Pacientes de diálise deverão realizar tratamento em outras cidades

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O serviço de diálise passa por imensas dificuldades, inclusive com iminente possibilidade de interrupção do tratamento de diálise em pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), conforme divulgado em nota pela Cardio Nefroclínica.
A empresa, que presta tais serviços em Sant’Ana do Livramento, tornou pública a situação na tarde desta quarta-feira, 08, ressaltando que o tratamento realizado em pacientes SUS poderá ser extinto ainda esse mês, pois o contrato com o poder público terminará e não será possível renova-lo nos atuais moldes. “Já não temos mais como arcar com o prejuízo gerado em função da falta de reajuste há cinco anos, por parte do SUS, agora agravado pelo custo resultante das adequações necessárias para atender os pacientes com Coronavírus. O valor recebido por sessão de diálise (194,20 reais) não cobre o custo para realizá-la (359,87 reais)”, destacou a empresa na nota divulgada. Logo em seguida, a Prefeitura Municipal divulgou uma nota informativa, também se referindo ao término do contrato com a Cardio Nefroclínica.
Segundo divulgado pela Prefeitura Municipal, a partir do dia 29 de setembro, os pacientes que fazem tratamento de diálise serão removidos para outras localidades, afim de dar continuidade em seus tratamentos. “A Secretaria Municipal de Saúde, através da sua Direção está comunicando aos pacientes atendidos, reforçando o compromisso com a continuidade do tratamento e trabalhando na busca por soluções definitivas futuras.”, esclareceu a Prefeitura.

Fonte: Redação

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies