Descubra qual o melhor óleo para cozinhar, fritar ou temperar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Existem inúmeros tipos de óleo na prateleira do mercado e essa variedade pode confundir. Afinal, qual a melhor opção para refogar durante uma receita, grelhar uma carne ou temperar uma salada?

Além dos detalhes tecnológicos de ponto de fumaça ou de fusão, primeiramente já alerto quanto aos óleos refinados.

Evite o máximo que puder esses tipos de óleos, pois o processamento de desodorização e refinamento remove alguns ácidos graxos e fenólicos. Ou seja: óleos de canola, milho, girassol e soja, bem como a margarina, devem estar fora da alimentação.

Esses óleos são fontes de ômega-6, e seu excesso pode estimular NFK-beta, responsável pela inflamação no nosso organismo, aumentando o colesterol LDL, bem como o risco de doenças cardiovasculares e diabetes.

A seguir, veja os tipos de óleos mais indicados e a forma mais recomendada de utilizar.

Óleo de coco: use para fazer preparações em alta temperatura ou consumir frio, por cima de preparações. Todos podem usar, com exceção de pessoas que têm problemas com gases, pois ele pode ser difícil de digerir.

Azeite de oliva: ele é o mais indicado em todos os preparos, tem o cozimento de até 200 graus. Use para assados, refogados, ou frio sobre a comida. É o que eu mais aconselho. Em preparos, use o azeite tradicional e para finalizar os pratos utilizar o extra virgem.

Óleo de abacate: esse pode ser usado em altas temperaturas. O uso de uma colher antes do almoço ajuda até mesmo no emagrecimento.

Óleo de linhaça: é o queridinho anticâncer, pelo seu efeito anti tumoral. Indico para finalizar as preparações, usar frio para temperar saladas.

Manteiga ou margarina?

Outro fator muito questionado é o uso da manteiga e da margarina. Entre a gordura saturada da manteiga e a gordura trans da margarina, qual é a opção mais saudável para o dia a dia? 

O guia alimentar da população brasileira aponta o fato positivo de a manteiga ser um produto extraído do leite (um alimento in natura). Isso significa que ela é menos industrializada do que a margarina, que é um alimento ultraprocessado.

Com isso, posso afirmar que devemos optar pela manteiga e evitar ao máximo o uso da margarina. Uma opção mais saudável seria a manteiga ghee.

Para os vegetarianos e veganos, recomendo o uso de manteiga ghee vegetal e até mesmo a manteiga de coco, que não perdem nada para a manteiga tradicional em relação ao sabor.

Especialista consultado Dr. Saulo Gonçalves

Nutrição CRN 20100239

Nutricionista clínico Integrativo – com especificação funcional e alimentação vegetariana/vegana. 

Por PeopleImages / Getty Images

Fonte: https://www.minhavida.com.br/

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies