Gisnei

Gisnei

Casos de urgência e emergência de beneficiários de planos de saúde podem ficar fora dos prazos de carência. A mudança está prevista no Projeto de Lei do Senado (PLS) 502/2017, aprovado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) nesta quarta-feira (15). A iniciativa, da senadora Rose de Freitas (Pode-ES), também reduz para 120 dias o período de carência nas internações hospitalares.

Hoje a legislação define prazo de carência de 24 horas, para atendimentos de urgência e emergência; 300 dias, para parto; e 180 dias, para cirurgias. Apesar dos argumentos das operadoras de que a fixação de períodos de carência proteja as operadoras contra eventuais abusos e fraudes do consumidor, Rose argumenta que essa regra não pode inviabilizar o atendimento de saúde em circunstâncias excepcionais e imprevisíveis, que exijam solução imediata.

O relator, senador Mecias de Jesus (PRB-RR), considerou injustificável o plano de saúde não cobrir um problema de saúde que surja nas primeiras 24 horas do contrato e exija pronta intervenção médica.

“Retirar esse direito do usuário consumidor seria colocar em risco sua vida ou incolumidade física. Evidentemente, não se trata de permitir fraudes ao plano de saúde, que, no momento da contratação, poderá verificar se o potencial consumidor está em situação de urgência ou emergência previamente constituída”, explicou.

Como foi aprovado em caráter terminativo, caso não haja recurso da decisão da CAS, o projeto seguirá direto para a Câmara dos Deputados.

Edição: Valéria Aguiar
Por Karine Melo - Repórter da Agência Brasil 

A Secretaria da Saúde registrou nesta semana os dois primeiros casos de óbito por gripe no Rio Grande do Sul. Tratam-se de dois idosos: um de 71 anos residente em São Gabriel e outro, de 79 anos, morador em Barra do Ribeiro.

Os diagnósticos foram confirmados pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) para os tipos de vírus influenza A-H1N1 e A-H3N2.

Para a secretária da Saúde, Arita Bergmann, o fato reforça a importância da vacinação para os grupos considerados prioritários. “Os óbitos alertam para a necessidade de as pessoas se vacinarem, principalmente as crianças, que tiveram uma das menores coberturas até agora”, disse.

O caso mais recente dos óbitos ocorreu no último dia 11, em São Gabriel, com um idoso de 71 anos que contraiu o tipo de vírus A-H1N1. Anteriormente, em 2 de maio, a mulher de 79 anos, residente em Barra do Ribeiro, morreu após ficar internada na capital e teve diagnóstico para H3N2.

Ambos procuraram atendimento após apresentarem sintomas de desconforto respiratório, com tosse, dor de garganta e febre. Os dois precisaram ser transferidos para leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e chegaram a iniciar o tratamento preconizado com o antiviral oseltamivir (de nome comercial Tamiflu). Nenhum deles chegou a ser vacinado neste ano, já que as internações ocorreram antes do início da campanha de vacinação para os idosos.

Os dois tinham ainda fatores de risco. O morador de São Gabriel era diabético, enquanto a residente em Barra do Ribeiro tinha uma imunodeficiência crônica. Até esta quarta-feira (15), foram registrados nove casos pelos três tipos de vírus influenza, sendo esses óbitos entre eles.

Campanha vai até 31 de maio

A campanha de vacinação contra a gripe neste ano iniciou em 10 de abril para as crianças e gestantes e em 22 de abril para os demais grupos. As mais de 2,3 milhões de doses aplicadas até agora representam 60% de cobertura. A meta é chegar a 90% em cada grupo. “A vacina da gripe é 100% segura”, frisa a secretária Arita.

A campanha de vacinação contra a gripe vai até 31 de maio. Ainda restam cerca de 1,5 milhão de pessoas que devem se proteger contra os três tipos de vírus da gripe mais frequentes (A-H1N1, A-H3N2 e B).


Grupo prioritário: doses aplicadas (cobertura):

Crianças (maiores de seis meses e menores de seis anos): 410 mil (56%)
Gestantes: 61,6 mil (58%)
Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto): 13,4 mil (77%)
Trabalhador da saúde: 193 mil (61%)
Indígenas: 16,7 mil (66%)
Idosos: 1,1 milhão (73%)
Professores: 83,3 mil (76%)
População privada de liberdade: 12,2 mil (33%)
Funcionários sistema prisional: 3,8 mil (72%)
Doentes crônicos: 427 mil (44%)
Policiais e militares: 17 mil (42%)
Total no RS: 2.301.962 (60%)

Texto: Ascom SES
Edição: Secom

O Rally Trancos RS realizou a sua segunda prova do ano no último sábado, dia 11 de maio, em Jaquirana, nos Campos de Cima da Serra Gaúcha. O frio característico da região deu uma trégua aos competidores, mas a chuva se encarregou de deixar o terreno devidamente molhado e liso para garantir a emoção da prova para a estreia da categoria motos e também para a passagem de UTVs, quadriciclos e carros 4x4 nas categorias Graduado, Turismo, Turismo Light, Passeio e Adventure. Entre os destaques esteve o navegador de Santana do Livramento, Marcelo Ritter, que venceu a prova entre os UTVs e assumiu a liderança na classificação geral da competição.

No total, os competidores percorreram 130 quilômetros de prova, sendo 56 de trecho cronometrado, passando por uma pista montada em uma serraria e por mais três fazendas da região. A prova organizada pelo diretor Alexandre Rech foi dividida em duas etapas e contou com mais de quatro horas de duração. “Foi uma prova de tirar o fôlego do navegador e do piloto, com muita pegadinha. O Rech está especialista em provas de alto nível, foi muito bem medida, com exigência altíssima para o piloto e o navegador. A organização do Rally Trancos RS está de parabéns, em cada prova somos surpreendidos, cada vez mais em destaque no cenário nacional, temos que agradecer em ter um organizador deste nível aqui no Rio Grande do Sul”, afirma Marcelo.

O navegador de Santana do Livramento competiu ao lado do piloto de Santa Cruz do Sul, Roberto Keller. De acordo com Roberto, a prova de Jaquirana foi para profissionais. “Sem dúvida umas das melhores que já andei, muito técnica, com médias altas e com o piso molhado. Ficou difícil de manter o tempo sem erros, mas felizmente terminamos as duas etapas sem nenhum problema e sem nenhum erro, garantindo assim a vitória”, destaca.

Em 2019 o Rally Trancos RS está rodando o estado realizando quatro provas em cidades características para o esporte off-road. A competição nasceu da tradicional Copa Trancos & Barrancos, que agora vai acontecer como evento especial em um final de semana na Serra Gaúcha, ainda com a data a ser definida. O Rally Trancos RS realizou a primeira prova do ano em Palmares do Sul e, depois de Jaquirana, segue para Piratini no dia 20 de julho e encerra em Passo Fundo no dia 30 de novembro. As inscrições para a próxima prova já estão abertas no site www.trecho1.com.br.

Desenvolvimento Social

Todos os eventos promovidos pela Trecho 1 contam com atividades sociais para envolver os competidores com a comunidade local. Em Jaquirana cada dupla inscrita fez a doação de dez quilos de alimentos não perecíveis que foram encaminhados ao Centro de Referência em Assistência Social (Cras) do município.

O Rally Trancos RS tem supervisão da Federação Gaúcha de Automobilismo (FGA) e da Federação Gaúcha de Motociclismo (FGM). A organização é de Trecho 1 Eventos e Promoções e Associação de Pilotos de Passo Fundo (APPF). O patrocínio é de Troller Trilha Florauto, GS 4x4 Performance, Gratt Indústrias de Máquinas, DSTRAC Performance 4×4, Revenda Marr Sul Power Sports, Multital Factoring, Imóveis Crédito Real, A2M Motorsport V-trek, Q7 Off-Road, Tecnnic Eletrônica Industrial, Cooper Tires, Prefeitura de Palmares do Sul e Prefeitura de Jaquirana. O apoio é de Jeep Moto Clube de Palmares do Sul, Flosul Madeiras, Pampa Jipe Clube, D’primus Off-Road, Rotas e Trilhas, Equipe Trancos & Barrancos e Comunicação 4×4.

Texto: Aline Ben da Costa/Comunicação 4x4

O Internacional conheceu na noite desta segunda-feira (13/05) o seu adversário nas oitavas de final da Libertadores da América: será o Nacional-URU. O sorteio foi realizado na sede da Conmebol, em Assunção, no Paraguai, e definiu o chaveamento entre os 16 times classificados na fase de grupos do maior torneio do continente. A primeira partida será disputada em Montevidéu, entre os dias 23 e 25 de julho. A partida de volta, em Porto Alegre, ocorrerá entre os dias 30 de julho e 1º de agosto. Caso avance, o Colorado enfrentará o vencedor do duelo entre Emelec-EQU e Flamengo nas quartas de final.

Líder invicto do Grupo A, classificado com um rodada de antecedência, o Clube do Povo terminou a fase de grupos com o terceiro melhor aproveitamento geral. O Nacional, por sua vez, foi o melhor segundo colocado da fase de grupos. O Inter foi colocado no Pote 1, junto com Palmeiras, Cruzeiro, Cerro Porteño-PAR, Libertad-PAR, Boca Juniors-ARG, Flamengo e Olimpia-PAR, times que terão a vantagem de decidir em casa nas oitavas de final. No Pote 2, estavam Nacional-URU, River Plate-ARG, LDU-EQU, Grêmio, San Lorenzo-ARG, Athletico, Godoy Cruz-ARG e Emelec-EQU.

Confira abaixo o chaveamento completo:

Fonte: www.internacional.com.br

O Libertad do Paraguai será o adversário do Grêmio na fase de oitavas de final da Copa Libertadores da América.

A definição se deu em sorteio realizado na noite desta segunda-feira, na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai.
Os confrontos serão disputados em julho, após a disputa da copa América. Por ter melhor campanha, os paraguaios têm a vantagem de decidir em casa, no Defensores del Chaco, em Asunción. O primeiro jogo será na Arena, em Porto Alegre. As datas serão divulgadas posteriormente.

O Grêmio se fez presente no sorteio desta noite com o executivo de futebol, Klauss Câmara, e com o diretor de futebol, Deco Nascimento. 

Grêmio e Libertad repetem o duelo ocorrido na fase de grupos da Copa Libertadores deste ano. O Libertad venceu o Tricolor por 1 a 0 dentro da Arena, mas o Grêmio deu o troco no returno, vencendo fora de casa por 2 a 0, dois gols de Everton.
Antes da edição deste ano, as duas equipes jamais haviam se enfrentado.

Foto: Lucas Uebel 

Se você tem o hábito de fazer depilação, seja com cera, lâmina ou a laser, sabe que em alguns casos essa tarefa pode ser demorada, dolorosa e até mesmo causar alergias dependendo da agressividade do método. Portanto, antes de fazer uma depilação é preciso conhecer as diferentes técnicas e saber se são recomendáveis para o seu tipo de pele.

Então, se tem interesse em descobrir como os tipos de depilação são realizados, quais os cuidados antes e depois, prepara-se para sanar todas essas e muitas outras questões abaixo; confira:

O que é a depilação?

Os métodos de depilação foram inventados milênios atrás, porém acabou só se popularizando no início do século XX. A depilação é um processo para eliminação de pelos e, de acordo com a dermatologista Analupe Webber, deve ser feito, dependendo do método escolhido, com acompanhamento médico.

Tipos de depilação e como são feitos

Lâmina

O método é o menos agressivo, desde que se tenha o cuidado de evitar passar a lâmina no sentido contrário ao do crescimento dos pelos para não encravarem.

Outra dica é preparar a pele com cremes de barbear ou produtos próprios para depilação e aguardar três minutos para os fios amolecerem. Evite sabonete, hidratante e condicionador, que não têm esta finalidade e podem provocar alergia. Rápida e indolor, esta depilação corta os pelos rente à pele, por isso, eles crescem em um ou dois dias.

Foto: Reprodução/Shutterstock
Foto: Reprodução/Shutterstock

Cremes depilatórios

Os cremes depilatórios possuem quase o mesmo efeito das lâminas, pois dissolvem o pelo e não eliminam a raiz. Esses produtos têm tioglicolato na fórmula, uma substância química utilizada no alisamento de cabelos que quebra a estrutura do fio até que ele seja destruído, deixando a superfície da pele lisinha.

Este químico também pode inibir um pouco a velocidade de crescimento do pelo, o que pode aumentar seu intervalo de reaparecimento para até cinco dias após o uso. Os cremes ainda costumam possuir ativos hidratantes, como óleos e manteigas, além da vitamina E, que combatem o ressecamento do corpo ao mesmo tempo.

No entanto, embora os creme depilatórios sejam indolores, é sempre recomendado fazer um teste antes de usar esse tipo de produto. Aplique um pouco do creme na parte de trás do braço e espere 24 horas para ver se há alguma reação. Para fazer a depilação, é só seguir as instruções do fabricante. É importante controlar o tempo de aplicação à risca.

Deixar o cosmético em contato com a pele por mais tempo não melhora o resultado, pelo contrário, pode causar danos graves à pele. E, apesar das fórmulas estarem mais modernas, não são indicadas para regiões íntimas, pois o cheiro e o composto químico ainda é muito forte. Peles sensíveis também exigem atenção redobrada.

Foto: Reprodução/Shutterstock
Foto: Reprodução/Shutterstock

Ceras (quente e fria)

Essa é provavelmente a técnica mais dolorosa e demorada. Em compensação, o resultado é duradouro: até 20 dias, mas é preciso esperar que os fios estejam com um certo comprimento para que possam ser removidos. O ideal é que tenham mais de 0,5 centímetros para que colem na cera e saiam mais facilmente, com menos puxadas e agressões. Entretanto, atualmente já existem no mercado produtos com camomila e aloe vera, que ajudam a acalmar as peles mais sensíveis.

Além disso, com o tempo, os pelos começam a nascer mais finos e a raiz tende a enfraquecer, diminuindo a quantidade. A facilidade para o surgimento de pelo encravado se deve a este enfraquecimento ou ao descuido na hora de puxar a cera na direção contrária ao nascimento da raiz. Para ajudar, use um esfoliante corporal um ou dois dias antes da depilação. Remover as células mortas ajuda a liberar os pelos que ainda estão com dificuldade para sair.

Aparelhos elétricos

Diferentemente dos aparelhos de barbear masculinos, essas máquinas não cortam o pelo como uma lâmina. Graças a um rolamento no cabeçote, os fios são arrancados pela raiz sem afetar as camadas de proteção da pele, o que é higiênico.

Por arrancar os fios pela raiz, a opção pode durar até 25 dias e é ótima para onde os pelos crescem em diversas direções, como nas axilas. As desvantagens dos aparelhos elétricos são o desconforto (parecem arrancar fio por fio), além de aumentarem a chance de encravar os pelos. Por isso, evite-os se quer eliminar fios mais grossos como os da virilha ou em regiões sensíveis como o buço. Casos de beliscões e hematomas não são raros, portanto, nunca faça a depilação íntima.

Foto: Reprodução/Shutterstock
Foto: Reprodução/Shutterstock

Depilação com pinça

A pinça é uma boa alternativa para retirada de poucos pelos em algumas áreas específicas como a região do queixo e sobrancelhas, por exemplo. Mas o principal problema é o trauma que ela pode provocar à pele, quando o uso for contínuo e se você insistir demais para remover os pelos curtinhos. "Tem gente que cutuca os pelos e folículos pilosos todos os dias", conta a dermatologista Cristine Almeida. Essa atitude pode provocar manchas acastanhadas e, muitas vezes, até nódulos e cicatrizes.

Se for feita da forma correta, a depilação com pinça não engrossa os pelos. As chances de encravamento são as mesmas que a da cera, já que os pelos também perdem a força e têm dificuldade para chegar à superfície da pele.

Foto: Reprodução/Shutterstock
Foto: Reprodução/Shutterstock

Depilação com linha

Apesar de ser muito dolorosa, esse tipo de depilação causa poucos riscos para a pele, pois os pelos são removidos pela raiz. Esse tipo de depilação deve ser feito aproximadamente de 15 em 15 dias, mas o tempo varia de pessoa para pessoa.

Foto: Reprodução/Shutterstock
Foto: Reprodução/Shutterstock

Depilação a laser

A depilação a laser é uma técnica de remoção progressiva dos pelos feita através da energia luminosa do laser. Na depilação a laser, o alvo é a melanina, substância responsável pela coloração do bulbo e da haste do pelo, causando dano térmico mínimo ao tecido adjacente. Em pessoas muito sensíveis a dor, é preciso utilizar cremes anestésicos.

Os tipos de laser mais utilizados para fazer a depilação a laser são o laser Alexandrite, o laser de diodo (800nm) e o laser Nd:YAG (1064nm). De acordo com a dermatologista Teresa Noviello, estudos sugerem que o melhor é o de iodo, que tem uma eficácia maior.

Saiba quais as contraindicações e quantas sessões são necessárias para obtenção de bons resultados!

Foto: Reprodução/Shutterstock
Foto: Reprodução/Shutterstock

Fotodepilação

A fotodepilação é uma alternativa para acabar com os pelos a partir de luz pulsada. "Com esse procedimento é possível variar a intensidade e o espectro da luz, tornando o procedimento menos doloroso", diz a dermatologista Regina Schechtman, da Academia Americana de Dermatologia.

Como o alcance da luz é maior, a fotodepilação não atua especificamente no pelo. Por isso, são necessários mais sessões para que se obtenha o efeito desejado.

Em geral, mulheres que depilam apenas meia perna utilizam cera fria ou em roll-on. "O resultado é mais satisfatório e nesta área a pele não é tão sensível", explica a depiladora do The Elza, em São Paulo, Fátima de Souza. Já nas coxas e suas partes internas, recomenda-se o uso de cera quente, pois é menos agressivo e dolorido. O calor tende a dilatar os poros, facilitando a remoção dos pelos.

Braços

Alguns homens recorrem à depilação de antebraços e região dos bíceps por estética ou para reduzir a sudorese excessiva. Nestes casos, por terem pelos mais grossos e resistentes, as opções de cera fria ou quente em roll-on também são as mais indicadas.

Axilas

O uso constante de lâminas não tende a engrossar os pelos (ao contrário do que muitos pensam), mas a sensação contínua dos fios apenas aparados, que não são arrancados pela raiz, pode gerar desconforto. A saída é alternar métodos de depilação, já que as ceras exigem um certo comprimento dos pelos. As versões quentes também tendem a escurecer a região. Muitos homens têm apostado neste procedimento para reduzir o odor de suor.

Buço

Só use a pinça caso precise remover um ou outro pelo grosso. Se for depilar, prefira cera morna, que é menos agressiva. Algumas das alternativas para quem já tem o hábito de se depilar sozinho(a), incluem lâminas prontas com cera fria e cremes depilatórios (que não arrancam os fios, apenas os enfraquecem e os mantêm com a raiz). Depile o rosto sempre de três a quatro horas antes de sair de casa, pois a depilação pode acabar causando uma irritação na pele e deixando-a avermelhada.

Peito

Mulheres que possuem pelo no bico dos seios podem removê-los com pinça ou aparar com tesourinha. Se tiver muito pelo, use cera morna. "Homens que recorrem à depilação do tórax também utilizam preferencialmente este método", revela Fátima.

Virilha

É uma região bastante sensível e dolorida para depilar. O uso de lâminas pode provocar alergia e coceira em algumas pessoas, por isso, é mais indicado usar cera morna e descartável. De acordo com Fátima, as alternativas mais pedidas desde sempre são à base de mel e algas marinhas, mas sempre aparecem novidades como as ceras de chocolate e de lama negra. Nesta área do corpo também não se recomenda a remoção de pelos com aparelhos de cera em roll-on ou elétricos.

Região íntima

A depilação cavadíssima (que remove quase ou todos os pelos da região da vagina e do ânus) exige cuidados de higiene e a escolha de um local certificado para fazê-la. Assegure-se de que as ceras e utensílios utilizados, como espátulas, são descartáveis para evitar a contaminação por fungos e bactérias. Se for fazê-la sozinha, evite o uso de lâminas. Como a visibilidade da região íntima é muito ruim, podem acontecer acidentes facilmente, o que aumenta o risco de infecções.

As opções de cremes depilatórios também devem ser usadas com parcimônia. Por serem químicos, podem causar reações alérgicas graves na região das mucosas, que são muito sensíveis. Converse com um dermatologista e faça o teste de pele sempre antes de usá-lo.

A aplicação dói?

Tudo vai depender da técnica utilizada e do seu tipo de pele. De acordo com a dermatologista Analupe Webber, a sensibilidade à dor é subjetiva, então o mesmo procedimento pode ser dolorido para uma pessoa e para outra não. No geral, quem faz depilação a laser ou luz pulsada podem sentir dor, mas é um procedimento rápido e com grande benefício, além disso, a dor pode ser amenizada com produtos anestésicos.

Profissionais que podem fazer

A legislação não define quais são os profissionais aptos a realização de depilação. No entanto, a recomendação é que seja feita com a avaliação de um dermatologista. Os métodos mais convencionais, como lâmina, creme e cera, também podem necessitar de supervisão médica caso surjam complicações no paciente.

"Deve-se procurar um especialista quando há lesão após a depilação. A mais comum é a foliculite, quando a pele fica cheia de bolinhas. As pessoas de pele morena também podem apresentar manchas ao longo do tempo, nas áreas de depilação", diz Analupe Webber.

Quantas sessões são necessárias?

Segundo a dermatologista Renata Suzano, a média de sessões indicada para o procedimento depende do método escolhido: se for depilação definitiva ou temporária. As depilações temporárias são feitas semanal ou mensalmente, enquanto as definitivas pedem entre quatro a oito sessões a cada um ou dois meses.

Cuidados antes e depois da depilação

Alguns cuidados precisam ser tomados antes e depois da depilação para evitar alergias e outras complicações; são eles:

  • Não usar cremes, óleos e hidratantes antes de se depilar
  • Limpar a pele com produtos antissépticos algumas horas antes
  • Tentar alternar os métodos para reduzir pelos encravados
  • Fazer esfoliações com uma bucha vegetal para facilitar a saída dos fios
  • Se for se depilar sozinho(a), deixe a água morna escorrer na região por três minutos antes de começar o procedimento
  • Após a depilação, nunca passe álcool e cremes (no máximo, uma loção pós-depilatória relaxante). A pele deve permanecer seca para inibir o desenvolvimento de bactérias
  • Procure depilar-se à noite, pois a pele terá mais horas para ficar longe do sol e de roupas apertadas e irá se recuperar melhor
  • Use hidratante só após 24 horas. Se a região ficar irritada, faça compressas com chá de camomila
  • Evite tomar sol 48 horas antes e 78 horas após a depilação para não manchar depois ou se machucar durante o processo de remoção dos pelos
  • Evite expor a pele à água do mar e usar perfumes por 24 horas após a depilação, para não haver irritações
  • Se você tem tendência a apresentar vasinhos, evite as ceras e a pinça, pois favorecem o rompimento deles. Prefira lâmina ou creme depilatório químico.

Contraindicações

As principais contraindicações da depilação é:

  • Pessoas que precisam se expor ao sol logo após a depilação: isso pode causar manchas
  • Peles que estiverem com qualquer tipo de irritação, como pele lesionada, com vermelhidão, ferida ou queimadura
  • Peles que estiverem fazendo tratamento com qualquer tipo de ácido
  • Pessoas que estão no período da TPM ou com sistema imunológico baixo, pois nesse período a dor é maior
  • Peles que estiverem extremamente queimadas de sol.

Além disso, a dermatologista Carla Bortoloto alerta que as grávidas não podem ser submetidas a nenhum procedimento a laser, luz pulsada ou eletroterapia. Não existem estudos científicos de segurança para esse tratamento durante o período gestacional.

Possíveis complicações/riscos

Esse tipo de procedimento pode causar hiperpigmentação e hipopigmentação (manchas escuras e claras na pele), dor, vermelhidão, hipertricose paradoxal (o crescimento repentino dos pelos em vez de sua redução), irritação, coceira e formação de pequenas feridas na pele.

Nestes casos o médico pode recomendar corticoides de uso local, hidratantes e antialérgicos. Por isso, é muito importante que o método seja realizado por um profissional apto.

Resultados da depilação

Métodos de depilação com cera, lâmina e pinça permitem que a pessoa esteja livre dos pelos por alguns dias. Já os recursos tecnológicos, como laser e fotodepilação, são procedimentos com grande eficácia em que os pelos tendem a não voltar, embora o sucesso do tratamento dependa do uso de equipamentos adequados e aplicação correta pelo profissional.

Referências

(1) Renata Suzano, dermatologista

(2) Analupe Webber, primeira-secretária da Sociedade Brasileira de Dermatologia- Secção RS (SBD-RS)

(3) Flavia Rossato, dermatologista associada da SBD-RS

(4) Carla Bortoloto, médica especializada em dermatologia clínica e cirúrgica, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC) e da American Academy of Dermatology (AAD)

(5) Fátima de Souza, depiladora do The Elza, em São Paulo

(6) Cristine Almeida, dermatologista da da Sociedade Brasileira de Mesoterapia, de São Paulo

Cinco escolas municipais receberão um total de mais R$ 50 mil do Programa Escola Acessível, do Governo Federal. A notícia foi divulgada pela Secretaria Municipal de Educação nesta quinta-feira (9), em reunião com o prefeito Ico Charopen. A partir de uma escolha do Ministério da Educação (MEC), cinco escolas do Município receberão recursos que deverão ser utilizados para a promoção de condições de acessibilidade ao ambiente físico e aos recursos didáticos e pedagógicos.

De acordo com a SME, o recurso pode ser encaminhado para outras escolas municipais ao longo do ano, podendo contemplar ainda mais alunos.

Confira as escolas beneficiadas e os valores destinados para cada uma:

EMEF Dr. Rafael Vieira da Cunha – R$ 12 mil

EMEF Prefeito João Souto Duarte – R$ 9.960 mil

EMEF Pedro Alencastre – R$ 9.960 mil

EMEF Nepomuceno Vieira Brum – R$ 9.960 mil

EMEF Roseli Nunes – R$ 9.960 mil

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social
 

 

O crime organizado e suas ramificações por todo o país se tornaram um dos maiores desafios de governos. Para enfrentá-los, a união de esforços em investimento, estrutura e inteligência é a estratégia já adotada pelo governo federal e alguns Estados. Mais um passo foi dado nesse caminho. Na sexta-feira (10/5), em Curitiba, foi ativado o Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública – Regional Sul (CIISPR-Sul). A unidade atuará com uma equipe formada por agentes de inteligência, com foco no combate ao crime organizado em sincronia com as demais regiões do país.

Com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, a cerimônia foi realizada no Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná. Além do presidente, o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, e o secretário de Operações Integradas, Rosalvo Franco, participaram da ativação do Centro Integrado.

Na ocasião, representando o governo do Rio Grande do Sul, o governador em exercício e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, assinou o termo de cooperação técnica para efetivar a adesão do Estado ao CIISPR-Sul, assim como o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, e a vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr.

Investimento de R$ 2 milhões 

"A ativação desse Centro Integrado é algo muito importante, que vem exatamente para dialogar com o programa RS Seguro, que tem base em três premissas: integração, inteligência e investimento qualificado. O que estamos assistindo aqui no Paraná é exatamente o que estamos pensando para o nosso Estado", disse Ranolfo. Lançado em fevereiro, o RS Seguro é amparado nos eixos de combate à criminalidade, prevenção, atendimento ao cidadão e sistema prisional.

Os Centros Integrados de Inteligência de Segurança Pública foram criados para unificar a ação de combate ao crime organizado por regiões. Além do Paraná, está em operação o Centro Integrado de Inteligência Regional Nordeste, com sede em Fortaleza, no Ceará.

Entre os objetivos dos CIISPR, estão a integração entre os agentes de segurança pública para produção de conhecimentos estratégicos e o acesso integrado dos conteúdos das bases de dados das diversas instituições e órgãos que compõem a estrutura de segurança. Segundo o Ministério da Justiça, o investimento no Centro do Paraná foi de R$ 2 milhões para aquisição de equipamentos eletrônicos e estruturação.

Instalado no prédio da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, o CIISPR-Sul é composto por um coordenador da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do MJSP, representantes das secretarias de Segurança Pública estaduais, das polícias civil e militar e do sistema penitenciário do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O centro também conta com integrantes das áreas de inteligência da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Penitenciário Nacional e Agência Brasileira de Inteligência.

Diretrizes para os Estados

Segundo o Ministério da Justiça, a entrega da Rede de Centros Integrados de Inteligência de Segurança Pública vai ao encontro dos projetos estratégicos da pasta - que contempla também o Centro Integrado de Inteligência Nacional (CIISP-N).

Inaugurado dia 3 de maio em Brasília, o CIISP-N é responsável por nortear diretrizes e coordenar trabalhos que serão estendidos às cinco regiões do país, se comunicando diariamente com os centros regionais.

Entre as principais funções do CIISPR-Sul, estão coleta, análise e disseminação de inteligência para tomadores de decisão dos Estados e demais agências de inteligência de segurança pública do país. Os agentes vão produzir conhecimentos estratégicos e terão acesso integrado de conteúdo pertencentes às bases de dados de diversas instituições.

O Centro permitirá a coleta de informações sobre integrantes das organizações criminosas e elaboração de estratégias preventivas de combate ao tráfico de armas, de drogas e redução de violência criminosa. A presença de capacidades integradas no Centro de Inteligência possibilita assessoria rápida e especializada em casos de emergência ou durante crises. O plano estratégico de atuação do CIISPR-Sul foi validado em janeiro deste ano junto às agências de inteligência dos Estados da Região Sul.

Texto: Ascom SSP
Edição: Secom   Foto: Júlia Soares / GVG

Uma vitória importante! Para subir na tabela do Campeonato Brasileiro e embalar de vez na temporada. Diante de um tradicional adversário, o Clube do Povo obteve, na tarde deste domingo (12/05), mais uma vitória no Beira-Rio com atuação convincente. Pelo placar de 3 a 1, o time treinado por Odair Hellmann venceu o Cruzeiro na 4ª rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Nonato, o seu primeiro pelo Clube, Paolo Guerrero e Rodrigo Moledo, enquanto Dedé marcou o único do time mineiro.

Foi o primeiro jogo de uma sequência de três dentro do Gigante. Com o resultado, o Colorado chegou aos 6 pontos somados na competição. O próximo desafio será no domingo que vem, diante do CSA, também no Estádio Beira-Rio. Depois disso, o Inter recebe o Paysandu, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.


Inter iniciou com vitória sua sequência de três jogos em casa

O técnico Odair Hellmann teve algumas baixas no plantel para montar o time neste duelo. O volante Rodrigo Dourado e o meio-campista Patrick, além do zagueiro Emerson Santos, lesionados, ficaram de fora. Assim, Rodrigo Lindoso e Nonato ganharam vaga no meio de campo colorado. O Inter entrou em campo com: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato; D'Alessandro, Nico López e Paolo Guerrero.

Primeiro tempo:

1min - Primeiro ataque colorado: após combinação pela esquerda, Iago chega com vigor na linha de fundo e faz o cruzamento procurando o meio da área, mas Fábio sai do gol e fica com ela.

1min - Cruzeiro leva perigo! Fred é lançado pelo lado direito e ajeita para a chegada de Thiago Neves, que bate de primeira no canto oposto. A bola passa perto da trave!

11min - Opa! Nico López divide com Dedé, que leva a melhor. Na sequência, Nonato tenta tirar a bola do zagueiro, que toca com a mão na bola. Mas a arbitragem assinala falta do garoto colorado.

17min - Nico López tenta o drible em frente à área e é derrubado pela marcação. Falta! D'Alessandro vai para a cobrança e a bola passa sobre a meta de Fábio.

20min - Jadson arrisca chute rasteiro e a bola passa raspando a trave!


A vibração de Nonato: garoto abre o placar no Gigante

31min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTER!!! NONATO! Paolo Guerrero bate falta da intermediária, a bola desvia na barreira, bate na trave e volta para o meio-campista empurrar de cabeça para o fundo do gol. É o primeiro gol dele pelo Clube do Povo!

35min - Empate do Cruzeiro. Thiago Neves cobra falta na direção da área colorada e Dedé completa para as redes.

45min - Uhhhhh!!! Nico López recebe bom passe de Iago dentro da área e chuta de primeira. A bola bate na rede pelo lado de fora!


Dia das Mães é no Gigante

Segundo tempo:

3min - Seria um golaço! Guerrero recebe passe por cima da marcação e gira para pegar de primeira, sem deixa a bola cair. A bola passa sobre o gol, mas com bastante perigo!

6min - Salva, Fábio! D'Alessandro capricha no cruzamento e Guerrero manda de cabeça para baixo, mas o goleiro do Cruzeiro defende.

10min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTER!!! GUERRERO! Após um verdadeiro bombardeio colorado na área cruzeirense, no quarto chute na mesma jogada, a bola finalmente entra. Ela se ofereceu para o camisa 9 na risca da pequena área e ele não perdoou, bateu para baixo, sem chances para a defesa. É o quinto gol do peruano pelo Inter!


Guerrero bate para marcar o seu quinto gol pelo Clube do Povo

15min - Na trave! Cuesta faz o lançamento para Nico López, que bate mesmo sem ângulo e a bola trisca a trave direita. Quase o terceiro!

20min - PÊNALTI PARA O INTER! Nonato é lançado pela direita e Dodô dá o carrinho nas pernas do meio-campista. D'Alessandro faz a cobrança rasteira e a bola passa ao lado da trave direita.

24min - Substituição colorada: Nonato sai para a entrada de Guilherme Parede.

27min - Fred recebe dentro da área e chuta fraco, fácil para Marcelo Lomba, que segura firme.

29min - Mais uma troca: D'Alessandro sai para a entrada de Rafael Sobis.

34min - Não foi nada, professor? Nico López rouba de Léo e avança em sentido ao gol, mas é puxado na hora do chute. Apesar dos protestos do uruguaio, o juiz manda seguir.


Em grande fase, Moledo marca seu décimo gol pelo Colorado

37min - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTER!!! MOLEDO! Rafael Sobis bate falta de muito longe, a bola pega um lindo efeito e explode no travessão. No rebote, Rodrigo Moledo estava lá para empurrar par ao fundo do gol. É o décimo gol do zagueiro pelo Inter!

38min - Última substituição no Inter: Paolo Guerrero dá lugar a Sarrafiore.

48min - O velho Edilson de sempre: lateral do Cruzeiro acerta o rosto de Nico López com cotovelo e vai direto para rua, dificultando ainda mais a situação da sua equipe. Após breve confusão, juiz apita o final de jogo e a torcida colorada faz a festa!

FICHA TÉCNICA
Internacional (3): Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato (Guilherme Parede); D'Alessandro (Rafael Sobis), Nico López e Paolo Guerrero (Sarrafiore). Técnico: Odair Hellmann
Cruzeiro (1): Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Dodô; Romero e Lucas Silva; Pedro Rocha (Rodriguinho), Thiago Neves e Jadson (David); Fred (Sassá). Técnico Mano Menezes
Gols: Nonato, aos 31'/1T, Guerrero, aos 10'/2T, e Moledo, aos 37'/2T (I); Dedé, aos 35'/1T (C).
Local: Beira-Rio
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis (trio de SP).
Cartão vermelho: Edilson (C)
Público total:  23.416; Pagantes: 20.673; Menores: 1.252; Não pagantes: 1.491
Renda: R$ 948.310,00

 

O Governo Municipal repassou nesta sexta-feira (10), mais de R$ 1 milhão para o pagamento de funcionários da Santa Casa de Misericórdia, encerrando a greve vigente há mais de um mês. Em negociação direta com o Sindicato dos Servidores (Sindisaúde) e com os próprios funcionários, o Prefeito Ico Charopen destacou a preocupação na pronta retomada dos serviços.

A proposta encaminhada aos trabalhadores contempla o pagamento da folha salarial referente ao mês de março, vales-transportes, além de uma parcela para os médicos e outra para a obstetrícia.

Entre os valores repassados está um recurso de R$ 893 mil – referente a ação judicial contra a União e R$ 200 mil referentes a Lei Municipal nº 7468. De acordo com o Prefeito, em um prazo de 10 a 15 dias o Hospital deverá receber R$ 175 mil, referentes ao valor repassado pela Câmara de Vereadores.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Página 10 de 344
Topo