Skol Beats agora é só Beats: veja novidades da marca queridinha do público

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A bebida queridinha dos rolês e festas passou por transformações importantes nos últimos tempos. Confira as principais delas a seguir.

Uma bebida marca e conquista fãs não só pelo seu sabor, mas principalmente pelas experiências que proporcionam. Moderna e à frente do seu tempo, a Skol Beats é um exemplo de bebida super versátil, capaz de estar nos eventos mais diversificados.

Recentemente, a Ambev anunciou um reposicionamento total dessa marca. O sabor dessa cerveja segue cítrico e refrescante, mas a partir de agora, o produto passa a ser chamado apenas de Beats e passa a assumir nova identidade visual.

Por isso, se você adora a Skol Beats Senses e  sempre tem uma gelada aí na geladeira da sua casa, confira algumas mudanças que a marca viveu nos últimos tempos.

Nome e identidade visual

A primeira mudança anunciada pela Ambev é no nome dessa cerveja. Há algum tempo, essa mudança já começou a ser vista nas redes sociais, mas ainda era possível ver o nome Skol Beats nas embalagens. Agora, a Ambev oficializou a mudança de nome apenas para Beats.

Outro fator importante nessa mudança da marca se refere à identidade visual do produto. Antes as embalagens refletiam uma identidade ultrapassada que nem a própria Skol usava mais – cheia de tribais, diferentemente dos últimos lançamentos como Beats GT e Beats 150 BPM.

Volta da Beats Secret

Conhecida popularmente como a “Beats vermelhinha”, esse produto havia ficado um bom tempo fora de estoque. Embora tenha descontinuado a versão Spirit, a Ambev confirmou o retorno da Beats Secret.

Embora esse produto ainda viesse sendo encontrado com a embalagem antiga nos últimos meses, a companhia anunciou a nova identidade visual da Skol Secret já foi anunciada nas redes sociais das Beats.

A previsão é que as novas embalagens ainda demorem para chegar aos estabelecimentos comerciais e sejam substituídas gradualmente, à medida que os pontos de venda renovarem os seus estoques.

História da bebida

A primeira Skol Beats nasceu em 2002, dois anos depois da primeira edição do Skol Beats — festival de música eletrônica que ocorreu de 2000 até 2008. O primeiro produto da marca teve como diferencial um teor alcoólico mais alto do que a média (5,2% contra 4,7% das cervejas comuns).

Antigamente, o sabor era mais amargo e residual, prometendo ser mais leve, sem estufar. Outro diferencial era o design da garrafa em forma de S — que foi um estouro na época, mas hoje não é mais encontrada no mercado.

O segundo lançamento da linha foi a Skol Beats Extreme, que veio com um teor alcoólico ainda maior (6,9%). O principal público alvo dessa cerveja eram os amantes de baladas e festas. Seu rótulo preto a fez ganhar o apelido de Skol “Venon”, em alusão ao personagem do filme Homem Aranha. Esse segundo produto também não está mais no mercado.

Já a Skol Beats Senses foi lançada em 2014 com o objetivo de captar os consumidores que gostam das bebidas da linha ice (que mistura cerveja com algum  destilado). Além de ter um teor alcoólico elevado (8%), essa cerveja contém limão em sua receita e foi a primeira bebida à base de cerveja que pode ser consumida com gelo, podendo ser encontrada até hoje nos estabelecimentos comerciais.

O último lançamento dessa linha foi o Skol Beats GT, pensado para o Carnaval 2020. O slogan por trás desse produto é a sua criação inspirada no famoso drink, mantendo a leveza que nasce da mistura entre gin e tônica. O teor alcoólico é de 7,9%, sendo, portanto, similar ao dos outros produtos da família.

Fonte: Redação

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies