4 Cuidados com o idoso

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Muita gente por desconhecimento ou preconceito relaciona as idades mais avançadas à perda abrupta de energia, autonomia e problemas de saúde. Contra isso é possível observar cada vez mais o idoso como uma figura que exala qualidade de vida. 

Para que os idosos possam viver bem toda essa fase da vida é essencial a parceria de amigos e familiares assim como seu próprio comprometimento com sua saúde. 

Essa imagem tem crescido e as pessoas passam a encarar a viagem da vida com mais tranquilidade. 

Junto com o envelhecimento é natural que o corpo se torne mais frágil e por consequência surjam limitações físicas, fisiológicas e cognitivas, mas isso não significa que a entrada na terceira idade seja uma sentença de um período cheio de dores e problemas médicos. 

Mesmo que você na sua rotina de trabalho em uma empresa de aluguel de espaço comercial não tenha conseguido tempo para cuidar do seu corpo, durante a fase mais longeva da vida o cuidado contribui para a qualidade de vida e para a longevidade. 

O Brasil está envelhecendo, segundo dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população brasileira está cada vez mais composta por mais idosos, esse dado precisa ser levado em consideração ao tratar da saúde dos idosos e a estrutura adequada. 

Individualmente, sendo um idoso ou tendo um parente já na terceira idade é preciso conhecer os meios necessários para a manutenção da saúde e bem-estar. Mais do que querer viver mais, é necessário pensar na qualidade de vida do idoso. 

O crescimento da expectativa de vida chega acompanhado de uma maior tomada de consciência sobre a qualidade de vida na terceira idade, cada vez mais a imagem pejorativa e frágil do “velho”, vai ficando mais ultrapassada. 

O idoso que recebe os cuidados e também tem agência nas suas ações e cuidados, sendo assim a terceira idade se transforma em uma fase mais ativa, confortável e com menos transtornos. 

Porque a saúde do idoso merece atenção redobrada

Durante os anos mais longevos da vida humana, muitas pessoas podem achar natural a perda da qualidade de vida ou o aumento das limitações físicas e cognitivas, na verdade essa perda gradual de independência nem sempre é real e pode ser mitigada. 

Mesmo uma pessoa que se aposentou cumprindo sozinho seu serviço de porteiro pode sentir o peso da idade quando não toma os devidos cuidados com a sua saúde. Esses cuidados englobam toda a qualidade de vida de uma pessoas na melhor idade. 

Entre todos esses cuidados estão a atenção nos seguintes pontos que podem e devem ser cuidados com o apoio de pessoas próximas, queridas e familiares toda a atenção é indispensável para manter a qualidade de vida dos idosos. 

Os cuidados com a saúde dos idosos podem ser orientados desde por profissionais da medicina até em um curso de segurança de condomínio. Isso porque essa atenção envolve a saúde do corpo, da mente, a saúde emocional, preventiva e responsiva. 

Higiene básica

Um dos cuidados mais sensíveis  é a atenção relativa à higiene corporal, por mais que pareça básico, muitas vezes esse ponto é ignorado ou negligenciado. 

Muitas vezes essa ignorância se dá quando o idoso perde a autonomia e a possibilidade de realizar a devida higiene. 

Esse fator é fundamental para a manutenção da dignidade da pessoa idosa, o banho, por exemplo, deve estar em uma rotina diária, seja ele feito em um chuveiro, banheira ou maca. Além disso, esse cuidado reforça a auto estima do indivíduo da terceira idade. 

Cuidados com a pele

Os primeiros sinais de problemas de saúde tendem a aparecer na pele, durante a terceira idade a pele tende a ficar mais seca e exigir cuidados especiais. 

Um dos pontos mais importantes é a hidratação da pele que deve ser feita tanto de fora para dentro, quanto de dentro para fora. 

Durante a terceira idade o corpo tende a perder a capacidade de reconstrução celular, o que dificulta a cicatrização. 

Por isso, é importante se atentar a roupas, calçados e outros elementos que podem causar feridas ou incômodos na pele do idoso. 

Em especial os casos de idosos que trabalharam durante anos em uma empresa de zeladoria e portaria e acabam por contrair transtornos como diabetes podem ter ainda mais problemas com a cicatrização e exigir cuidados redobrados. 

Alimentação

Quase tudo que afeta a saúde independente da fase da vida que se vive está relacionado ao cuidado e atenção destinada à alimentação, durante a terceira idade a dieta passa a ter a necessidade de ser cada vez mais equilibrada e completa. 

Mesmo uma pessoa que passou a vida visitando adega de vinho pode com o passar da idade sofre com intolerância a bebidas alcoólicas, fermentadas, ou qualquer outro alimento, também pode ocorrer o aumento da sensibilidade do organismo a temperos e condimentos.

A terceira idade também é o momento onde as pessoas devem se atentar mais aos índices do corpo como diabetes, colesterol e hipertensão, todos esses índices são alterados a partir de mudanças alimentares. 

Outro ponto está relacionado a forma de preparar os alimentos, seja para evitar engasgamento ou sufocamento ou privilegiar a absorção de nutrientes, os alimentos devem ser preparados para os idosos com texturas mais macias e em pedaços menores. 

A alimentação dos idosos deve conter principalmente legumes e verduras ricos em vitaminas e fibras além de uma hidratação abundante e com tudo com quantidades adequadas de gorduras, açúcares e sódio. 

A qualidade do sono

O sono do idoso é muito sensível, seja em casos onde as pessoas sofrem com sonolência exagerada ou insônia, raramente um idoso sem cuidados consegue garantir um sono reparador. 

Para promover uma melhoria na qualidade do sono do idoso não é necessário nenhum material complexo como esticador de arame para apicultura, de forma geral, atitudes que podem melhorar o sono na terceira idade estão diretamente relacionados à saúde e são: 

  • A criação de processos de relaxamento durante a noite;
  • Uma alimentação leve e equilibrada;
  • A prática de exercícios físicos leves;
  • Atividades que exercitem o intelecto do idoso. 

O sono, assim como a pele é um bom termômetro para verificar como está a saúde do idoso, quando ele apresenta ronco excessivo ou despesa com frequência no meio da noite essas questões podem ser investigadas e resolvidas. 

Dicas para aumentar a saúde dos idosos

Entre tapetes que evitam escorregões, alimentos industrializados que prometem todos os nutrientes, indo até um corrimão em ferro galvanizado e qualquer outro produto destinado ao idoso evoca a sua necessidade no cuidado com os parentes da terceira idade. 

Diferente do que se pensa, esses produtos são importantes, mas o melhor que se pode fazer para cuidar dos idosos está relacionado ao que existe de mais humano nas pessoas, cuidado, atenção e comunicação. 

Além de dar mais conforto e longevidade para os idosos, esse cuidado deve ser focado em gerar uma qualidade de vida completa, com dignidade e sobretudo agência sobre suas ações no dia a dia. 

Isso quer dizer valorizar a individualidade do idoso, oferecendo um suporte sem interferir na autonomia e na intimidade do idoso ao mesmo tempo que oferece para ele um ambiente seguro e confortável para ele pedir ajuda e passar por essa fase com qualidade de vida. 

As consultas médicas e o rigor com os tratamentos é fundamental, organização de remédios, agendamento e apoio para ir até as consultas e exames. 

Todos esses cuidados além de cuidar do corpo e da mente dos idosos colocam eles de volta ao papel de protagonista da própria vida, essa que além de durar mais, com mais longevidade, também poderá ser vivida com mais qualidade. 

Considerações finais

Muitas pessoas passaram a juventude sem muitas preocupações e a fim de curtir a vida, na etapa adulta passou anos trabalhando duro em impermeabilização de piso de concreto para só a partir da melhor idade passar a se atentar com a saúde. 

Tenha você cuidado da sua saúde ao longo da vida ou não, quando a idade chega e junto com ela alguns sinais de atenção, os cuidados com a saúde devem ser redobrados. Cada vez mais os idosos vivem mais e com mais qualidade graças a esse cuidado. 

Com o avanço da idade é normal sentir mais dificuldade física e cognitiva para determinadas atividades, em geral, o indicado é estar sempre frequentando consultas médicas e adaptando sua rotina para desfrutar de plena qualidade de vida. 

Além dos cuidados médicos, nessa fase da vida é muito importante manter o corpo ativo com exercícios físicos e mentais, assim como manter uma dieta saudável, equilibrada e completa junto com uma hidratação e exposição ao sol adequadas. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies