Descubra 3 maneiras de tratar a mordida quebrada do seu filho

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Seu filho tem o queixo um pouco para frente? Ele sente desconforto na mastigação? Fique atento a esses sinais, pois ele pode ter a mordida quebrada.

Também conhecida como “mordida cruzada” em geral, é um problema odontológico que ocorre tanto em crianças quanto em pessoas mais velhas.

Acontece quando a parte inferior (mandíbula) sobrepõe-se às superiores (maxila) quando a criança morde, causando um desencontro do encaixe. Em algumas situações dá para perceber só de olhar, porquanto a criança fica com o rosto desequilibrado.

Esse tipo de mordida se corrige sozinho? Como corrigir?

Essa mordida não se autocorrige, por isso é importante sua correção o quanto antes. O tratamento sendo iniciado ainda quando criança é praticamente instantâneo.

Uma das possíveis formas que esse problema pode ser resolvido é com aparelho móvel transparente, um expansor que abrirá a maxila (parte de cima) para encaixar na mandíbula (parte inferior).

O resultado se torna nítido em meses de uso, dependendo do caso. Na fase adulta é um pouco mais complexo, pois os ossos estarão consolidados, assim, será corrigido através de um processo cirúrgico.

De toda forma, é prudente sempre procurar um especialista.

Só aparelho que pode resolver a mordida do meu filho?

Não. É possível realizar o tratamento com Pistas Diretas Planas, são resinas colocadas para corrigir a altura do dente que foi desgastado, tornando-se a parte superior e a inferior um encaixe, assim, a criança conseguirá mastigar de forma correta.

Preferencialmente em casos de pessoas mais velhas, pode ser indicada a faceta dental que irá acobertar ou até camuflar os danos causados pela mordida cruzada.

Cirurgia Ortognática

Esse procedimento cirúrgico costuma ser realizado em adultos, porquanto os ossos estão já desenvolvidos, sucedendo com que aparelhos ortopédicos não sejam suficientes para a correção da mordida.

Antes do procedimento ocorrer, se faz necessário que o paciente esteja com os dentes de forma alinhada para o tratamento ocorrer com êxito.

Caso houver dentições tortas, é importante que a pessoa utilize o aparelho ortodôntico invisível, composto por uma lâmina transparente que modifica o lugar dos dentes colocando no lugar certo, com o intuito de, no decorrer do processo, as partes superiores e inferiores possam se encaixar.

Essa cirurgia é realizada na parte interior da boca.

Sintomas da mordida cruzada

Assim como qualquer outro problema odontológico, a mordida cruzada pode gerar determinados sintomas no paciente. Alguns exemplos incluem:

  • Dores de cabeça;
  • Dificuldade da movimentação da boca;
  • Mastigação com incômodo;
  • Sensibilidade nos dentes pelo fato de desgastar;
  • Zumbido dos ouvidos;
  • Dificuldade na escovação;
  • Sensibilidade.

Na presença de qualquer um destes sintomas, procure um profissional da odontologia para um diagnóstico e início do tratamento.

Tipos variados de mordida quebrada

Dentro dos tipos de mordida quebrada, há quatro mais comuns entre os pacientes de clínicas ortodônticas. Confira os tipos e como eles se apresentam:

1.   Mordida cruzada anterior

Quando o maxilar inferior cresce a mais e o superior a menos, fazendo com que os dentes de baixo fiquem sobre os de cima, associando-se a parte esquelética, algo que vai além dos dentes incertos, por isso é importante observar o desenvolvimento da criança.

2.   Mordida cruzada posterior acentuada

Isso se apresenta quando o maxilar fica estreito, fazendo com que a postura da língua, prejudique as vias aéreas, dormindo de boca aberta causando apneia.

3.   Mordida cruzada unilateral e bilateral

Isso se apresenta quando há o desencontro dos dentes superiores e inferiores de um lado só. A bilateral é quando há desencontros em ambos os lados.

Por que meu filho tem a mordida cruzada?

Alguns podem surgir por fatores genéticos, outros estão ligados aos maus hábitos, como ficar mordendo algum objeto aleatório, chupar dedo, mamadeira e chupeta usadas por tempo em excesso, são fatores contribuintes para a má formação.

Outra situação que favorece o desenvolvimento da mordida cruzada é a respiração com a boca aberta, para o ar entrar, a língua precisa ficar mais baixa, isso acaba forçando e afetando o desenvolvimento da mandíbula.

Consequências que a mordida quebrada pode trazer à saúde

Esse tipo de mordida pode trazer algumas consequências para a saúde.

A pessoa irá adquirir o bruxismo, fazendo com que o esmalte do dente seja desgastado o deixando amarelo, levando a pessoa a ter necessidade de solicitar um clareamento a laser.

Outras consequências a serem mencionadas incluem:

1.   Assimetria Facial

A assimetria facial é gerada porquanto a criança passa a mastigar trabalhando apenas um lado da boca que, consequentemente, será mais desenvolvido do que outro, com a mastigação não variada, os dentes acabam sofrendo um desgaste.

2.   Limitação de movimentos

Causa uma alteração atm. (dor orofacial, mandíbulas fazendo barulho e limitação dos seus movimentos causando o desconforto), envolvendo a parte auditiva, dores no pescoço, dentes completamente tortos, dificuldades na fala e respiração.

Assim como pode fazer com que a pessoa perca os seus dentes. No caso da perda de dentição, é possível se consultar em umaclínica de implante dentário.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Fonte: Redação

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies