Gisnei

Gisnei

A seleção brasileira de judô estreia na madrugada desta quinta-feira (23) no Grand Prix de Tel Aviv, em Israel, a primeira competição do calendário oficial da Federação Internacional de Judô- IJF é a sigla em inglês – que reúne mais de 500 atletas de 21 países. A competição assegura 700 pontos aos vencedores, nada mal para quem busca melhorar seu posicionamento no ranking classificatório para Tóquio 2020. As lutas serão transmitidas ao vivo no site da IJF.

A delegação brasileira está em Israel conta com 22 atletas,  sendo que nove deles já fazem duelos preliminares a partir das 4h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira (23). A competição termina no sábado (25).

Confira abaixo os horários dos confrontos dos judocas brasileiros:

Quinta-feira (23) 

Lutas preliminares  às 4h30 e finais às 12h 

Gabriela Chibana (48kg) x Francesca Milani (ITA)

Nathalia Brigida (48kg) x Daria Pichkaleva (RUS)

Sarah Menezes (52kg) x Erza Muminoviq (KOS)

Eleudis Valentim (52kg) x Anastasia Polikarpova (RUS)

Ketelyn Nascimento (57kg) x Pauline Starke (GER)

Felipe Kitadai (60kg) x Matan Shani (ISR) ou Kemran Nurillaev (UZB)

Eric Takabatake (60kg) x Yanislav Gerchev (BUL)

Willian Lima (66kg) x Bogdan Iadov (UKR)

Daniel Cargnin (66kg) x Jacob Valois (CAN) ou Tal Almog (ARG)

Sexta-feira (24)

Lutas preliminares  às 4h30 e finais às 12h

Ketleyn Quadros (63kg) x Maria Centracchio (ITA) ou Agata Ozdoba-Blach (POL)

Alexia Castilhos (63kg) x Sandrine Billiet (CPV)

Maria Portela (70kg) x Alina Lengweiler (SUI)

Ellen Santana (70kg) x Hilde Jager (NED) ou Elvismar Rodriguez (VEN)

David Lima (73kg) x Artem Khomula (UKR)

Eduardo Katsuhiro Barsosa (73kg) x Anthony Zingg (GER)

Eduardo Yudy Santos (81kg) x Aristos Michael (CYP)

João Macedo (81kg) x Kalonji Mbuyi (COD)

Sábado (25) 

Lutas preliminares  às 5h e finais às 12h

Samanta Soares (78kg) x Aleksandra Babintseva (RUS)

Rafael Macedo (90kg) x Francisco Balanta (COL) ou Theodoros Tselidis (GRE)

Giovani Ferreira (90kg) x Matteo Marconcini (ITA) ou Itay Golan (ISR)

Leonardo Gonçalves (100kg) x Lewis Medina (DOM) ou Saidzhalol Saidov (TJK)

Rafael Buzacarini (100kg) x Jevgenijs Borodavko (LAT)

Edição: Guilherme Neto
 
Por Claudia Soares Rodrigues - Jornalista da TV Brasil 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje (22) a realização de oferta pública global de ações da Petrobras que pertencem à instituição. A oferta tem valor de até US$ 5,6 bilhões - equivalentes a R$ 23,5 bilhões - e envolverá a alienação de até 9,86% das ações ordinárias da Petrobras, entre oferta base e “hot issue” (o lote adicional pelo qual a companhia pode elevar o volume de venda em até 20%, dependendo da demanda pelos papéis), informou o banco por meio de nota. As ações preferenciais de propriedade do BNDES não serão alienadas.

A oferta será feita no Brasil e no exterior. Por isso, a operação foi registrada no órgão regulador brasileiro, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), autarquia vinculada ao Ministério da Economia. O órgão equivalente nos Estados Unidos, a ‘Securities and Exchange Commission’ (SEC), também foi notificado.

De acordo com o BNDES, a operação é resultado do programa de desinvestimento de participações acionárias em empresas listadas na bolsa de valores. O objetivo do programa, iniciado em 2019, é reduzir o risco de mercado do banco, permitindo o redirecionamento dos recursos para investimentos em áreas de maior impacto para a sociedade, como saneamento, mobilidade urbana, educação e segurança.

Esse processo de desinvestimento já incluiu, nos últimos meses, a venda total de participações acionárias do BNDES na Marfrig Global Food S.A. e na Light S.A.. O BNDES tem em curso, ainda, potencial oferta pública de ações ordinárias da JBS.

Ações ordinárias

De acordo com decisão acionária encaminhada pela Petrobras à CVM, a oferta pública secundária protocolada pelo BNDES envolve a venda de até 734.202.699 ações ordinárias de emissão da Petrobras e pertencentes ao banco.

O período de reserva das ações da oferta brasileira se estenderá de 29 deste mês até 4 de fevereiro. A fixação do preço por ação acontecerá no dia seguinte (5).

O início das negociações das ações na bolsa de valores deve ocorrer em 7 de fevereiro de 2020, em conformidade com o previsto em regulamento. A data máxima da negociação vai até 6 de agosto. Não houve ainda informação sobre a data da oferta no exterior.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira
 
Por Alana Gandra
 
 
Marcello Casal jr/Agência Brasil

A prefeita Mari Machado apresentou no início da manhã desta quarta-feira (22), a nova secretária de Educação: professora Gislaine Gisler Grecelle.

Junto aos servidores da Pasta e com a presença do presidente do Legislativo, Romário Paz, Mari destacou a expectativa e os desafios da gestão de 90 dias. "Temos um planejamento e objetivos definidos para a pasta da educação que passam qualidade de ensino e valorização dos servidores”

Dando as boas vindas à nova Secretária, a Prefeita falou sobre a trajetória da Professora aposentada, que é graduada e pós graduada em Pedagogia, com trabalhos e estudos voltados a Supervisão Escolar e Classe Especial. Grecelle atuou ainda como Coordenadora da 19 Coordenadoria Regional de Educação (CRE) do Estado do Rio Grande do Sul, além de ter ocupado outras funções na CRE.

A Prefeita reconheceu o trabalho desenvolvido pela ex-secretária Rosemery Silva, e destacou a importância de dar continuidade aos projetos desenvolvidos. Além disso, Mari ressaltou a qualidade da educação municipal, afirmando que enquanto Prefeita e Professora conhece os problemas da Pasta e as demandas dos servidores, e que tem o desafio de solucionar problemas históricos da área.

Ao apresentar-se para os servidores, a Secretária de Educação solicitou o apoio de todos, destacando: "A confiança será a diretriz que iremos seguir daqui em diante".

FOTOS: Assessoria de Comunicação

Assessoria de Comunicação Social - ASCOM
Prefeitura Municipal Sant'Ana Do Livramento

A partir do incremento obtido por cada município com o uso das soluções financeiras no decorrer de 2019, a Sicredi Pampa Gaúcho, que atua em 10 municípios, sendo eles: Manoel Viana, Cacequi, Quaraí, Alegrete, Rosário do Sul, Santana do Livramento, São Gabriel, Maçambará, Uruguaiana e Itaqui, está disponibilizando mais de meio milhão para ser destinado aos projetos inscritos no Valor “S”.

O Valor “S” é uma iniciativa que apoia a execução de projetos de: educação, cultura, empreendedorismo, segurança e saúde que tenham como principal objetivo desenvolver a região. Este incremento só realizável, por mérito dos nossos associados, que compreenderam a importância de contribuir com o crescimento econômico e social da nossa região, direcionando seus recursos para o Sicredi.

As inscrições de projetos ficam abertas até o dia 31 de janeiro de 2020 e podem ser realizadas somente através do site www.sicredipampagaucho.com.br. Vamos, juntos, transformar a realidade do Pampa Gaúcho.

Émilly Pons

Analista de Comunicação e Marketing

Em jogo realizado na madrugada desta segunda (20) no estádio Centenário de Armênia (Colômbia) o Brasil derrotou o Peru por 1 a 0 pela primeira rodada do grupo B do Torneio Pré-Olímpico de futebol masculino.

Desde o início o Brasil não encontrou jogo fácil diante da equipe peruana, que se fechava na defesa, aguardando chances de sair no contra-ataque em velocidade.

Mas o Brasil tanto insistiu que conseguiu abrir o placar no final do primeiro tempo. Aos 42 minutos o volante Bruno Guimarães lançou Paulinho em profundidade, e o atacante do Bayer Leverkusen apenas desviou para vencer o goleiro Solís.

 Seleção Olímpica, futebol, CBF
Bruno Guimarães foi um dos destaques do Brasil, dando passe para o gol - Lucas Figueiredo/CBF

Na etapa final, a desvantagem no placar fez a seleção peruana passar a atacar mais. Porém, o Brasil conseguiu se segurar na defesa até o fim e somar três importantes pontos.

Próximo jogo

O Brasil volta a entrar em campo pelo Torneio Pré-Olímpico na próxima quarta, quando enfrenta o Uruguai a partir das 22h30 (horário de Brasília).

Edição: Fábio Lisboa
 
Por Agência Brasil 
 
 
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do Mercosul em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de placas de Identificação Veicular (PIV).

Desde a decisão pela adoção da placa do Mercosul, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do Mercosul foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação ficou para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.

As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela.

Dos 26 estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Nova placa

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa apresenta o padrão com quatro letras e três números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com três letras e quatro números. Também muda a cor de fundo, que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

Nova placa de veículos
Placa do Mercosul - Divulgação/Ministério das Cidades

Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade.


 

Edição: Aline Leal
 
Por Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil
 
 
Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Brigada Militar encerrou o ano de 2019 com mais de 70 mil crianças formadas no Rio Grande do Sul. A iniciativa foi desenvolvida em escolas públicas e privadas em cerca de 60% dos municípios gaúchos.

O Proerd é inspirado no programa americano Dare (Drug Abuse Resistance Education), criado em 1983, em Los Angeles, inserindo a polícia nas escolas para prevenir o uso de drogas por crianças e adolescentes. Atualmente o Dare está presente em 50 estados americanos e 58 países.

Os dados da coordenação estadual do programa mostram que, ao longo do ano, a iniciativa abrangeu 295 municípios e 2.205 escolas gaúchas. Além disso, ocorreram diversas capacitações de policiais militares que lidam com esse público específico, tendo se destacado o seminário que abordou questões de inclusão a portadores de necessidades educacionais especiais auditivas, visuais, físicas, cognitivas e Transtornos do Espectro Autista (TEA).

Durante um dos cursos que formou novos instrutores, a Brigada Militar recebeu integrantes do Dare, responsáveis pela revalidação da instituição como ente habilitado a seguir com as atividades do Proerd no Estado, sendo positiva a certificação da corporação.

Além do Proerd, outra importante ferramenta da Brigada Militar presente na rede de ensino são as Patrulhas Escolares, que têm o objetivo de reduzir a violência no ambiente escolar, bem como trabalhar preventivamente aspectos como bullying, mediação de conflitos e presença de armas e drogas na escola, entre outros temas.

Dados do Proerd em 2019:

• 7.377 visitas a escolas particulares;
• 61.161 visitas a escolas públicas;
• 1.017 palestras;
• 820 reuniões em ambientes escolares.

Texto: Sabrina Ribas/Ascom BM
Edição: Secom

Um Grande Remate foi realizado no sábado (18), durante a 42ª edição da Exposição-feira de Ovinos de Verão no Parque da Rural. Foram ofertados 500 ventres e carneiros de todas as raças, incluindo a liquidação de plantel do tradicional e pioneiro criatório Texel no Brasil, foi realizado para convidados e público em geral.
Por volta das 20h ocorreu a cerimônia de entrega de prêmios das raças Ideal , Corriedale e Texel, onde o secretaria Municipal de Agricultura, Pedro Nunes foi uma das autoridades convidadas para realizar a entrega da premiação para a Cabanha Serra Nova, premiada em várias categorias – na raças Corriedale e Ideal.
Também estavam presentes ao evento, o secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano, Jair Pires da Silva e o procurador do Município, Ari Martins.

Foto: Assessoria de Comunicação Social || Fonte: Assessoria de Comunicação Social
 

 

As Gurias Gremistas seguem  com as atividades da pré-temporada, focadas na preparação para a primeira competição do ano: o Campeonato Brasileiro A1, que inicia no próximo mês.

Após realizarem todos os testes e exames para começar a temporada 2020, o elenco está focado nos trabalhos físicos, mas algumas atividades com bola também já foram propostas. 

Segundo a técnica Patrícia Gusmão, a comissão orientou nestas primeiras semanas, treinos físicos, para então iniciar os trabalhos táticos. “Os treinos estão bem intensos. Nosso foco principal ainda é a parte física, porém já iniciamos também os trabalhos técnico/tático. A ideia agora, é apresentar para as atletas o nosso modelo de jogo, a maneira com que pretendemos jogar, e então evoluir”, comentou.

O elenco se reapresentou no início de janeiro e desde lá treina diariamente. O primeiro compromisso oficial das Gurias Gremistas será no próximo dia 9 de fevereiro, na estreia em casa pelo Brasileirão A1, diante do Minas ICESP.

Confira abaixo a galeria de imagens da última atividade do Tricolor.


Fotos: Jéssica Maldonado | Grêmio FBPA

A Seguradora Líder, responsável pela gestão do seguro Dpvat 2020 (sigla de Danos Pessoais por Veículos Automotores de Vias Terrestres), informou que - até o final da manhã de hoje (17) - registrou mais de 386 mil pedidos de restituição dos valores do seguro pagos a mais.

Explicou que mais de 1,9 milhão de veículos em todo Brasil estão aptos a receber a restituição. O prazo para pedir o valor pago a mais é até o fim do exercício de 2020.

A restituição teve início na quarta-feira (15). A maioria dos veículos se concentra no estado de São Paulo, onde mais de 900 mil devem receber de volta o que foi pago a mais.

Em seguida, vêm Minas Gerais, com mais de 300 mil veículos, e o Rio Grande do Sul, com mais de 200 mil veículos. As menores frotas estão em Roraima, com cerca de dois mil, e Acre, com mais de três mil veículos.

O pedido para receber o valores pagos a mais deve ser feito acessando o site. A restituição da diferença dos valores será feita diretamente na conta corrente ou conta poupança do proprietário do veículo.

Para realizar a solicitação, os proprietários de veículos deverão informar o CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro de Pessoa Jurídica) do proprietário; Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) do veículo; valor pago; data em que o pagamento a mais foi realizado; dados bancários (banco, agência e conta corrente ou conta poupança do proprietário); e-mail de contato e telefone de contato.

"Ao enviar a solicitação, o proprietário receberá um número de protocolo para o acompanhamento da restituição no mesmo site. Após o cadastro, a restituição será processada em até dois dias úteis, dependendo, apenas, da compensação bancária para a sua finalização", informou a seguradora.

Ela disse ainda que o site receberá somente os pedidos de restituição da diferença de valores pagos referentes ao Seguro Dpvat 2020. No caso de o proprietário ter pago o seguro de 2020 duas ou mais vezes, o pedido deverá ser feito acessando outra página.

Já os proprietários de frotas de veículos devem enviar Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo./">e-mail.

A medida foi anunciada na semana passada pela Líder, responsável pela gestão do seguro, após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, ter voltado atrás e acolhido pedido do governo para extinguir sua própria liminar, reduzindo os valores do seguro obrigatório Dpvat.

Valores

O Seguro Dpvat deve ser pago uma única vez ao ano, junto ao vencimento da cota única ou da primeira parcela do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), acompanhando os calendários estaduais. Os valores para pagamento do Dpvat em 2020 são:

• Automóveis e caminhonetes particulares/oficial, missão diplomática, corpo consular e órgão internacional: R$ 5,23
• Táxis, carros de aluguel e aprendizagem: R$ 5,23
• Ônibus, micro-ônibus e lotação com cobrança de frete (urbanos, interurbanos, rurais e interestaduais): R$ 10,57
• Micro-ônibus com cobrança de frete, mas com lotação não superior a 10 passageiros e ônibus, micro-ônibus e lotações sem cobrança de frete (urbanos, interurbanos, rurais e interestaduais): R$ 8,11
• Ciclomotores: R$ 5,67
• Motocicletas, motonetas e simulares: R$ 12,30
• Caminhões, caminhonetes tipo pick-up de até 1.500 kg de carga, máquinas de terraplanagem e equipamentos móveis em geral (quando licenciados) e outros veículos: R$ 5,78
• Reboque e semirreboque - isentos (o seguro deve ser pago pelo veículo tracionador).

Edição: Kleber Sampaio
Por Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil 
 
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Página 1 de 396
Topo