Trânsito consciente: saiba mais sobre infrações graves e gravíssimas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Conheça a importância de respeitar as leis de trânsito e evitar penalizações severas

As multas de trânsito são aplicadas como uma forma de punir diversos tipos de desrespeito no trânsito. Com isso, as multas são divididas em níveis de infração, sendo as multas graves e gravíssimas as com as maiores penalizações.

Para consultar multas é preciso acessar o site do Detran de sua cidade e checar o Nada Consta do Veículo. Porém, o incentivo deve ser sempre para a prevenção, então é importante entender que seguir as leis de trânsito ajuda a evitar acidentes, suspensão da carteira de habilitação e evitar penalizações financeiras.

Dirigir de forma consciente é uma obrigação de todos os motoristas. Afinal, essa é a melhor maneira de garantir a segurança de todos no trânsito. As multas fazem parte das ações do governo brasileiro para reduzir o número de acidentes e mortes ao volante.

E a conscientização dos motoristas tem sido importante para abrandar as estatísticas. O governo já prepara a campanha para o próximo ano com o slogan “Juntos salvamos vidas”, que estimula o trânsito consciente.

Segundo os dados, o Brasil reduziu em 30% o número de mortes causadas por acidentes de trânsito nos últimos 10 anos e a meta é alcançar uma diminuição de 50% até 2030.

Penalizações possíveis em infrações graves e gravíssimas

Existem quatro níveis de infrações previstas no CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e as infrações graves e gravíssimas são as que possuem o maior nível de penalização aos motoristas, por serem consideradas ações muito perigosas e letais no trânsito.

Confira abaixo uma lista com as principais infrações graves e gravíssimas, de acordo com o CTB:

Infrações graves

  • Não usar o cinto de segurança;
  • Estacionar a mais de 1 metro afastado do meio-fio;
  • Não prestar socorro à vítima de acidente de trânsito;
  • Estacionar o veículo sobre faixa de pedestres, ciclovias, canteiros, viadutos, pontes ou túneis;
  • Transitar em velocidade entre 20% e 50% acima da permitida na via;
  • Não acionar o limpador de pára-brisa ao transitar na chuva;
  • Não dar preferência a pedestres ou ciclistas que estiverem na via.

Infrações gravíssimas

  • Dirigir um veículo sem possuir CNH ou com a CNH cassada;
  • Dirigir sem respeitar pedestres e outros motoristas na via;
  • Estacionar o veículo na pista de rodovias, avenidas e estradas de trânsito rápido;
  • Estacionar o veículo em vagas reservadas para deficientes ou idosos, sem credencial para isto;
  • Transitar com o veículo em calçadas, ciclovias, canteiros ou em faixas exclusivas da via;
  • Não dar passagem a veículos em serviço de urgência como ambulâncias, patrulhas policiais e carros de bombeiros;
  • Dirigir alcoolizado.

Em caso de penas graves ou gravíssimas, o condutor é penalizado com multa e pontos na CNH. A infração grave gera multa de R$ 195,23 e 5 pontos na CNH.

Já as infrações gravíssimas geram multa de R$ 293,47 e 7 pontos na carteira, e em algumas situações possuem o fator multiplicador, que pode multiplicar o valor da multa em até 60 vezes.

Uma multa que tem o fator multiplicador 10, por exemplo, custará R$ 2.934,70. Esse é o valor da multa aplicada para motoristas pegos dirigindo alcoolizados. Esta e algumas outras infrações gravíssimas também causam a suspensão da carteira de habilitação.

Por que dirigir de forma consciente é importante?

O primeiro motivo para dirigir com consciência é respeitar as leis, é importante que os cidadãos ajudem a mudar essa cultura e deixem de cometer infrações de trânsito. É preciso dar exemplo para que as próximas gerações se formem de maneira consciente e contribuam para a diminuição dos acidentes de trânsito.

Outro bom motivo para dirigir com cuidado é ter respeito a própria vida e a vida de outras pessoas. Seguir as leis de trânsito ajuda a reduzir as chances de acidentes e isso é essencial para garantir a segurança de todos que trafegam pela cidade, sejam eles motoristas, pedestres, ciclistas, motociclistas, entre outros.

Por fim, dirigir de forma consciente é uma forma de não ter imprevistos financeiros tendo que pagar multas e nem correr risco de ter a carteira cassada ou suspensa. Portanto, busque conhecer o CTB e respeitar as leis de trânsito para o seu bem e o bem de todos.

Fonte: Redação

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies