Primeiro ultrassom da gravidez: quando deve ser feito?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

gravidez é um período repleto de receios e questionamentos desde o positivo no teste caseiro. Uma dúvida comum entre as grávidas é quando o primeiro ultrassom deve ser feito.

Conversamos com especialistas no assunto para responder de vez a essa questão. Confira!

Quando fazer o primeiro ultrassom?

Ao contrário do que muitos pensam, o primeiro ultrassom da gravidez deve ser a ultrassonografia transvaginal.

Depois da suspeita ou confirmação da gravidez, este primeiro ultrassom deve ser feito entre a quarta e sexta semana de gestação.

“O primeiro ultrassom é tão importante quanto um exame de sangue, pois nesse período da gestação é possível verificar o tamanho do saco gestacional, que deve ser de 20 milímetros, e do embrião, que deve ser de quatro milímetros”, explica Luciene Kanashiro, radiologista da Huntington Medicina Reprodutiva.

Segundo ela, esse é um método de fácil acesso e baixo custo para garantir uma gestação saudável desde o início.

Como a ultrassonografia transvaginal é feita

O primeiro ultrassom da gravidez deve ser o transvaginal porque, nessa fase, o embrião ainda é muito pequeno e esse tipo de exame capta imagens melhores da região dos órgãos reprodutivos da mulher, como o canal vaginal, colo uterino, toda a extensão do útero em si e ovários.

É o que explica Gustavo Teles, ginecologista, obstetra e especialista em reprodução humana do Grupo Huntington.

No exame, a mulher se deita em posição ginecológica e o médico introduz uma sonda coberta com gel lubrificante dentro do canal vaginal. O gel é usado para facilitar a introdução.

“A função da sonda é emitir ondas sonoras de alta frequência que entram em contato com os órgãos íntimos e retornam para um captador de sinal, permitindo que imagens de alta definição e em tempo real sejam formadas e enviadas para um monitor”, explana o especialista.

Importância do ultrassom precoce

Segundo Tatiana Barbosa Pellegrini, ginecologista, obstetra e especialista em medicina fetal, o primeiro ultrassom ser feito logo no início da gestação é extremamente importante para o bebê. Com ele, é possível:

  • Saber se a gravidez está desenvolvendo dentro do útero (gravidez tópica) ou fora do útero (gravidez ectópica)
  • Descobrir a quantidade de fetos e sacos gestacionais (gravidez gemelar ou única)
  • Datar corretamente a idade gestacional para acompanhar o crescimento do feto adequadamente e prever a data do parto com maior exatidão.

Ou seja, quanto antes o primeiro ultrassom da gravidez é feito, maior será a qualidade do pré-natal.

O que esperar do primeiro ultrassom

Ainda de acordo com a ginecologista e obstetra, dependendo de quando o primeiro ultrassom for feito, é possível diagnosticar diferentes características do feto.

Na quarta semana de gravidez, é possível observar o saco gestacional. Na semana seguinte, o verificamos já com a vesícula vitelina. Enquanto isso, na sexta semana já é possível ver uma pequena luz piscante, que é o batimento cardíaco do embrião”, conclui a médica.

Escrito por Gabriele Amorim

Redação Minha Vida

Fonte: https://www.minhavida.com.br/

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies