Tecnologia permite controlar as colheitas do celular

Pesquisadores da empresa de serviços de gestão de irrigação, AguaControl, desenvolveu uma tecnologia capaz de controlar a irrigação de suas colheitas. De acordo com León Cosmelli, que é gerente geral da empresa, a produção de uva, por exemplo, é um tipo de cultura que pode se beneficiar disso.   

Independentemente destes números, "até 50% da produção total exportável pode ser reduzida pela má irrigação, o que pode ser evitado se os agricultores entrarem no carrinho de tecnologia", adverte ele. 

Além disso, o especialista afirmou também que cultivar, colher, enfim, trabalhar a terra, são atividades que se relacionam diretamente com a sujeira das mãos. Durante séculos esta tem sido a tônica do mundo da agricultura, no entanto, ninguém é alheio à revolução tecnológica e hoje essas mesmas mãos possuem um Smartphone, um instrumento que leva o negócio para o próximo nível. 

"Entre 70 e 80 ocorre na primeira revolução ao nível da água no campo, irrigação mecanizada ou irrigação por gotejamento, que passa a lâmina para mangueiras surge Estamos agora na segunda. A irrigação automatizada, que não só permite programação remota, mas também fornece informações em tempo real para ter mais controle sobre as culturas e a água utilizada ", explica Cosmelli. 

 99% dos sistemas de irrigação não funcionam de acordo com o projeto original, seja devido à manutenção deficiente, problemas de operação ou devido a um defeito nas instalações. No nível tecnológico, a primeira coisa é a incorporação de um sistema de controle da cabine de irrigação, para saber exatamente quanto equipamento é precipitado por setor, se eles têm boa pressão de trabalho, se o fluxo instantâneo está correto, como funcionam os filtros, etc. 

Depois disso, as variáveis agronômicas devem ser incorporadas. Por exemplo, através de sensores de umidade do solo, "eu posso definir o meu sistema de irrigação para ativar e parar automaticamente quando o solo atinge o nível de umidade que eu quero", diz o executivo. 

Por: AGROLINK -Leonardo Gottems

Rate this item
(0 votes)
Login to post comments
Topo