Bienal do Livro de São Paulo aposta na gastronomia como símbolo cultural

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Para quem acredita na combinação entre literatura e gastronomia, a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo contará com o espaço cultural “Cozinhando com Palavras”. A ideia é proporcionar aos visitantes uma proximidade com palestrantes, chefs, jornalistas e autores ligados à gastronomia. A Bienal do Livro acontece entre os dias 2 e 10 de julho, no Expo Center Norte, espera receber 600 mil visitantes e tem Portugal como país homenageado. Além disso, traz como novidade o uso do cashback – em que o comprador recebe parte do valor comprado no ingresso para ser usado nos estandes dos expositores. Para usar o benefício, o ingresso precisa ser comprado até dia 30/06.

“É importante colocar a gastronomia como um fator de identidade nacional e mostrá-la como um símbolo de cultura e influência brasileira”, comenta o curador André Boccato, que também dá mais detalhes sobre as seis faixas do “Cozinhando com Palavras”. São elas : “Portugal dos Sabores” (com palestras, demonstrações culinárias e degustações); “Tradições Culinárias Paulistas” (com culinaristas do programa Revelando São Paulo, ligado à Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de São Paulo); “Cozinha de  Afeto” (com palestras, demonstrações culinárias, degustações e entrevistas); “Cozinhando o Jabuti” (com leituras de poemas de ganhadores do Prêmio Jabuti); “Cozinha de Autor“ (com palestras, demonstrações culinárias e degustações de grandes Chefs autores de livros ) e “Comida é Poesia. Poesia É Comida” (com leitura de poesias estilo PodCast que fazem referência à gastronomia e à comida).

Modernismo brasileiro: a conexão entre gastronomia e literatura

Boccato destaca ainda que o evento reúne leitura de poesias e trechos de literatura do movimento modernista na primeira fase – Monteiro Lobato e Mario de Andrade são os principais destaques.  “Além dos palestrantes, teremos um violinista que alterna músicas com a leitura de poemas e as explicações sobre o papel da comida como cultura. Haverá projeção de imagens em telão dos cardápios (menus) colecionados por Mario de Andrade. Um dos textos a serem lidos é sobre a ideia de Emília (de Lobato) sobre existir um ‘livro comestível’. Então, faremos um texto impresso com tinta comestível sobre papel de arroz e o público, literalmente, vai poder provar”, conta ele.

Destaques da programação

“Há a riqueza da gastronomia de Portugal dos Sabores, com chefs e degustações; a intimidade da Cozinha de Afeto com vários Chefs consagrados e celebridades como Fábio Porchat e Kika Sato (mãe de Sabrina Sato)”, destaca o curador. Além disso, pensando na gastronomia de São Paulo, o evento vai contar com a presença de chefs como Alex Atala, Laurent Suaudeau, Rodrigo Oliveira, Vitor Sobral, Janaína Rueda, Morena Leite, Carole Crema, entre outros.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies