Palestra promovida pela PCRS traz abordagem técnica à tentativa de suicídio

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Na manhã desta quinta-feira (09), a Polícia Civil promoveu, por meio da Divisão de Saúde (DSA), do Departamento de Administração Policial (DAP), a palestra Abordagem Técnica à Tentativa de Suicídio.

A atividade, que ocorreu no auditório do Palácio da Polícia, na Capital, foi ministrada pelo Major Diógenes Munhoz, que há mais de 20 anos atua no Corpo de Bombeiros Militar (CBM) de São Paulo. Referência no tema e autor de livro e diversos artigos científicos sobre, o major Munhoz é Mestre em Ciências Policiais, Diretor da Associação Brasileira de Estudos e Prevenção do Suicídio (Abeps) e criador da técnica tema do seminário.

Na abertura do evento, a Chefe de Polícia, Delegada Nadine Anflor, destacou que os policiais vivenciam situações de estresse diariamente, não parando para pensar neles. “Essa é uma semente que plantamos para dizer sobre o cuidado um com o outro.” A Chefe de Polícia aproveitou a oportunidade para falar sobre o lançamento de uma cartilha interna, destinada a orientar os policiais civis no manejo e no primeiro atendimento de ocorrências de suicídio, as quais possuem diferentes características e riscos.

WhatsApp Image 2021 09 09 at 12 23 55

O evento faz parte das ações do Setembro de Promoção da Vida e da Prevenção ao Suicídio, sendo de extrema importância para os servidores policiais, que, não raramente, se deparam com ocorrências envolvendo o tema. 

O dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, simbolizando a importância desse movimento constante de promoção da vida e cuidado da saúde mental. O assunto que já foi tabu maior, ainda enfrenta grandes dificuldades, desde a identificação dos primeiros sinais, até a oferta e busca por ajuda, justamente pela existência de preconceitos e falta de informação, principalmente no que se refere ao cuidado com saúde mental.

Os policiais civis, em razão das características da profissão, do contato com situações de extremo sofrimento em sua rotina de trabalho, bem como diante das dificuldades e limitações existentes nessas situações, somado ao fato de ter acesso a armas de fogo e a outros meios letais, são uma população com maior predisposição a desenvolver psicopatologias e também maior risco de apresentar ideação e comportamento suicida.

WhatsApp Image 2021 09 09 at 11 01 42

A Divisão de Saúde da Polícia Civil está o ano inteiro com sua atenção voltada para a saúde do Policial, oferecendo atendimento ambulatorial em diversas áreas e atuando na prevenção das doenças físicas e mentais com especial atenção a prevenção do suicídio.

A DSA conta com profissionais da área da saúde mental, capacitados para atuar diante de situações que envolvam sofrimento emocional, ideias sobre morte ou que haja risco de suicídio, tendo desenvolvido um protocolo técnico e um fluxo de atendimento para essas situações e estando a disposição 24 horas por dia.

Participaram do evento 80 policiais civis. Todos os protocolos contra infecção pela Covid-19 foram observados.

Fonte: https://www.pc.rs.gov.br/

Foto: Leandro Reis – Polícia Civil

Este site utiliza cookies para melhorar o desempenho e entregar uma melhor experiência de navegação para você, além de recomendar conteúdos do seu interesse.
Saiba mais em. Política de Privacidade

ACEITAR
Aviso de cookies