: Grêmio 4, Ceará 2. 


Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Rate this item
(0 votes)
Login to post comments
Topo