Covid-19: Brasil ultrapassa marca de meio milhão de mortos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Mais de meio milhão de brasileiros morreram em decorrência da Covid-19. Segundo o balanço divulgado na noite de sábado (19), pelo Ministério da Saúde, 500.800 vidas já foram perdidas para a pandemia. Só nas últimas 24 horas foram 2.301 mortes e 82.288 novos casos confirmados, além de outros 1,199 milhão sob acompanhamento.

A média geral é de mais de mil mortos por dia, mas o ritmo variou e subiu bastante desde o começo de 2021. No pior momento da pandemia, em abril, a média móvel semanal chegou a ficar acima de 3 mil mortos diários; nos últimos dias, voltamos a ver essa média bater a marca de 2 mil vidas por dia, o que preocupa diante da lenta evolução nos números de vacinados.

São Paulo é o estado com maior número de casos e óbitos. Até o momento foram 121.960 mortes em meio a 3.573.210 casos confirmados. Minas Gerais está em segundo lugar com 44.347 óbitos e 1.733.181 casos. A lista segue com Paraná (29.975 mortes e 1.192.93 casos), Rio Grande do Sul (30.372 em meio a 1.181.872 casos), e Bahia (23.204 mortes e 1.092.772 casos).

Por quanto tempo a pessoa ainda pode transmitir a Covid-19?

Covid-19: maioria dos municípios vacinou pessoas entre 50 e 55 anos nesta semana

Com a divulgação dos números, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, lamentou as vidas perdidas, e declarou que seu trabalho é incansável para vacinar todos os brasileiros no menor tempo possível. “Me comprometi com a aceleração da vacinação em todo o território nacional. Para tanto, por meio do incremento do acesso a doses de vacinas como na maior eficácia da distribuição e aplicação dos imunizantes”, disse. 

De acordo com dados da pasta, até o momento foram enviadas a estados e municípios 115,135 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram aplicadas 85, 390 milhões de doses, sendo 61,270 milhões da primeira dose e 24,120 milhões da segunda dose. Ao todo, já estão encomendadas mais de 662 milhões de unidades de imunizantes, mais do que suficiente para vacinar toda a população com duas doses.

Diversas entidades também lamentaram a marca de mortes e se solidarizaram com as famílias das vítimas. Em nota divulgada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, ele disse que o tribunal e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) “seguem empreendendo esforços para ajudar a sociedade brasileira a mitigar os impactos desta terrível pandemia.”  Segundo ele, “é preciso relembrar a cada dia que não são apenas números. São mães, pais, filhos, irmãos. Meio milhão de pessoas que partiram e tiveram seus sonhos interrompidos.”

Fonte: Brasil 61

Cemitério. Foto: Agência Mural.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies