Gisnei

Gisnei

Finalizadas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, os estudantes que não obtiveram isenção têm até a próxima quinta-feira (23) para pagar a taxa de inscrição. O valor é de R$ 85 e pode ser pago em agências bancárias, casas lotéricas e Correios.

Quem teve direito à isenção do pagamento da taxa e concluiu a inscrição no prazo tem participação garantida.

As inscrições pra o Enem foram encerradas na última sexta-feira (17) com 6.384.957 de inscritos. O total de participantes confirmados será divulgado no dia 28 deste mês. As provas serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou de financiamento estudantil.

Estudo

Para reforçar o conhecimento dos candidatos, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) oferece várias estratégias gratuitas, como o Questões do Enem, no qual os estudantes têm acesso a um atualizado banco de dados que reúne provas de 2009 até 2018. O site permite a resolução das questões online, com o recebimento do gabarito.

Pelo perfil EBC na Rede, é possível acompanhar a série Caiu no Enem. O desafio é responder no fim de semana à questão publicada na sexta-feira. Na segunda-feira, um professor responde ao questionamento. A série fica até a semana que antecede ao exame de 2019. Para ter acesso aos vídeos com as respostas, basta se inscrever no cana youtube.com/ebcnarede.

Edição: Valéria Aguiar
 
Por Yara Aquino - Repórter da Agência Brasil
 
 
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O aviso hidrometeorológico emitido pela Sala de Situação da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) na tarde desta segunda-feira (20/5) chama a atenção para o risco de temporais isolados no Rio Grande do Sul.

O boletim destaca que a passagem de uma frente fria associada a um centro de baixa pressão que gira dentro do continente pode provocar ventania e chuvas fortes no Estado.

Na noite desta segunda (20) e na madrugada da terça-feira (21) espera-se o avanço de áreas de instabilidade da fronteira com o Uruguai para oeste, campanha, noroeste, parte do centro e no sul.

Até o período da manhã de terça-feira (21), a chuva deve chegar ao leste e norte. Em alguns pontos pode haver chuva e fortes rajadas.

Ao longo do dia, chove pouco, mas o vento sopra forte, sobretudo no litoral com o ingresso do ar frio e da baixa pressão atmosférica.

A chuva, em termos de volume, deve ser mais forte a partir de quinta-feira (23/5), mas o estado é de atenção até quarta-feira (22), especialmente diante da possibilidade de ventanias.

Condições hidrológicas

A condição hidrológica atual é de níveis dos rios em declínio ou estáveis nos pontos monitorados. Em razão dos volumes ocorridos no Estado nos últimos 15 dias, as cotas medidas no baixo Uruguai e baixo Jacuí ainda estão elevadas, embora em declínio.

Em função da previsão de chuva, a expectativa é que haja resposta hidrológica a partir da metade da semana com destaque para as bacias do Caí, Camaquã e Baixo Jacuí, além de potencial para danos em escala de sub-bacia.

Os meteorologistas  indicam, no momento, condição hidrológica de atenção em função dos pontos com cotas elevadas (baixo Jacuí e baixo Uruguai) e para as demais bacias do Estado em função de possível resposta em razão de volumes localizados.

Texto: Catarina Gomes/Ascom Sema
Edição: Secom

Depois de vencer mais uma em casa e manter os 100% de aproveitamento no Beira-Rio pelo Campeonato Brasileiro, o Colorado se reapresentou na tarde desta segunda-feira (20/5), no CT Parque Gigante. O time comandado pelo técnico Odair Hellmann venceu o terceiro jogo na competição nacional e alcançou o quinto lugar na tabela de classificação. Agora, o Clube do Povo volta suas atenções para a semana de estreia na Copa do Brasil.

O primeiro treino da semana contou com a participação, no campo, dos jogadores que não iniciaram a partida contra o CSA, esses ficaram na academia realizando atividades físicas e regenerativas. O treinador colorado comandou um trabalho coletivo no gramado, movimentando o grupo de jogadores. O zagueiro Rodrigo Moledo, que saiu mais cedo da última partida, acabou sofrendo uma lesão muscular na coxa e fica de fora por cerca de três semanas. Já o volante Rodrigo Dourado realizou uma artroscopia no joelho e volta aos treinos daqui 15 dias. 

Depois do treinamento, o goleiro Marcelo Lomba, autor de grandes defesas contra o CSA, falou sobre a semana de trabalho e projetou a estreia na Copa do Brasil. "A semana passada foi muito importante para a gente se preparar, treinamos bem. Estamos inteiro para a partida contra o Paysandu, fizemos um bom jogo contra o CSA. O Paysandu é um time com uma grande torcida, vamos valorizar muito esse primeiro confronto. Foco total nesse duelo", afirmou o camisa 12.

O Colorado abre a Copa do Brasil contra o Paysandu, na quinta-feira (23/5), às 20h, no Beira-Rio. O jogo de volta das oitavas de final está marcado para a semana seguinte, em Belém. O Clube do Povo inicia a busca por mais um título e conta com o apoio do torcedor para, juntos, conquistarmos mais uma vitória no Gigante.

Fonte: www.internacional.com.br

 

A Arena Eventos mantém as atividades do calendário do primeiro semestre, mas já está pensando na programação da segunda metade do ano no futsal. O foco, neste sentido, está voltado à única competição que ainda que não têm seu cronograma 100% fechado, o Citadino de Futsal Feminino. A competição estreia no calendário e desde abril, quando ocorreu a primeira reunião com os representantes dos clubes, estão abertas as inscrições as equipes que demonstraram interesse na disputa. As fichas estão à disposição das representações dos clubes na sede da Arena Eventos, Av. Alm. Tamandaré, 2719 – sala 304 – Centro de Santana do Livramento em horário comercial. A intenção da organização é reunir entre quatro e seis equipes para esta primeira edição da competição. “O Citadino Feminino é uma antiga reivindicação das atletas e equipes que difundem o esporte a o Citadino Feminino tem a finalidade de manter a visibilidade que ocorreu com as outras cinco categorias que o CFL atua. Está agora nas dirigentes, atletas e representantes da modalidade aproveitaram a oportunidade e se fortalecerem ainda mais com o futsal feminino no CFL 2019, já que terão a mesma estrutura dispensada as demais categorias, inclusive com as transmissões ao vivo dos jogos”, destacou o diretor Allan Badra.

 

A Organização Mundial do Comércio (OMC) iniciou nesta semana uma rodada de negociações para debater acordos relacionados ao comércio eletrônico. O Brasil participa dos debates.

O tema já vem sendo tratado há pelo menos duas décadas na organização, mas agora as nações querem avaliar a necessidade de acordos para lidar com os novos desafios de uma economia cada vez mais digitalizada.

Entre os temas em debate estão regras para trocas de dados entre empresas e prestadores de serviço de países diferentes, a tributação de serviços e bens transacionados entre distintas nações e formas de assegurar os direitos do consumidor em situações como na compra de bens e serviços em países distintos do seu.

A OMC já tinha um programa de trabalho sobre o tópico. Na reunião ministerial de Buenos Aires, em dezembro de 2017, foi definido o início de “discussões exploratórias” sobre o assunto. Durante o Fórum Econômico Mundial deste ano, em Davos, 76 países decidiram avançar as discussões rumo a uma rodada de negociações, processo de maior força institucional.

Propostas

Nesta primeira etapa das negociações, países apresentam suas propostas. Segundo o chefe da Divisão de Promoção de Serviços do Itamaraty, George de Oliveira Marques, os países não devem avançar em uma definição de comércio eletrônico, mas trazer propostas específicas para atender aos seus interesses.

Os Estados Unidos, exemplifica, estão mais preocupados em definir regras para serviços prestados por meio eletrônico e para produtos digitais, como filmes, softwares e impressores 3D. Um dos objetivos seria tratar os produtos digitais de forma semelhante aos bens de comércio "normal", evitando a criação de exigências e tarifas adicionais. O país é sede das maiores empresas de tecnologia do mundo, como Apple, Microsoft, Amazon, Google e Facebook.

Já a China estaria mais focada no estabelecimento de normativas para o comércio de bens por plataformas de comércio eletrônico, como roupas, calçados e equipamentos eletrônicos. Lá estão grandes conglomerados do setor, como Alibaba e JD.com.

De acordo com George Marques, as transações de bens e serviços já são cobertas por acordos sobre esses dois tipos de atividade econômica. Mas o vácuo a ser avaliado seriam os novos negócios baseados em dados, como os de plataformas digitais.

“O que existe de novo e não está coberto é a questão de dados, informação. Hoje o que interessa a empresas de internet como Google, Facebook e Amazon é poder acessar informação de outros países, armazenar e processar para vender serviços ou bens”, disse o chefe da divisão de Serviços do Itamaraty.

Ele disse à Agência Brasil que o Brasil busca nas negociações um “equilíbrio entre regras comerciais e salvaguardas de questões regulatórias”. No tema de defesa contra ataques cibernéticos, por exemplo, os países precisam de gestão sobre suas redes para evitar ataques ou poder se proteger. Ele citou um caso em um grande evento esportivo em que o Brasil identificou um ataque e cortou as comunicações com o país de onde este estava vindo.

Outro tema de interesse da representação brasileira são direitos do consumidor. “Com o comércio eletrônico, o consumidor está num país e o prestador em outro território. Se o consumidor está se sentindo lesado, qual legislação vai valer?”, questiona Marques. Segundo ele, a preocupação é que valham padrões mínimos, como troca de produto defeituoso e fornecimento de informações com clareza sobre condições de pagamento.

Edição: Fernando Fraga
 
Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil
 
Marcello Casal jr/Agência Brasil

Com uma atuação segura e precisa, o Colorado bateu o CSA neste domingo (19/05), em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória veio pelo placar de 2 a 0, em gols marcados por Nonato e Edenilson, este último em uma verdadeira pintura de fora da área. Essa foi a terceira vitória colorada no campeonato, mantendo os 100% de aproveitamento dentro de casa. Com o resultado, o Clube do Povo chegou aos 9 pontos ganhos, subindo para a quinta colocação na tabela de classificação (duas partidas ainda fecham a rodada).

O próximo compromisso colorado é nesta quarta-feira, às 20h, diante do Paysandu, em jogo de ida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o Internacional volta a atuar no próximo domingo, na Vila Belmiro, contra o Santos.

Primeiro tempo:

6min - Primeira chegada colorada! Zeca capricha no cruzamento, a bola vai no segundo poste, onde Guerrero tenta o cabeceio sobre o lateral Apodi, que consegue desviar para escanteio.

7min - Após escanteio cobrado por D'Alessandro, a bola rebate dentro da área alagoana e sobra para Lindoso, que chuta sem muito ângulo em cima de Jordi.

8min - Lomba, um gigante! Patrick Fabiano recebe em profundidade pela esquerda, avança com a bola dominada e, na hora do chute, é travado pelo goleiro colorado. No desfecho do lance, Rodrigo Moledo e Marcelo Lomba se chocam com força. O atendimento médico é chamado para a dupa defensiva colorada.

15min - Problema: Moledo sente a dividida com Marcelo Lomba e Odair é obrigado a promover a primeira substituição. Emerson Santos é chamado para compor a zaga com Cuesta.

26min - Soltou a bomba! Nico López recebe em frente à área e enche o pé para finalizar de canhota, mas Jordi consegue espalmar.

28min - Carlinhos avança pelo lado esquerdo e testa Marcelo Lomba em chute rasteiro. O goleiro segura sem problemas.

30min - Seria uma pintura! Inter tem boa oportunidade em bola parada na frente da área. Paolo Guerrero bate direto com muito veneno e Jordi faz excelente defesa para o CSA.

36min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTER!!! NONATO! D'Alessandro faz bonita jogada abrindo espaço na intermediária e lança sobre a defesa adversária na direção de Iago. O lateral escora de maneira inteligente para a chegada de Nonato, que empurra para as redes. É o segundo gol do camisa 33 pelo Clube do Povo - havia marcado no último jogo, abrindo a vitória contra o Cruzeiro.

37min - Após o gol, Luciano Castán e Zeca batem boca, ambos recebem o cartão amarelo.

43min - Nico López faz fila na defesa adversária pelo lado direito, dribla até o goleiro e cruza para a área, mas a zaga corta.

46min - Gol do Inter é anulado! Edenilson bate falta pelo lado direito e Cuesta completa de cabeça no segundo poste com precisão. A arbitragem, porém, anula o lance após verificar o VAR, alegando participação de Emerson Santos, em posição de impedimento, no lance.

Segundo tempo:

12min - Guerrero consegue bonito passe para Nonato, que faz o giro e finzaliza de perna esquerda dentro da área. Mas o chute sai sem força e o goleiro segura.

13min - Vem tranquilo! Cuesta aplica um lençol em Maranhão dentro da área defensiva e sai para o jogo.

19min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLAAAAAÇO DO INTER!!! EDENILSON! Nonato ganha a dividida com a defesa do CSA e a bola se oferece para Edenilson. O camisa 8 pega de primeira, um pombo sem asa, que sacode a goleira adversária na gaveta. Uma pintura do meio-campista, apliando a vantagem colorada no Beira-Rio. É o oitavo gol dele com o manto vermelho.

26min - Substituição no Inter: sai Nico López para a entrada de Neilton.

28min - Pancada de Guerrero! O peruano é lançado e domina com muita categoria, já engatilhando a bola para o arremate, feito com força procurando o ângulo. Jordi voa para espalmar!

31min - Chega o CSA ela esquerda: Carlinhos faz o cruzamento e Patrick Fabiano desvia de cabeça levando muito perigo à meta de Lomba. Mas o goleiro estava atento e pratica ótima defesa.

34min - Na trave! Matheus Savio bate de primeira e a bola explode no poste. Quase desconta o time alagoano.

35min - Última troca no Inter: sai D'Alessandro para a entrada de Sarrafiore.

37min - Edenilson bate escanteio pela esquerda e Guerrero ganha por cima, mas Castán salva em cima da linha.

41min - Guerrero cobra falta perigosa, mas a bola passa ao lado.

FICHA TÉCNICA
Internacional (2): Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo (Emerson Santos), Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato; D'Alessandro (Sarrafiore), Nico López (Neilton) e Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.
CSA (0): Jordi; Apodi, Gérson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Nilton (Victor Paraíba), Madson (Maranhão), Didira e Matheus Savio (Gerson Júnior); Patrick Nascimento. Técnico: Marcelo Cabo.
Gols: Nonato, aos 36'/1T, e Edenilson, aos 19'/2T (I).
Local: Beira-Rio
Arbitragem: Rodrigo Carvalhães de Miranda, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Carlos Henrique Alves de Lima Filo (trio do RJ)
Cartões amarelos: Zeca e Víctor Cuesta (I); Jordi, Luciano Castán e Nilton (C).
Público total: 27.194; Pagantes: 23.249; Menores: 2.286; Não pagantes: 1.659.
Renda: R$ 826.205,00

 

O principal objetivo da primeira missão ao exterior, onde teve seis dias de reuniões em Nova York e depois em Londres, reiterou o governador Eduardo Leite, foi colocar o Rio Grande do Sul no radar dos investidores da América Latina e da Europa. E o propósito foi alcançado, conforme destacou o chefe do executivo gaúcho pouco antes de seguir para o aeroporto para retornar ao Brasil, no começo da noite de sábado (18/5), no horário de Londres. “Essa viagem valeu muito a pena, o Rio Grande do Sul está no mapa dos investidores, está no radar de quem tem capital para investimentos”, afirmou.

‪Leite e os secretários da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, de Parcerias, Bruno Vanuzzi, e do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, estiveram com investidores e operadores financeiros do Council of the Americas, Bank of America Merryll Linch, Banco UBS, Goldman Sachs, Itaú Unibanco e Credit Suisse, além de conversarem com editores do Financial Times, um dos maiores jornais de economia do mundo, e falarem no Brasil de Ideias da revista Voto. Nos encontros, destacaram as potencialidades do Estado e mostraram as oportunidades de negócios por meio dos programas de privatizações, concessões e parcerias com o setor privado.‬

Qualidade de vida 

‪Segundo o governador, há uma agenda muito clara para o RS, para o enfrentamento da crise fiscal e há a necessidade de se modernizar na busca do equilíbrio entre receita e despesa, trabalhando com uma lógica de privatizações, de ajuste na estrutura de pessoal e previdência e com uma política de desenvolvimento que gere mais renda, riqueza e, consequentemente, mais receita para o Estado.

“Dentro dessa política de competitividade e ajuste das contas estão as privatizações e as concessões para o setor privado em setores como rodovias, hidrovias e aeroportos. Nesse sentido que apresentamos o RS para quem tem capacidade de investir. Mostramos as oportunidades de forma clara, com uma carteira de projetos, não apenas com intenções, e estamos seguros que essa viagem trará resultados positivos. Assim que esses projetos foram levados à execução vamos atrair investimentos e fazer o RS crescer, estimulando nossa economia e melhorando a qualidade de vida das pessoas”, finalizou.

O governador chega ao Brasil domingo (19/5). Na segunda-feira (20), retoma as atividades em Porto Alegre, com extensa agenda até a noite.

Texto: Renan Arais
Edição: Marcelo Flach/Secom Foto: Rodger Timm/Palácio Piratini

Em noite de rodada tripla no Citadino de Futsal o grande destaque não esteve dentro da quadra. Um grande público, o maior desta primeira fase, foi ao ginásio do Guanabara na noite desta quinta-feira para vibrar com as vitórias do Nacional (Sub 13) Zeca F.C. (Sub 18) e Mônaco na força livre. As torcidas de Carolina, Escolinha F.C. e United, mesmo sem a vitória, também fizeram sua parte.
Sub 13
O jogo mais emocionante na rodada foi o primeiro da noite. Pelo Citadino Sub 13, Nacional e Escolinha F.C. estrearam na competição. A Escolinha começou atacando, mas foi o Nacional que marcou com Nicolas. O garoto Iago empatou logo a seguir. Mas o Nacional criava menos para era efetivo e chegou aos 2 x 1 com Maxi. O terceiro do Nacional veio na bola parada e na bela cobrança de falta do goleiro Jonas. Iago ainda diminuiu para a Escolinha. Na etapa final a Escolinha fez uma blitz na quadra adversária e empatou com Serginho. O Nacional voltou a frente com Rafael. Mas a Escolinha seguia criando e acertando a trave do Nacional em duas oportunidades. Na terceira chance não houve jeito e Devid empatou o jogo. Nem bem a bola rolou a Wagner virou o jogo para 5 x 4, Escolinha. Coube ao Nacional reagir e o empate veio no gol de Lucas. O jogo se encaminhava para o final e os dois times buscavam a vitória. A 5seg do final, o Nacional pressionou a saída de bola da Escolinha e obrigou o goleiro Ryan a rifar a bola. Ela caiu nos pés de Rafael que tocou no canto e marcou o gol da vitória do Nacional, com placar de 6 x 5.
Rivalidade
Pela categoria Sub 18 os finalistas de 2018 se reencontraram na rodada desta quinta-feira. O Campeão Carolina buscava sua primeira vitória diante do Zeca F.C. que já havia vencido seu primeiro jogo. A partida disputada, mas com o Carolina marcando adiantado e atrapalhando a saída de bola do adversário. No primeiro erro defensivo do Zeca, Lucas se aproveitou e fez 1 x 0 Carolina. A rodada repetiu-se pouco depois. Desta vez foi Marco Monteiro que perdeu a bola e Adrian ampliou para 2 x 0, Carolina. O Zeca F.C, então esboçou uma reação e após jogada bem concatenada Maick diminuiu. Os dois times marcavam forte, faltando espaço em quadra para uma jogada mais apurada. Mas os erros defensivos do Zeca seguiam ocorrendo e pela terceira vez o Carolina se aproveitou para ampliar para 3 x 1, com Deivid. No segundo tempo
o técnico Ricardo mudou a equipe do Zeca taticamente e o pedritense Kelisson foi adiantado para articular melhor as jogadas da equipes. Deu certo a ele marcou o segundo gol. O Zeca F.C. tomou conta do jogo e passou a pressionar o adversário até chegar ao gol de empate. Tiago marcou, após roubar a bola na quadra adversária. O Carolina não conseguia mais encontrar os espaços e fugir da pressão adversária. O Zeca manteve o ímpeto e chegou a virada novamente com Kelisson. Melhor no jogo o Zeca F.C. ainda tinha o goleiro João Thomaz em grande noite, fechando o gol. O quinto gol era questão de tempo e veio dos pés de Maick. O Carolina ainda tentou voltar para o jogo com o gol de Lucas, mas no contra ataque o Zeca F.C. marcou o sexto gol com Tiago. O Carolina ainda perdeu um de seus destaques, o goleiro Richer, que deixou a quadra no local errado. Como já tinha cartão amarelo, levou o segundo e foi expulso. Com um jogador a menos a equipe ficou a mercê do adversário. O Zeca F.C. soube usar a vantagem e marcou o 7 x 4, com Felipe, garantindo a segunda vitória no campeonato.
Classificação
Fechando a rodada, pela Série Prata, ocorreu um confronto de opostos. O United fez seu quarto jogo ainda tentando a primeira vitória. Do outro lado o Mônaco buscava a terceira vitória para se garantir na segunda fase e manter-se na briga pela ponta. Antes da bola rolar os árbitros quaraienses Eleu Oliveira e Alvânio Brites anunciaram um minuto de silêncio em memoria de Claudio Jardim , pai de Rodrigo Jardim, técnico do United, falecido no final de semana.
Embora com maior volume de jogo o Mônaco oscilou no primeiro tempo. Com isso, na base do esforço, o United manteve o jogo equilibrado e até saiu na frente com Felipe. Hilton empatou encobrindo o goleiro e Somália virou para 2 x 1, Mônaco. Robson Binho fez o terceiro. Depois disso o Mônaco relaxou e PG descontou para o United. Hilton fez o 4 x 2, mas o United encaixou dois ataques e descontou com Marinho e empatou o jogo com PG. Na segunda etapa o United chegou a promover a virada para 5 x 4 novamente com PG. O Mônaco, porém, retomou o controle e virou com Roberto e Murillo. Hilton fez a assistência e Murillo ampliou para 7 x 5. Renan e Somália trataram de definir a partida com mais dois gols e o Mônaco fechou o placar em 9 x 5, confirmando a equipe na próxima fase.
O CFL 2019 é patrocinado por, Movilcor, CFC Santanense, Gato e Sapato e Zapatodos, CHS – Centro Hospitalar Santanense, Unimed Fronteira, Posto Larratea, Uniagro / Erva Mate Charme, Provedor A Plateia, Transportes Thomaz, Casa dos Troféus e apoiado por, Óptica Foco, ML 3 Football e Comdica-Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente.

 

Mais uma vez o Grêmio foi protagonista na Conferência Nacional de Futebol, a CONAFUT, que realizou sua terceira edição entre os dias 16 e 17 deste mês, em São Paulo. O Clube foi vencedor em quatro das sete categorias premiadas no evento – das quais o Grêmio concorria em cinco. Todos os prêmios são relativos à temporada passada.

Vencedor em 2018, o CEO Carlos Amodeo foi escolhido mais uma vez o melhor executivo geral de clube. Nesta temporada o profissional concorreu ao lado dos executivos de Flamengo e Bahia. Outro prêmio à gestão do Clube foi Melhor Executivo Financeiro. Fabiano Würdig foi eleito o melhor profissional da área em votação ao lado dos profissionais de São Paulo e Flamengo.

Bicampeão da Recopa Sul-Americana, campeão gaúcho e semifinalista da Conmebol Libertadores em 2018, o time de Renato Portaluppi também foi reconhecido com o prêmio de Melhor Comissão Técnica. O Tricolor foi o mais votado na disputa com Athletico Paranaense e Cruzeiro.
  
No último dia do evento, o executivo de marketing do Grêmio, Beto Carvalho, arrebatou o quarto prêmio do Clube, disputado com executivos do Cruzeiro e do Palmeiras.

Além de premiado, o Grêmio também esteve presente em um dos diversos painéis realizados na Conferência. O CEO Carlos Amodeo compôs a mesa no terceiro painel, chamado Governança e Compliance no Futebol.
 

Fonte: www.gremio.net

No Rio Grande do Sul, de 2014 a 2017, foram notificados 983 casos de violência contra homossexuais e bissexuais. Contra travestis, mulheres e homens trans, foram 577 casos notificados. No Brasil, em 2018, ocorreram 420 mortes entre a população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transsexuais (LGBT) por violência. Esses casos costumam estar relacionados ao preconceito contra a diversidade sexual.

Conforme Iuday Gonçalves Motta, da coordenação Estadual da Saúde da População LGBT da Secretaria da Saúde (SES/RS), a notificação dos casos de violência contra essa população é compulsória a profissionais da saúde. Segundo ele, esses dados reforçam a importância de se trabalhar com o tema da violência nos locais de trabalho, com foco na sensibilização de profissionais da área.“Realizamos capacitações junto a trabalhadores e trabalhadoras da saúde abordando a questão da violência motivada pelo preconceito contra a diversidade sexual”, explica.

Neste contexto, a tarefa da SES é apoiar os municípios para o trabalho de combate à violência. “Atividades de capacitação contribuem para que se discuta o assunto e são uma oportunidade para reforçar a necessidade de se notificar casos de violência e atuar de forma articulada com a vigilância em saúde do município.” Ele diz que não se trata de denúncia nem de boletim de ocorrência policial, mas de registro para fins epidemiológicos e estatísticos.

Visibilidade do preconceito

Com o tema “Visibilidade faz bem à saúde, preconceito não”, a coordenação de saúde da população LGBT da SES/RS divulgou uma campanha pelo Dia Internacional contra a LGBTfobia, 17 de maio. “Essa campanha busca dar visibilidade às pessoas LGBT e expor os números da violência contra elas, trazendo o problema do preconceito e da discriminação para a discussão na sociedade”, salienta Iuday.

A publicação aposta no conceito de que “a identificação, o acolhimento humanizado e a notificação da violência são ações importantes para enfrentar a Lgbtfobia".

O 17 de maio foi instituído como uma referência de mobilização em torno dos direitos LGBT porque foi nesta data que a Organização Mundial da Saúde (OMS) deixou de considerar a homossexualidade como doença, em 1990.

Para denunciar casos de violência:

Disque 100 – para romper o silêncio
Disque-denúncia/Porto Alegre 0800-64 20 100
Por meio do site do HumanizaRedes 

Texto: Neusa Jerusalém/Ascom SES
Edição: Secom

Página 1 de 336
Topo