Gisnei

Gisnei

Há poucos dias, a equipe da ESF Flavio Remedi, do bairro Simon Bolívar, promoveu mais um encontro do grupo “Simon Jovem”. Desta vez o encontro contou com a participação de servidores do Serviço de Atendimento Especializado (SAE) que prestaram orientações ao grupo sobre prevenções de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), tuberculose e gravidez na adolescência.

O grupo Simon Jovem realiza encontros mensais, atendendo jovens dos 12 aos 17 anos, moradores do bairro Simon Bolívar, priorizando o tema da prevenção ao uso de drogas.

http://www.sdolivramento.com.br

O Grêmio confirma oficialmente a contratação em definitivo do atacante Diego Tardelli, que encerrou seu contrato com o Shandong Luneng, da China. Desejo antigo do técnico Renato Portaluppi, Tardelli chegará nesta quarta-feira em Porto Alegre para realizar exames médicos e assinar contrato de três anos com o Tricolor.

Experiente, o atacante iniciou sua carreira profissional no São Paulo, em 2003. No Brasil, o artilheiro ainda passou por São Caetano, Flamengo e Atlético-MG. No exterior, atuou no Real Betis, da Espanha, no PSV Eindhoven, da Holanda, no Anzhi Makhachkala, da Rússia e no Al-Gharafa, do Catar, além do futebol chinês, onde esteve nas últimas cinco temporadas.

Entre os títulos conquistados em sua carreira estão o Mundial de Clubes (2005), duas Libertadores da América (2005 e 2013), uma Copa do Brasil e uma Recopa Sul-Americana (ambas em 2014).

FICHA TÉCNICA

Nome: Diego Tardelli Martins
Nascimento: 10/05/1985 (33 anos)
Naturalidade: Santa Bárbara do Oeste/SP
Clubes: São Paulo, Real Betis (ESP), São Caetano, PSV Eindhoven (HOL), Flamengo, Atlético-MG, Anzhi Makhachkala (RUS), Al Gharafa (QAT) e Shandong Luneng (CHI)

O Ibovespa, principal indicador do desempenho das ações mais negociadas na B3, antiga BM&F Bovespa, encerrou o pregão desta terça-feira (12) em alta de 1,86%, aos 96.168 pontos. O recorde do índice, de 98.588 pontos, foi registrado no último dia 4.

Dentre as ações que compõem o Ibovespa, os papéis que mais valorizaram foram Banco do Brasil ON (6,16%), Vale ON (5,43%) e Bradespar ON (4,89%).

As ações que mais caíram foram Lojas Americanas (3,16%), Suzano (2,87%) e Klabin (2,83%). Os papéis mais negociados foram os do Banco do Brasil ON (6,16%), da Vale ON (5,43%) e da Petrobras (3,54%).

O dólar comercial fechou o dia em baixa de 1,3%, cotado a R$ 3,71. O euro também se desvalorizou, caindo 0,59% e encerrando o dia cotado a R$ 4,21.

Edição: Nádia Franco

 

Os resultados financeiros do Banrisul de 2018 mostram evolução nos principais indicadores financeiros. O banco público gaúcho obteve aumento de 20,3% no lucro líquido recorrente – que chegou a R$ 1,09 bilhão, maior valor em 90 anos de história. Os números foram divulgados nesta terça-feira (12).

No lucro líquido recorrente, a instituição teve desempenho percentual superior a alguns dos principais players privados nacionais: a expansão no Bradesco foi de 13,4% e a do Itaú Unibanco, 3,4%. Segundo o presidente do Banrisul, Luiz Gonzaga Veras Mota, há “apetite para financiar investimentos no Rio Grande do Sul”.

“Temos mais de R$ 2 bilhões no BNDES em linhas para repasse no estado. Há uma confiança para a retomada da economia, e o banco está preparado para este momento. Estamos prospectando operações, à disposição para quem quer se desenvolver aqui”, disse.

Ao longo de 2018, a carteira de crédito do banco cresceu 8,6%, impulsionada 
pela alta liquidez. É um aumento percentual superior ao registrado por Bradesco (7,8%) e Itaú (7,9%). Também foi um crescimento superior ao mercado de crédito em todo o Brasil – que subiu 5,5%, conforme documento divulgado pelo Banco Central na última sexta-feira (8). O crédito comercial – financiamento das famílias e capital de giro das empresas – cresceu em linha com o mercado nacional: 11,2%.

Por meio de concessão de crédito, o Banrisul injetou R$ 47,2 bilhões na economia gaúcha em 2018. O índice de cobertura, que chegou a 300%, também foi ressaltado: “Para cada real de inadimplência, temos três guardados. Isso nos dá segurança para seguir multiplicando a oferta de crédito”, destacou. Bradesco (245%), Santander (241%) e Itaú (200%) tiveram performances inferiores ao Banrisul no ano passado.

Boa parte dos mais de R$ 34 bilhões em operações destinam-se ao varejo – tanto pessoas físicas como jurídicas. São 73,4% para essa parcela, ou R$ 25 bilhões. O setor imobiliário representa 12,1%, ou R$ 4,1 bilhões. Crédito rural (R$ 2,4 bilhões), câmbio (R$ 1,5 bilhão) e financiamento de longo prazo (R$ 920 milhões) completam a carteira. “No auge da crise, em 2015, houve uma baixa na oferta de crédito. Retomamos definitivamente agora e ainda há muito espaço para crescer”, acrescentou o presidente.

Redução da inadimplência

Um dos grandes destaques da gestão do banco foi a redução da inadimplência. Índice estipulado pelo Banco Central – que considera contas atrasadas em mais de 90 dias – foi de apenas 2,6%. Em apenas dois anos, o percentual foi reduzido praticamente pela metade: era de 5% em 2016. No ano passado, foi o melhor desempenho na comparação com os três principais bancos privados do país: Bradesco e Itaú atingiram 3,5%, e Santander chegou a 3,1%.

Os ativos totais do Banrisul subiram em 5,6%, somando avanço de 30% nos 
últimos quatro anos. E o retorno sobre os ativos (ROA) também animou a diretoria, pois o resultado está em linha com as grandes instituições financeiras nacionais. Com média anual de 1,5%, o percentual ficou em cerca de 1,7% nos últimos dois trimestres – desempenho semelhante a Bradesco (com 1,6%), Itaú (1,6%) e Santander (1,7%).

Adquirência em alta

Houve um aumento de receitas verificado especialmente na operação de adquirência do banco, a Vero. O valor transacionado pela empresa subiu 18,9% no ano, passando de R$ 22,4 bilhões para R$ 26,7 bilhões.

Nos últimos quatro anos, a cifra quase duplicou, atingindo 78,7%. “A Vero está muito bem estruturada. Temos um plano de vendas robusto com todas as modalidades do mercado para o lojista, oferecendo um portfólio moderno com mobile, 3G, wifi, POS fixo e Smart POS”, destacou. Gonzaga adiantou que a partir do segundo semestre, com o acréscimo de bandeiras, as máquinas trabalharão com 99,2% do mercado de cartões do Brasil.

A estratégia para crescimento do produto nos próximos anos vem em duas grandes frentes. No Rio Grande do Sul, segundo o presidente, há caminhos para conquistar os próprios clientes do Banrisul, otimizando ainda mais a relação e apostando no uso de canais digitais. Fora do estado, o plano é utilizar a tecnologia e incrementar os subcredenciadores, que estão concentrados no centro do país.

Atualmente, são 22 – mas a meta é chegar a 50 até o final do ano. “São parceiros de negócio, que atuam em nichos diferentes e que se complementam”, disse Gonzaga.

Com 138 mil adquirentes e 365 mil pontos de venda no RS, a Vero apresentou crescimento de 32% nos últimos quatro anos. No mesmo período, o valor transacionado ultrapassou 78%, sendo 18,9% apenas em 2018. Responsável pela Vero e pelo Banricard – que centraliza as operações de cartões de benefícios e empresariais – a Banrisul Cartões S.A. também teve lucro líquido recorde. O crescimento chegou a 16,6% no ano, atingindo R$ 258,9 milhões e margem Ebitda de 48,7%.

Lucro para a sociedade

O Rio Grande do Sul conta com a atuação do Banrisul em diversas frentes da 
comunidade. Citando discussões travadas em Davos, durante o Fórum Econômico Mundial, Gonzaga pontuou que a instituição – sobretudo por ser pública – “não vive do lucro pelo lucro”. “O banco distribui os ganhos para a sociedade. Compartilhamos com todos esses resultados.”

O presidente mencionou que a estatal é quem mais financia hospitais (cerca de R$ 900 milhões em 2018) e universidades (R$ 200 milhões) no estado. Também é a maior doadora do Funcriança, do Fundo do Idoso e do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon), apoiando também ações sociais como Projeto Pescar e Menor Aprendiz.

Além de patrocinar o esporte profissional, está no topo do incentivo à prática entre crianças e adolescentes gaúchos pela Lei do Esporte. Na Lei Rouanet, o Banrisul é o maior fomentador do estado. E para patrocínios, em 2019, serão 274 eventos, entre grandes e pequenos, selecionados por edital público de projetos.

Gestão de resultados

Os resultados positivos apresentados pelo Banrisul, segundo Gonzaga, foram formados por uma série de fatores. A efetiva cobrança de crédito inadimplente e a contenção das despesas foram alguns dos pilares citados pelo executivo. Por trás dessa atuação, há uma característica importante na performance do banco: o perfil técnico de sua diretoria.

À frente da estatal desde abril de 2015, a atual gestão é formada essencialmente por quadros internos. No período, investiu em processos de qualificação, diversificou o portfólio de produtos e serviços e apostou na modernização do banco – considerado modelo nacional na área de tecnologia e segurança de dados, sendo criador do Fórum Internacional de Tecnologia de Informação, já na 10ª edição.

Para se preparar ainda mais para o novo momento do sistema bancário, foi criada uma unidade de transformação digital, que integra a área de TI com o setor de negócios. Inteligência artificial, computação cognitiva e internet das coisas já fazem parte da rotina da instituição.

Para os próximos anos, a gestão construiu um planejamento estratégico de 2018 a 2022. Desenhando objetivos, metas e diretrizes orçamentárias, o documento traz um plano de ação integrado entre Conselho de Administração, diretoria e rede de agências. “São iniciativas traçadas para atingir objetivos de médio e longo prazos. Fazemos isso tudo com um trabalho muito forte de governança e gestão de oportunidades”, ressaltou. “O desempenho dos últimos anos reflete decisões estratégicas e o trabalho incansável de todos os colaboradores. Avançamos muito e reafirmamos a vocação como um banco de varejo”, concluiu Gonzaga.

Texto: Ascom/Banrisul
Edição: Marcelo Flach/Secom

 Foto: David Pires / Banrisul

 

Existem muitas formas de doação. O verbo doar sempre que é conjugado na grande maioria das vezes dá razão a uma bela ação. Imagine uma doação de tempo numa atividade que atinge a todos. Foi o que fez o grupo Movimento Cronometragem e Assessoria Esportiva e a VS Nutrição de Rossana Velazquez Schultz. O grupo também composto pelos atletas Nidgie da Silva, Siham e Sameher Baja, Suzen Baja e Ruth Andrea Diaz, resolveu adotar um canteiro do Parque Internacional próximo do monumento A Mãe. As responsáveis comunicaram à Prefeitura da iniciativa e do real propósito da ação, que foi limpá-lo e mantê-lo com a grama cortada para que todos os usuários do Parque Internacional possam usufruir do espaço e colaborar pela manutenção e limpeza do local. O mutirão de limpeza ocorreu na manhã desta sexta-feira e o local ganhou num novo aspecto após a limpeza geral. Depois do trabalho o grupo se reuniu para uma breve confraternização, um almoço coletivo. O local passa a receber limpeza periódica do grupo que vai utiliza-lo para atividade físicas, como exercícios ao ar livre antes e pós treinos, café da manhã coletivo ou simplesmente tirar os calçados e relaxar em contato com o verde da natureza. Ésta ação do Grupo Movimento e VS Nutrição visa compartilhar ações em benefícios de todos os cidadãos que desejam usufruir de espaços públicos mais bem cuidados.

A grande festa do verão. A sede campestre do Clube Caixeiral vai para neste próximo sábado ao sediar o maior evento do verão da entidade. O Planeta Caxixa se qualifica como o evento do final de semana da Fronteira. A festa começa às 23h deste dia nove e o associado em dia tem acesso gratuito, como tradicionalmente ocorre em todos os eventos do clube. A festa, porém, é aberta ao público em geral e o não sócio paga R$ 30.00 para participar da festa. As atrações no palco que será montado na quadra coberta terá nomes como a cantora Ketlen Esquirio e duas bandas santanense, o som gaudério do Só Gaitaço e a tradicional Banda Leblon. O sertanejo romântico de Bruno Neto também faz parte da programação. Nos intervalos o DJ Raul Giulia dita o ritmo da galera. Garanta seu ingresso nos telefones 3242 2126 ou 3243 4328.

Na manhã desta quinta-feira, no CT Luiz Carvalho, o plantel gremista realizou mais um trabalho visando o duelo diante do Avenida, domingo, às 18h30, na Arena, em jogo válido pela 6ª rodada do Campeonato Gaúcho e também pela Recopa Gaúcha de 2019.

Renato Portaluppi comandou um treino técnico de dois toques em campo reduzido, de ataque contra defesa em times alternados, exigindo movimentação, toques rápidos, raciocínio ligeiro e finalizações. Nesta movimentação, Renato não deu indicativo de time para domingo. A ausência foi Matheus Henrique, que apenas correu em volta do gramado. O lateral, Léo Moura, que não joga desde o duelo diante do Juventude, voltou a trabalhar com bola, mas em separado, sob a supervisão da equipe de fisioterapia. Na sequência, ele também correu.

O lateral, Bruno Cortez, concedeu entrevista coletiva no auditório do CT. Dentre vários assuntos, ele falou sobre as boas atuações de Juninho Capixaba no Gauchão e a disputa sadia por uma vaga na lateral-esquerda.

O plantel gremista ainda treina nas manhãs de sexta-feira e sábado, quando Renato encaminhará a equipe para o jogo do próximo domingo.

Garanta seu ingresso pelo site https://arenapoa.com.br

Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Os médicos brasileiros formados no exterior, mas sem registro, no país terão os dias 13 e 14 para fazer inscrição nas vagas em aberto do programa Mais Médicos.

Os candidatos deverão entrar no site do programa e indicar em quais municípios desejam realizar o atendimento à população.

O processo ocorrerá na próxima semana. No dia 13, o Ministério da Saúde irá divulgar os municípios com vagas remanescentes em aberto. Nos dois dias seguintes, os médicos que obtiveram diplomas no exterior, mas não têm registro no Brasil escolherão a cidade de sua preferência entre as que disponibilizaram vagas.

No dia 19, será divulgada a lista dos inscritos, das vagas ocupadas e dos municípios contemplados. De acordo com o Ministério da Saúde, os profissionais sem registro vão passar por um “módulo de acolhimento”, onde serão oferecidas aulas e haverá avaliação pela equipe do programa, com aplicação de exames e outras formas de verificação da condição de atuação dos inscritos.

Balanço

Há aproximadamente 1.500 vagas em aberto, segundo oúltimo balanço do Ministério da Saúde, divulgado no dia 15 de janeiro.

Das 8.517 vagas abertas com a saída de Cuba do acordo de cooperação que viabilizava a presença de profissionais daquele país no programa, foram realizadas novas chamadas nas quais as vagas foram ocupadas por 7 mil médicos com registro no país até o momento da atualização.

Edição: Nádia Franco
 
Por Jonas Valente - Repórter da Agência Brasil

Com o objetivo de debater as principais metas para 2019, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) promoveu o primeiro encontro da atual gestão com os titulares interinos das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), na tarde desta quinta-feira (7), no Auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff). Durante o evento, o secretário da Educação, Faisal Karam, anunciou que o estudo de reestruturação das CREs inicia em até 90 dias.

Também foram entregues 25 camionetas Chevrolet Spin para as CREs e distribuídos 120 kits de robótica, no valor de R$ 130 mil, para o atendimento especializado de alunos com Altas Habilidades/Superdotação das escolas estaduais. As ações visam qualificar os recursos didáticos e pedagógicos dos estudantes e modernizar a atual frota de veículos.

O secretário Faisal Karam destacou que a reformulação da estrutura busca otimizar, racionalizar e centralizar melhor os serviços de atendimento. “Temos que ter bem claro que reestruturar não significa fechar nenhuma CRE. Este estudo é para que o cidadão encontre o máximo de serviços à sua disposição naquele local e tenha resultados mais ágeis para aquilo que necessita”, explicou.

De acordo com o diretor do Departamento de Logística da Seduc, Paulo Rezende, a renovação da frota de veículos busca modernizar e qualificar o transporte das CREs. “Nós iremos substituir aqueles carros mais antigos, com alta quilometragem, por outros mais novos, com ar-condicionado e maior comodidade”, afirmou.

Conforme a assessora em Educação Especial da Seduc, Maristela Deos, os kits de robótica irão qualificar o atendimento nas salas de recursos das escolas e oferecer mais possibilidades aos alunos. “O objetivo é diversificar a oferta de recursos pedagógicos para que esses alunos desenvolvam, ainda mais, suas habilidades nas mais diversas áreas do conhecimento”, observou.

Presenças

O encontro ainda contou com a presença dos seguintes representantes da Seduc: a adjunta da Educação, Ivana Genro Flores; o diretor do Departamento Pedagógico e de Recursos Humanos, José Adílson Antunes; o diretor adjunto do Departamento Administrativo, Carlos Alexandre Ávila; a diretora adjunta do Departamento Pedagógico, Raquel Padilha; a chefe de gabinete, Daiane Lima; o diretor-geral, Paulo Magalhaes; a coordenadora de Comunicação Social, Bianca Garrido; e as assessoras técnicas Eliane dos Reis e Cleusa Flesh. Além disso, estiveram presentes assessores e demais representantes das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs).

Texto: Ascom Seduc
Edição: André Malinoski/Secom

Foto: Divulgação/Lucas Nogare

A terça-feira (5/2) foi de reapresentação após vitória em casa e de novidade no CT Parque Gigante. O grupo de jogadores se reapresentou nesta tarde após vencer o Brasil de Pelotas por 1 a 0 e iniciou a preparação para o próximo desafio no Campeonato Gaúcho. E o Colorado recebeu um reforço nos treinamentos, o atacante Paolo Guerrero voltou, fardou e foi ao campo iniciar o período de treinos com seus companheiros. O peruano poderá estrear oficialmente pelo Clube a partir de 5 de abril. 

O treinador Odair Hellmann comandou um trabalho técnico no gramado com os atletas que não iniciaram a última partida no Beira-Rio. O comandante separou o grupo em três equipes com seis jogadores em cada. Enquanto dois times se enfrentavam numa parte do campo, o outro realizava um exercício de finalização. Já o restante do elenco ficou na academia fazendo atividades físicas e regenerativas. 

O próximo duelo do Inter no Gauchão está marcado para domingo (10/2), às 17h, contra o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi, pela sexta rodada do Estadual. O Colorado ocupa a quinta posição na tabela de classificação, com sete pontos somados. E, agora, busca mais um resultado positivo para brigar pelas primeiras posições. A equipe tem quatro treinamentos na semana até a viagem para Caxias do Sul, no sábado (9/2). 

Fotos: Ricardo Duarte

 

Página 1 de 317
Topo