Descubra como calcular os custos de um financiamento

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Para saber quanto custa financiar um automóvel é importante conhecer alguns dados a respeito do processo. São eles:

  • O valor do veículo que será objeto do financiamento;
  • O valor da entrada que será paga pelo consumidor;
  • A taxa de juros — mensal ou anual; e,
  • O tempo de duração do financiamento.

Antes de financiar um automóvel, é essencial saber avaliar os custos totais da operação

Ao contratar uma modalidade de financiamento de veículo é fundamental estar atento a uma série de fatores relacionados ao planejamento dos custos e à análise do orçamento pessoal e/ou familiar.

Utilizar um simulador de financiamento de veículo vai ajudá-lo a identificar a duração do processo a partir de dados como o valor do automóvel, a taxa de juros e o montante de entrada.

Esse cálculo é importante, pois permite entender melhor as obrigações que estão sendo assumidas e o custo total do financiamento, além de ajudar no planejamento das finanças a curto e médio prazo.

Entenda como funciona um financiamento de veículos

Antes de simular o valor e as principais características do contrato de financiamento de um automóvel, o consumidor precisa entender claramente o que é um financiamento e quais são as obrigações assumidas neste modelo de contrato.

De forma geral, o financiamento é um contrato de empréstimo no qual uma pessoa física ou jurídica solicita recursos financeiros para uma instituição de crédito com o objetivo de adquirir um determinado bem. Neste caso, estamos falando de veículos, mas pode ser para aquisição de outros bens, como uma casa ou apartamento, por exemplo.

Assim, a instituição financeira transfere ao vendedor indicado pelo consumidor o valor contratado e recebe do comprador o montante parcelado com acréscimo de juros.

O financiamento é uma prática muito comum entre os consumidores que não dispõem do valor integral para fazer a compra do bem à vista ou que preferem usar o financiamento em vez de fazer o pagamento completo em um único momento.

Descubra como calcular os custos de um financiamento

Para saber quanto custa financiar um automóvel é importante conhecer alguns dados a respeito do processo. São eles:

  • O valor do veículo que será objeto do financiamento;
  • O valor da entrada que será paga pelo consumidor;
  • A taxa de juros — mensal ou anual; e,
  • O tempo de duração do financiamento.

Com essas informações em mãos, basta utilizar um  simulador de financiamento de veículo, inserindo os dados nos respectivos campos. Com isso, o comprador obtém as principais informações para a operação, como:

  • Pagamento mensal estimado;
  • Juros acumulados; e,
  • Valor total a ser pago pelo financiamento.

Vale lembrar que o simulador pode não ser totalmente preciso em relação aos custos, pois, além da taxa de juros, podem haver outros custos atrelados à operação. Assim, ele trará apenas uma estimativa.

A instituição responsável pelo crédito deve informar o Custo Efetivo Total (CET). Somente a partir dele é possível ter uma ideia mais concreta sobre o valor total do contrato de financiamento.

Aprenda como escolher o financiamento ideal

Além de calcular os custos atrelados à operação, o consumidor deve estar atento à escolha da instituição financeira com a qual será feito o financiamento. Buscar por uma empresa de crédito séria e que ofereça um atendimento transparente e de qualidade vai fazer toda a diferença.

Ainda, antes de assinar, é fundamental ler o contrato de financiamento com atenção, solicitando esclarecimentos a qualquer dúvida que possa surgir. Lembre-se também de que os processos que antecedem a liberação de um financiamento incluem a análise de crédito e a escolha do veículo a ser financiado.

O consumidor também deve apresentar um rol de documentos. As exigências podem variar de acordo com a instituição e geralmente incluem:

  • Documento oficial de identidade da pessoa titular pelo financiamento, que pode ser a Carteira de Identidade, Carteira de Identidade profissional, Carteira Nacional de Habilitação, entre outros;
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);

Fonte: Redação

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies