Yoni egg: entenda como praticar a técnica de forma segura

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O yoni egg consiste em uma pedra em formato oval introduzida na vagina com o objetivo de fortalecer o assoalho pélvico da região, assim como provocar uma limpeza energética. Normalmente, o material utilizado para a fabricação do objeto é jade, quartzo ou obsidiana.

Praticantes da técnica acreditam que ao manterem o yoni egg no canal vaginal por um determinado período de tempo, o que pode variar entre minutos e até horas, é possível alcançar uma série de benefícios para a saúde corporal e sexual, como:

  • Aumento da libido
  • Diminuição de cólicas
  • Regular a menstruação
  • Maior controle sobre o corpo
  • Equilíbrio emocional
  • Melhora do orgasmo.

Entretanto, alguns especialistas na área ginecológica alertam para os riscos envolvendo a prática, como a possibilidade de infecção vaginal, principalmente se a pedra não for higienizada corretamente.

Yoni egg realmente funciona?

Não há estudos ou análises científicas que comprovem os benefícios do yoni egg na saúde vaginal. Apesar de muitos relatos retratarem experiências positivas, é preciso pesquisar e entender bem a técnica antes de colocá-la em prática.

“Acho imprescindível pensarmos que estamos falando de uma técnica trazida do oriente, onde o olhar para o corpo é bem diferente do ocidente, além de serem milenares. Nós ocidentais estamos pautados na acadêmia e técnicas de uma medicina convencional – que é importante para nossa saúde; mas grande parte do Oriente está comprometido com a salutogênese, o bem-estar geral de cada ser humano, em sua totalidade, entendendo aspectos da saúde física, mental e espiritual além da ambiência”, conta a psicóloga e sexóloga Élen Santoro.

Para ela, essa é uma técnica que traz muitos benefícios, mas como toda modalidade, é preciso ser orientada por alguém que a domine. A especialista conta sobre como muitas pessoas ainda não conhecem a própria vagina ou seus ciclos menstruais, não percebendo aspectos importantes do corpo que influenciam em diversos problemas que podem levar à busca pelo yoni egg.

“Um grande tabu é falar sobre sexualidade e mais ainda sobre vagina e vulva. Assim como muitos vão à academia malhar o bíceps (músculo do braço) para fortalecê-los, a vagina também é constituída por músculos e pode ser trabalhada para seu fortalecimento. Normalmente, mulheres cis só são convidadas a exercitá-los na gravidez, se optam por um parto natural. Não nos é dada a opção desse fortalecimento para aumentar nosso prazer sexual, por exemplo”, diz Élen.

Como usar o yoni egg de forma segura?

Qualquer coisa que adentre a vagina deve ser higienizada de forma correta – sejam brinquedos sexuais tradicionais ou até mesmo os dedos. O indicado é o uso de água corrente e sabão neutro, além do não compartilhamento de objetos pessoais.

No caso do yoni egg, o recomendado é que a pedra seja inserida gentilmente no canal vaginal. Em seguida, deve-se contrair e relaxar os músculos da região lentamente, semelhante ao que é feito no pompoarismo. Normalmente, a pedra é mantida internamente apenas por alguns minutos/horas ou durante o período de sono.

Élen reforça a necessidade de procurar um especialista para que a pessoa não se machuque ou provoque algum estímulo incorreto, o que pode ocasionar em dores.

“Eles são usados dentro da vagina, mas a técnica começa com diferente peso e contração para cada pessoa. Também é preciso atenção ao adquiri-los, que sejam de pessoas qualificadas, já que estarão em contato com a mucosa da vagina onde a absorção de qualquer substância é grande”, explica a sexóloga.

Escrito por Paula Santos

Redação Minha Vida

Em 23/12/2021

Fonte: https://www.minhavida.com.br/

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies