Inter goleia para garantir vaga na final do Gauchão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

ESTAMOS NA FINAL! O Clube do Povo reverteu em grande estilo a desvantagem da partida de ida e, no tapete do Beira-Rio, goleou o Juventude no início da noite deste sábado (08/05). Disputada a partir das 19h, a partida de volta das semifinais do Gauchão contou com gols de Yuri Alberto, Mauricio, Edenilson e Rodinei para o Inter, vitorioso pelo placar de 4 a 1, agregado de 4 a 2.

Agora, o Colorado espera pelo classificado de Grêmio ou Caxias. As duas equipes se enfrentam neste domingo (09/05), às 16h, na Arena, e o time de Porto Alegre tem a vantagem após vitória por 2 a 1 na ida. Antes, os comandados de Miguel Ángel visitam o Deportivo Táchira-VEN, na próxima terça-feira (11/05), em partida da quarta rodada do grupo B da Libertadores.

Contra a retranca, a luta

A vantagem mínima conquistada no jogo de ida motivou postura bastante defensiva do Juventude, que passou a maior parte da etapa inicial retraído em seu campo de defesa. Diante da retranca alviverde, o Clube do Povo apostou em tramas pelo corredor esquerdo, que surtiram efeito nos primeiros 20 minutos de jogo, marcados por pressão colorada.

A blitz inicial, porém, foi sucedida por relativo controle visitante, que conseguiu dificultar as tramas vermelhas. Menos desconfortável, o Alviverde decidiu se soltar no gramado do Beira-Rio – e pagou caro por isso. Aos 42, Yuri, que entrou no lugar de Palacios, substituído com dores após sofrer pontapé ignorado pela arbitragem, tabelou com Galhardo antes de completar em direção ao gol aberto. Inter na frente!

O gol colorado nocauteou o Juventude. O Inter, por outro lado, seguiu com a fome de sempre, apertando o jogo adversário. Da pressão no campo de ataque, inclusive, saiu o segundo tento vermelho. Edenilson apertou, recuperou, invadiu a área e, pela direita, cruzou. Mauricio, em altíssima velocidade pela esquerda, ampliou.

Inter faminto

O reinício de partida presenciou roteiro inverso ao dos minutos de abertura do confronto. Desclassificado, o Juventude tratou de pressionar um Inter que, maduro, soube se fechar e explorar os escapes em velocidade. No primeiro, Mauricio parou em Carné. Depois, Carné parou, em violento carrinho, Yuri. Confirmada pelo VAR, a penalidade foi convertida, com a tranquilidade costumeira, por Edenilson.

Praticamente contínuo ao gol colorado, Wescley sofreu carrinho de Cuesta, que o vídeo enxergou dentro da área. Matheus Peixoto descontou, mas não chegou a servir de real ameaça ao Inter. Faminto como sempre, mas sabendo dosar a intensidade do rival, o Clube do Povo chegou ao quarto com Rodinei. O lateral, afunilando por dentro, aproveitou rebote de canhotaço de Caio Vidal para cabecear em direção ao gol aberto.

Ficha técnica:

Internacional (4): Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson (Lindoso) e Praxedes (Nonato); Palacios (Yuri Alberto), Thiago Galhardo (Marcos Guilherme) e Mauricio (Caio Vidal). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Juventude (1): Marcelo Carné; Paulo Henrique, Vitor Mendes, Forster e Alyson; João Paulo (Elton), Castilho (Bochecha), Capixaba (Matheuzinho), Wescley (Matheus Jesus) e Marcos Vinicios (Nicolas); Matheus Peixoto. Técnico: Marquinhos Santos.

Gols: Yuri Alberto, aos 42’/1ºT, Mauricio, aos 46’/1ºT, Edenilson, aos 15’/2ºT, e Rodinei, aos 33’/2ºT. (I). Matheus Peixoto, aos 21’/2ºT.

Cartões amarelos: Wescley e Carné (J). Cuesta (I).

Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Mateus Olivério Rocha. Quarto árbitro: Roger Goulart. VAR: Wagner Reway, da Paraíba.

Estádio: Beira-Rio.

Imagens

Crédito: Ricardo Duarte

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies