Items filtered by date: Maio 2016 - TV Cidade 10
Terça, 31 Maio 2016 19:48

Chips de Provolone

Ingredientes:

Queijo provolone

Temperos opcional

Modo de Preparo:

Fatie o provolone em rodelas de mais ou menos 3 mm. No prato de microondas cubra com papel manteiga e distribua as rodelas de queijo deixando um espaço entre uma e outra. Se quiser, neste momento você coloca o tempero em cima do provolone para fazer chips temperadas, você pode comprar também o provolone já temperado e apenas fatiar ele. Leve ao microondas em potência máxima por 3:30 min. Tire o prato, e desgrude os chips do papel manteiga. Deixe secar um pouco e esfriar antes de servir.
Fonte: www.comsaborperfeito.com

Published in Gourmet
Terça, 31 Maio 2016 19:45

A outra história

Ágil, repleto de camadas e belamente escrito, A outra história é uma reflexão sobre identidade, o processo de ser escritor e a glória e o preço da fama, um retrato de como as decisões de antigas gerações ecoam no presente e moldam o futuro.
Aos vinte e quatro anos, Nicolas Duhamel se depara com um segredo de família perturbador mantido a sete chaves por muitos anos. Perplexo, embarca para São Petersburgo em uma jornada em busca da verdade. Porém, as respostas não surgirão tão facilmente.
Os mistérios de sua origem familiar o levam a escrever seu primeiro romance, O envelope, e a assiná-lo como Nicolas Kolt. Após três anos do inesperado e estrondoso sucesso mundial do livro, Nicolas é um escritor vaidoso, com muitos fãs, um autor obcecado pela fama e pelas redes sociais a ponto de deixar de lado a família e os amigos.
Tanta aclamação, no entanto, tem seu preço, e todos perguntam sobre o novo livro. Mas Nicolas não é capaz de escrever sequer uma linha e não suporta mais mentir. Desejando se afastar de tudo para encontrar uma nova inspiração, ele viaja para a Itália com sua namorada Malvina e se hospeda em um luxuoso hotel na costa da Toscana. Durante o fim de semana em que espera paz e tranquilidade para compor a outra história, Nicolas Kolt se vê diante de perigos e segredos que podem colocar seu futuro em jogo.

• Tatiana de Rosnay é autora de mais de dez livros, dentre os quais A chave de Sarah, que vendeu mais de meio milhão de exemplares em todo o mundo e foi adaptado para o cinema por Gilles Paquet-Brenner em 2010.
• Em 2015, a autora foi nomeada para o Prêmio Goncourt por sua biografia da escritora Daphne du Maurier, Manderley For Ever, e venceu o Prix de la Biographie d’Hossegor.
• Publicadas em cerca de quarenta países, as obras de Tatiana de Rosnay abordam segredos de família e memórias pessoais.


Literatura Estrangeira / Romance

Tatiana de Rosnay

Ano: 2016 / Páginas: 272
Idioma: português
Editora: Intrínseca

Terça, 31 Maio 2016 19:33

Uma Louca Mulher

SINOPSE E DETALHES
Não recomendado para menores de 12 anos
Lúcia (Mariana Ximenes) e Gero (Bruno Garcia) estão juntos há 15 anos. Fugiram para se casar e ela acabou abandonando a dança, que era sua grande paixão, para apoiar a carreira do marido na política. Mas no dia do lançamento da pré-candidatura de Gero ao Governo do Distrito Federal, um evento acarreta em grandes mudanças em suas vidas.
Data de lançamento 2 de junho de 2016 (1h 40min)
Direção: Marcus Ligocki Júnior
Elenco: Mariana Ximenes, Bruno Garcia, Miá Mello mais
Gêneros Romance, Comédia
Nacionalidade Brasil
Fonte: www.adorocinema.com

Published in Cinema

O Plano ABC (Agricultura de Baixa Emissão de Carbono) financiou contratos no total de R$ 12,5 bilhões desde o seu lançamento, em julho de 2010, até abril deste ano. Esse montante corresponde a 60,8% dos R$ 20,5 bilhões programados até julho de 2016, pelo governo federal, para crédito por meio do ABC. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (27) pelo Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas e da Produção Sustentável do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Segundo o coordenador de Sistemas de Produção e Sustentabilidade, Elvison Ramos, os R$ 12,5 bilhões financiaram 27,5 mil contratos em todo o país nesse período. O valor médio dos contratos é de R$ 454 mil por produtor. A área brasileira ocupada com tecnologias do ABC soma 4,3 milhões de hectares.

O plano tem o objetivo de organizar e planejar ações voltadas à adoção de técnicas sustentáveis de produção, a fim de contribuir para a redução de emissão de gases de efeito estufa (GEE) no setor agropecuário.
Financiamento

As linhas de crédito mais procuradas são as de recuperação de pastagens degradadas (RPD), sistema plantio direto (SPD), florestas plantadas (FP) e integração lavoura-pecuária-floresta (iLPF). O ABC também tem financiamento para sistemas agroflorestais, junto com a ILPF, tratamento de dejetos animais e fixação biológica de nitrogênio.

Ainda de acordo com Ramos, o Centro-Oeste, com R$ 3,2 bilhões, é a região com maior volume de crédito investido em tecnologias do ABC, entre janeiro de 2013 e abril deste ano. Depois, aparecem o Sudeste, com R$ 2,8 bilhões; o Norte, com R$ 972 milhões; o Sul, com R$ 963,2 milhões; e o Nordeste, com R$ 826,3 milhões.

Entre os estados, o maior tomador de financiamento do ABC é Minas Gerais, com R$ 1,6 bilhão. Em seguida, aparece Goiás, com R$ 1,3 bi. São Paulo, com R$ 1,2 bi, é o terceiro. Mato Grosso do Sul, com R$ 974,3 milhões, é o quarto, e Mato Grosso, com R$ 899,4 milhões, o quinto. Atualmente, 21 estados têm planos ABC locais.

Na avaliação de Ramos, o plano vem desempenhando um papel importante no contexto da adoção de práticas e sistemas sustentáveis.

 

 
 
 

 

Published in Rural

Invicto no Brasileirão e dividindo a liderança por pontos (10), o Internacional está com sua atenção totalmente voltada para o jogo contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira (1/6), às 19h30, no Beira-Rio. Junto ao seu torcedor, o time de Argel irá em busca da quarta vitória consecutiva que poderá deixá-lo na liderança isolada ao final rodada.

Colorado: esta é a quinta das 38 decisões do campeonato! Contamos com teu apoio nas arquibancadas do Gigante!

O grupo de jogadores treina na tarde desta terça-feira no CT do Parque Gigante e depois inicia a concentração para a partida contra os paranaenses. O Inter não tem nenhum atleta suspenso ou lesionado em relação ao time que venceu o Santos na Vila Belmiro, de modo que Argel poderá repetir a escalação se assim preferir.

Depois do duelo com o Furação, o Inter vai a Salvador no próximo domingo (5/6) para enfrentar o Vitória. Depois, fará dois jogos seguidos no Beira-Rio, contra América-MG (11/6) e Atlético-MG (16/6).
Fonte: www.internacional.com.br

Published in Esportes

Uma nova pesquisa realizada pela Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu que ouvir música melhora a capacidade de aprendizado do bebê. De acordo com o estudo, ao ouvir música o bebê consegue processar melhor tanto a música quanto a linguagem.

"Bebês vivenciam um mundo complexo em que sons, luzes e sensações variam constantemente. O trabalho do bebê é reconhecer essas padrões de atividade e prever o que vai ocorrer. Perceber esses padrões envolve um trabalho cognitivo importante e melhorar essa habilidade cedo pode ter efeitos positivos no aprendizado", disse a co-autora do estudo Patricia Kuhl. Assim como a música, a língua também tem padrões e ao conseguir identificar um deles, o bebê terá maior facilidade em desvendar outros.

A pesquisa contou com a participação de 39 bebês, sendo que 20 fizeram brincadeiras que envolviam música e 19 participaram de brincadeiras que não tinham música. "Nos dois grupos, nós demos aos bebês uma experiência que envolvia uma série de estímulos. A única diferença entre elas era a música", conta a autora do estudo Christina Zhao.

Uma semana após estas atividades, os bebês voltaram para o laboratório e foram expostos a uma série de músicas e falas. Bebês do grupo que realizou atividades com música tiveram melhores respostas cerebrais do que aqueles do grupo que não foi exposto à música. "As escolas atualmente tem reduzido a experiência das crianças com música, dizendo que é caro demais. Esta pesquisa nos lembra que engajar a criança à música possui benefícios que vão muito além da própria música", conta Kuhl.

Por: Redação

Fonte: www.minhavida.com.br

Published in Variedades

A taxa de desemprego voltou a subir no trimestre móvel encerrado em abril, atingindo 11,2%. O resultado é 1,7 ponto percentual maior que o do trimestre móvel encerrado em janeiro (9,5%). A taxa é a maior desde o início da pesquisa, em janeiro de 2012.

No mesmo trimestre móvel de 2015 (de novembro a janeiro), o desemprego foi de 8%, 3,2 pontos percentuais menor. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicilio Contínua (Pnad Contínua) e foram divulgados hoje (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a pesquisa, em abril havia 11,4 milhões de trabalhadores desempregados, número que mostra um crescimento de 18,6%, em comparação ao trimestre móvel encerrado em janeiro deste ano – o equivalente a mais 1,8 milhão de pessoas fora do mercado de trabalho.

Na comparação com o trimestre móvel encerrado em janeiro do ano passado, o número de desempregados chega a 3,4 milhões, com crescimento de 42,1%.

Carteira assinada


Os dados da Pnad Contínua indicam que a população ocupada do país, que fechou o trimestre móvel encerrado em abril em 90,6 milhões de pessoas, recuou 1,1% em relação ao trimestre encerrado em janeiro de 2015 e 1,7% - ou menos 1,5 milhão de pessoas trabalhando - quando comparada a igual período de 2015.

Em consequência, o número de pessoas empregadas no setor privado com carteira assinada recuou em ambas as comparações, caindo 1,8% em relação ao trimestre encerrado em janeiro de 2016 e 4,3% em relação ao mesmo trimestre do ano passado – o equivalente a menos cerca de 1,5 milhão de pessoas.

Os números do IBGE indicam ainda que o rendimento médio real habitualmente recebido em todos os trabalhos pelas pessoas ocupadas ficou em R$ 1.962, valor estatisticamente estável em relação ao trimestre móvel encerrado em janeiro de 2016, que foi de R$ 1.977. Em relação ao trimestre encerrado em janeiro do ano passado (R$ 2.030), a queda no rendimento médio real habitual chegou a 3,3%.

Indústria

Os setores da indústria geral, construção e comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas foram, por grupamento de atividades, os que mais puxaram a taxa de desemprego de 11,2% no trimestre móvel encerrado em abril, na comparação com janeiro deste ano.

Segundo os dados da Pnad Contínua, na Indústria geral, a queda de 3,9% no número de empregos significou menos 473 mil pessoas no mercado de trabalho; na construção, a queda foi de 5,1%, ou menos 400 mil pessoas; no comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, a retração chegou a 1,7%, ou menos 302 mil pessoas empregadas. Segundo o IBGE, nos demais grupamentos não houve variação significativa.

Metodologia

Os indicadores da Pnad Contínua são calculados para trimestres móveis, utilizando-se as informações dos últimos três meses consecutivos da pesquisa. A taxa do trimestre móvel encerrado em abril de 2016 foi calculada a partir das informações coletadas em fevereiro, março e abril deste ano.

* Título alterado às 15h01 para ajuste de informação

 

Edição: Graça Adjuto
Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil

Published in Geral

A semana do Citadino de Futsal começou em alta com um grande público na noite de segunda-feira e três jogos, dois deles eletrizantes e decididos nos minutos finais.

 

Maior goleada

 

O atual campeão Zenit voltou à quadra para fazer o jogo de abertura da rodada na categoria sub 15. O adversário era a Ser Brasil\AABB que buscava recuperação. Mas o Zenit não permitiu. A equipe adiantou o time e tomou conta da quadra do Brasil. José Pedro abriu o placar e Pedro ampliou. Juca marcou logo três gols e desenhou a goleada. Rafinha e José Pedro fecharam o 7 X 0 na primeira etapa. No segundo tempo o Zenit seguiu avassalador mesmo trocando peças.  Rafinha marcou o oitavo gol e Tiago ampliou. Pedro Henrique e Felipe fecharam o placar em 12 X 0, sendo que a AABB teve a chance de fazer seu gol de honra, mas errou o pênalti.

 

Banespa vence

 

O Banespa voltou a vencer, mas suou para abater o El Tanque, que vendeu caro a derrota num grande jogo.  O Banespa começou o jogo perfeito e abriu o placar com Duda no primeiro lance. Chokito ampliou e marcou o terceiro gol. O El Tanque não jogava mal, pois dava trabalho ao goleiro Diego, de grande atuação na partida. Mas o Banespa impressionava pela efetividade. Duda e o goleiro Diego ampliaram para 5 X 0. Gini descontou para o El Tanque. Chokito marcou seu terceiro gol no jogo, sexto do Banespa. Mas o El Tanque voltou a marcar com Kiko, Índio e Daniel, diminuindo a vantagem do Banespa para 6 X 4. O El Tanque voltou para o segundo tempo animado e pressionou até empatar com Kiko e Daniel. Mal deu tempo para comemorar, pois Vini colocou o Banespa na frente novamente. Duda e Vini voltaram a dar a vantagem perdida ao Banespa que ampliou para 9 X 6. O El Tanque voltou a pressionar, mas Chokito e Duda ampliaram marcando mais dois gols. Daniel descontou. O jogo era intenso e Chokito marcou o 12° gol. O El Tanque, porem reagiu e com dois gols de Daniel e um de Kiko derrubou a diferença para dois gols. Vini acabou com as esperanças do El Tanque fazendo o 13 X 10 para o Banespa, confirmando a vitória.

 

Tchênet vence nos centésimos finais

 

No futsal não há acréscimos, pois a partida é cronometrada. Mas se fosse levada para o futebol de campo seria desta forma, nos descontos, que a Tchênet venceria o Livramento em mais um grande jogo da Série Prata. O confronto foi movimentado do inicio ao fim e indicava um desfecho dramático. Allif foi o destaque do inicio do jogo marcando logo três gols para a Tchênet. Alex e Thiaguinho descontaram para o Livramento. Leko marcou o 4  X 2 e a Tchênet levou a vantagem de dois gols para o vestiário. Na etapa final Helinho saiu do banco para ampliar para 5 X 2. Felipe descontou para o Livramento, mas Gregory marcou o sexto gol da Tchênet. O Livramento então encurralou o adversário na sua quadra e descontou com Alex, diminuiu com Japa e empatou com Thiaguinho, 6 X 6, depois que Andrey foi expulso pela Tchênet. O jogo recomeçou a desta vez Gregory levou cartão vermelho após deixar o braço no rosto do adversário. Com um atleta a mais em quadra o Livramento viu a chance de virar o jogo, mas parou no goleiro Miguel em três oportunidades de gols criadas. Allif cobrou falta e recolocou a Tchênet na frente, mas o Livramento voltou a empatar com Japa. O jogo entrou no minuto final com os dois times tentando a vitória e a depois de muita pressão, a Tchênet criou três chances e Lennon, goleiro do Livramento salvou duas vezes. Na terceira tentativa, a 2 centésimos do final, Helinho conseguiu vencer o goleiro e marcou o oitavo gol decretando a vitória da Tchênet por 8 X 7. Os jogadores comemoraram muito a vitória emocionante da equipe.

 

A competição é patrocinada por CFC Santanense, Centro Hospitalar Santanense, Postos Larratea, Decor Tintas, Casa dos Troféus, Movilcor, Selecionados Uniagro, Erva Mate Charme, Gato & Sapatos e Zapatodos e Prefeitura Municipal. O Citadino Sub 18 ainda tem o apoio da Fundação Arena, ML3 Footbal, Jornal A Platéia, Bolas Kagiva e Habitacion Interiores.

 

RESULTADOS

SUB 15 ZENIT 12 X 0 SEDR BRASIL\AABB

PRATA- BANESPA 13 X 10 EL TANQUE

PRATA- TCHÊNET 8 X 7 LIVRAMENTO

Published in Cidade

As principais jogadoras de futebol do mundo entram em campo nos Jogos Rio 2016 entre os dias 3 e 19 de agosto, período no qual será disputado o torneio feminino da modalidade. Craques como a brasileira Marta, cinco vezes eleita a melhor do mundo pela Fifa, e a norte-americana Carli Lloyd, atual dona do prêmio, desfilarão nos sete estádios brasileiros que receberão jogos da modalidade. Para deixar o torcedor com água na boca, apresentamos cinco craques que devem vir ao Brasil em agosto.
Aos 30 anos, a brasileira Marta tem motivação especial para brilhar no Rio 2016. Afinal, disputará dentro de casa aquela que pode ser sua última participação nos Jogos Olímpicos. “Não sei se conseguirei jogar outra”, admitiu a brasileira em fevereiro deste ano ao globoesporte.com. Individualmente, Marta é a jogadora de futebol mais premiada da história: foi eleita cinco vezes seguidas a melhor do mundo, entre 2006 e 2010, feito jamais igualado por mulheres ou homens. Também marcou mais de cem gols pela seleção brasileira, número que nem Pelé atingiu. Coletivamente, conquistou as medalhas de prata Olímpicas em 2004 e 2008 e o segundo lugar na Copa do Mundo da Fifa em 2007. Para alcançar o inédito ouro Olímpico, Marta tem como inspiração o ouro do Pan 2007, também no Rio de Janeiro.
Ela derrubou o Brasil com um gol na prorrogação na final Olímpica dos Jogos Pequim 2008. Também marcou os dois gols do ouro Olímpico dos Estados Unidos sobre o Japão em Londres 2012. Mais tarde, marcou três vezes diante das japonesas na final da Copa do Mundo da Fifa em 2015, no Canadá. Naquele jogo, um dos três gols foi épico, com um chute do meio-campo que encobriu a goleira japonesa Ayumi Kaihori. "Foi definitivamente o meu gol mais bonito, especialmente vindo em uma final de Copa do Mundo", afirmou a craque norte-americana ao Rio 2016. O desempenho na Copa alavancou a candidatura de Carli Lloyd ao prêmio de melhor jogadora do mundo da Fifa, que ela venceu com direito ao voto da brasileira Marta, cinco vezes premiada.
A atacante norte-americana coleciona feitos desde cedo. Aos 22 anos, foi a mais jovem jogadora da seleção dos Estados Unidos na Copa do Mundo da Fifa em 2011. No ano seguinte, fez o gol sobre o Canadá que levou seu país à final Olímpica nos Jogos Londres 2012. Naquele ano, foi finalista do prêmio de melhor do mundo da Fifa e terminou a votação em terceiro lugar, atrás da compatriota Abby Wambach e da brasileira Marta. Atrapalhada por contusões, teve que interromper a carreira mais de uma vez, mas sempre deu a volta por cima. Após voltar aos gramados às vésperas da Copa do Mundo da Fifa em 2015, tem nos Jogos Rio 2016 mais uma oportunidade de brilhar individualmente. E o fato de atuar na seleção norte-americana, quatro vezes medalhista de ouro em Jogos Olímpicos, é uma vantagem e tanto.
Fonte: www.olimpiadas2016.com

Published in Esportes

Os insetos são responsáveis pela transmissão de doenças que matam mais de um milhão de pessoas por ano em todo o mundo. Além dos óbitos, anualmente, registram-se bilhões de casos de patologias também transmitidas por insetos como malária, dengue ou febre-amarela.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as doenças transmitidas por insetos vetores representam 17% de todas as doenças infecciosas.

A malária, transmitida pelo mosquito Anopheles aegypti, infestou mais de 214 milhões de pessoas e matou 438 mil em 2015.

A Dengue, transmitida pelo Aedes aegypt, é a doença transmitida por mosquitos que mais tem crescido, tendo a sua incidência aumentado 30 vezes nos últimos 50 anos.

Os mesmos mosquitos provocam outras doenças, como a febre-amarela, o vírus do Rio Nilo, a Chikungunya e o Zika, que já fez mais de um milhão e meio de casos no Brasil e que os cientistas associam a casos de microcefalia congênita.

A transmissão do agente patogênico (parasita no caso da malária e vírus no caso da dengue ou do Zika) ocorre através da picada do inseto e apenas as fêmeas picam, pois só elas se alimentam de sangue para produzirem ovos.

No mundo, existem cerca de 3,5 mil espécies de mosquitos e graças à globalização – viajam com os humanos em automóveis, caminhões, navios e aviões – estão espalhados por todo o mundo.

A maioria dos mosquitos, no entanto, não viaja longe sozinho. Se tiverem onde se alimentar e onde se reproduzir por perto, não se deslocam muito.

Repelente

Na sua fase imatura, os mosquitos são seres aquáticos, que eclodem e se desenvolvem em água parada, onde se alimentam de algas microscópicas e onde, por sua vez, servem de alimento para peixes. Quando adultos, servem como alimento para aves, morcegos e aranhas.

Desde a invenção do inseticida DDT em 1939, os humanos têm tentado acabar com os mosquitos, mas eles desenvolvem mencanismos de resistência a cada nova geração de veneno, tornando-se ainda mais fortes.

A entomologista do Instituto Pasteur de Paris Anna-Bella Failloux sentenciou: "simplesmente não conseguimos erradicar os mosquitos".

Por isso, a solução é evitar ser picado, usando as técnicas disponíveis, como repelente e roupas largas e claras, recomenda a entomologista Carla Sousa, do Instituto de Higiene e Medicina Tropical.

Agência Lusa

Published in Variedades
Página 1 de 17
Topo